ROBERTÃO DAS PARADAS!

» Públicado por em jul 29, 2014 | 13 comentários

 

Quando eu e o fotógrafo Fco. Patrício entramos no apartamento de Romulo Neto, o Robertão, de IMPÉRIO, foi uma sensação incrível ao vê-lo descer as escadas do segundo andar, rindo, brincando. Era como se estivesse vendo seu pai, tamanha a semelhança com o ex-nadador e ator Rômulo Arantes, falecido em 2000. Claro que já conhecia o namorado/marido de CleoPires (eles usam as duas definições) de fotos e da TV, mas, ali, cara a cara, passou um filme dos tempos em que cobri Perigosas Peruas (1992), Quatro por Quatro (94), Vira-lata (96), entre outras novelas que Rômulo, pai, participou.

Mas logo percebi que era apenas semelhança física. Romulo Neto, 27 anos, sem acento e com ‘Arantes’ apenas tatuado no antebraço direito, é muito expansivo, intenso, ansioso – ariano, né? -, não para quieto, vive atrás de seus três cachorros, serve cafezinho e água, que sua fiel escudeira do lar, dona Marluce, deixou prontinhos para nós. E garante que não tem o menor problema em mostrar o corpo ou fazer stripteases na trama. Afinal, acredita que Robertão será um marco em sua carreira, e dá plenos poderes ao autor Aguinaldo Silva para desafiá-lo em cenas como essas.

Inteligente, prolixo, apaixonado por Cleo, que chega em casa no final da entrevista, vinda da malhação, e diz que não quer ir até onde estamos porque chegou “podre da academia”. Mas, a pedidos do amado, acaba surgindo, linda, ruiva e cheirosa. O casal dá um beijo de novela – e vida real –, e a atriz sai de cena porque o brilho naquele momento é de Romulo.

entrevista: Simone Magalhães

fotos: Fco. Patrício

__________________________________

FAMÍLIA

Impressionante como você lembra seu pai.

Todo mundo fala isso. Eu gosto. Ele é meu exemplo.

E por que deixou de assinar Rômulo Arantes Neto?

Comecei a estudar a Cabala e descobri que não é bom usar o mesmo nome de outra pessoa, que há um karma automático. E ainda tinha o meu avô com o mesmo nome. Já pensou? (risos).

Ele fazia bem o estilo patriarca da família, não?

Era um nordestino severo, militar, técnico de natação do meu do pai, que foi a três Olimpíadas. Meu avô era homem rigoroso, de princípios.

Sei… da alta burguesia tijucana. Depois que seu pai deixou de nadar profissionalmente, eles até mantiveram uma academia de natação na Tijuca…

Eu e Romulo – Na Rua Aguiar!(risos)

Eu tinha primos que nadavam lá. Por falar em nadar, outro dia vi sua mãe, Adriana, na praia. Estava com o marido, o ator Otávio Müller, e as filhas Maria, de 8 anos, e Clara, de 6. Ela mudou um pouco…

Mudou, sim. Engordou, mas já está diminuindo, resolvida a voltar à forma, porque está perto de fazer 50 anos. Está no projeto ‘Magra aos 50’ (risos). Mas sempre linda, com aqueles olhos azuis.

Você mantém contato com suas irmãs menores?

Sempre fui muito independente. Mas, por exemplo, no fim de semana passado, as duas estiveram aqui e foi muito legal, a gente brincou, comeu pipoca… Além do Francisco (filho de Otávio com Preta Gil) elas só têm a mim como irmão, e há esse negócio de eu trabalhar na televisão… elas acham legal, as amigas também (risos). Mas todos os  meses vejo as duas.

E sua irmã por parte de pai e mãe, a estilista Cloê, de 28?

Ela é casada, trabalha muito, mas nos vemos sempre que dá.

 

IMPÉRIO

Como você definiria o Robertão?

Ele é amoral. Na verdade, totalmente anti-ético. É preguiçoso, ocioso. Tem gente que consegue ter um ócio produtivo, criativo – eu mesmo, posso estar em casa, descansando, vendo um filme, mas aquilo vai passar algo de importante ou de questionador pra mim. O Robertão gosta mesmo é de não fazer nada (risos). Ele adora dinheiro fácil. E sempre apoiado pela família para conseguir.

Magnólia (Zezé Polessa) e Severo (Tato Gabus Mendes) são a antítese do bom-caratismo.  Querem que Maria Isis (Marina Ruy Barbosa) engravide do Comendador (Alexandre Nero), e que você se case em regime de comunhão de bens com o Téo (Paulo Betti), seu admirador. Como você vê isso?

Somos frutos, exemplos, de nossos pais. Meu personagem assimila o que eles ensinam como correto, mas, na verdade, ele não tem uma conduta condizente para viver em sociedade. É tão egoísta a ponto de não pensar que o outro pode sofrer. Nem quer saber! O importante é se vestir bem (ou o que ele acha que é ‘bem’), cuidar do corpo, frequentar bons lugares – até os pais falam sobre isso, que assim ele vai conseguir pegar alguém com grana.

O que você acha de Robertão explorar o interesse sexual do Téo, fazendo ‘show’ de striptease particular para arranjar dinheiro?

O Téo também é antiético, baixo, mal resolvido, julga as pessoas e as detona em seu blog… Tem um monte de defeitos. Mas como ele não deixa ninguém tocá-lo, é uma coisa de voyeur, para o meu personagem não é nada demais tirar a roupa, fazer uma dancinha sensual e pegar o dinheiro do Téo. Mas não quero que pareça que Robertão é um absoluto canalha. Estou fazendo dele um malandro  divertido, um tipo bem solar.

Para você é complicado tirar a roupa na novela e ‘sensualizar’ para Téo?

Ainda não gravei, mas quando vir o teor da cena acho que vou sentir como ela deve ser. Faço Bioenergética, há quase três anos, conheço bem o meu corpo, fui modelo durante muito tempo, sei como as poses e gestos funcionam, além disso meu personagem não tem dor na consciência e adora se exibir. Acho que não será complicado. Mas vai ser um desafio! (risos).

Você não acha que é um tipo de prostituição?

É uma forma de atingir seus objetivos, mas quem sou eu para julgar? Isso para ele é normal. Assim como para muitas pessoas. Se a prostituição for uma escolha ou a única forma de sobrevivência ou tiver qualquer outra explicação, não acho que deva ser julgada.

Robertão só vai mudar quando se apaixonar por Érika (Letícia Birkheuer), mas a jornalista não vai querer nada com ele se não passar a trabalhar. E aí? O que você acha que vai acontecer?

Do jeito que ele é vai ficar eufórico ao atingir seu objetivo, que é conquistá-la. O problema é que ela reivindica uma postura ética e profissional dele. Meu personagem vai ficar no maior dilema: será que vale a pena? Acho que quando perceber que desconhece a verdadeira serenidade, a paz de espírito e o amor verdadeiro, ele se redimirá.

Você acha que há muitos Robertões por aí, que exploram mulheres bem de vida, a irmã  amante de um ricaço, e uma paixão não consumada de um homossexual?

Tem muitos! Principalmente na América Latina, o famoso latin lover, que joga charme, sedução, para levar vantagem sobre quem se interessa por eles.

Mas Téo não vai suportar um triângulo com a própria assistente como um dos vértices.

O ideal é Robertão parar de ver o Téo, e ir atrás do que é melhor para ele. Tomara que tenha essa clareza, que se humanize. Por mais que seja penoso, acho que sempre há tempo para mudar.Todo mundo passa  por um processo de evolução. Nesse caso, só o amor pode salvá-lo.

 

CARREIRA

Em 2006, você começou a fazer testes para a TV, mas demorou a emplacar um trabalho…

Na verdade, fiz registro na Globo, e me chamaram para um teste para ser o pianista, em Páginas da Vida (papel interpretado por Rafael Almeida). Não rolou. Aí, veio o teste para Malhação, e disseram que a resposta sairia em dois meses. Não dava pra esperar, tinha que trabalhar, e viajei para o exterior pra fazer as campanhas da Louis Vuitton, Guess, Cavalli e outras. Quando a Globo me chamou, encontrei na emissora a Fiorella Mattheis, que eu já conhecia. Ela me disse que ainda ia ter outro teste. Acabei conseguindo o papel na Malhação. Depois, entre 2007 e 2011, fiz na Record Os Mutantes; Promessas de Amor; Bela, A Feia; e Vidas em Jogo. Decidi não renovar o contrato para buscar coisas novas. Deu certo: ano passado fiz Sangue Bom. Uma amiga me falou: ‘Liga pra Rosane Quintaes’ (produtora de elenco). Eu não gosto muito de perturbar os outros… Mas, quer saber? Liguei, e ela me mandou ir à emissora no mesmo dia. E fiquei muito feliz, muito feliz mesmo, com tudo que acabou acontecendo. Teste para uma novela do Aguinaldo Silva, que é sinônimo de texto bom, personagens bem delineados, sucesso… Estou muito ansioso para ver o resultado! (risos)

Você posou para um do maiores fotógrafos de moda, Mario Testino, fez grandes campanhas publicitárias, fotos ousadas…

Mas tudo de muito gosto. Não me arrependo de nada. Foi importante financeiramente e para conhecer o mundo lá fora. Com 18 anos, em Nova York, tinha a campanha Adidas Mundi, com o Testino, depois duas temporadas em Milão, duas vezes em Paris. Foram bons trabalhos. Mas tudo tem o seu momento.

E você fazia cursos de interpretação?

Fiz o da Casa de Cultura Laura Alvim, comecei o de Artes Cênicas na UniverCidade, mas acabou não dando pra continuar, e tive aulas com Antonio Amâncio, da Artcênicas.

Você fez grandes campanhas como modelo no exterior, depois começou a atuar. Percebeu se essa mudança gerou algum desconforto entre outros atores?

Ainda tem muito preconceito. Vejo muita gente falando que ator não pode ser esportista, cantor, dançarino, que tem que se dedicar integralmente à interpretação. Mas eu acho que quanto mais habilidades a pessoa tiver, melhor. Como modelo sei lidar com câmera, fazer o trabalho de corpo. A música – eu componho e canto – é uma coisa a meu favor, acredito, mais futuramente. Como esportista, não preciso de dublês nas cenas de esporte, dá mais veracidade. E, aí, entra aquilo que já te falei: é importante não julgar.

E como lida com as críticas?

As pessoas gostam de ver transformações, atores fora do que fazem habitualmente. Mas isso também pode gerar um desconforto para elas. Mas estou superpreparado para as opiniões. Tudo é um aprendizado.

Sei que as mulheres são fãs até exageradas nas demonstrações de carinho pelos atores, mas  como é sua relação com o público gay? Você tem medo que eles achem que você está sendo cruel usando a paixão platônica de Téo pra se dar bem?

Acho que vão entender perfeitamente o perfil do personagem. Não posto muito no twitter, prefiro Instagram. E, pelo que vejo, o público gay demonstra admiração de várias maneiras, mas sempre numa de dar apoio à minha carreira. Quando trabalhava com moda, e as fotos tinham uma pegada sensual, eles sempre faziam comentários elogiosos. Puxa, eles são fãs! Não há diferença para outros fãs. E eu respeito muito o movimento gay, que é superforte, batalhador, consciente do seu espaço. Tenho orgulho de ter esse público do meu lado.

 

CORPO, MENTE, CASAMENTO

Como você faz para manter a forma?

Amo esporte! Faço surfe, jiu-jítsu, kitesurf, dou sempre uma corridinha…

Você não nada?

Em piscina, não! Prefiro nadar no mar.

E a sua alimentação?

Aqui em casa não se come glúten, é tudo orgânico, e muito pouca lactose. Eu como carne vermelha, mas a Cleo, só peixe e frango. De manhã, um suco de couve com cenoura e gengibre e outras coisas que a dona Marluce coloca. Depois, pão integral com ovo mexido feito no azeite extravirgem com sal rosa. Mais tarde, uma barrinha de proteína, e no almoço pode ser um macarrão sem glúten, com molho de tomates frescos, queijo de cabra, frango grelhado.

E qual é o seu dia de liberdade?

(risos) Uma vez por semana, a gente pede pizza. Amo pepperoni, amo pimenta! Já a Cleo prefere mussarela.

Por falar nisso, ora você a chama de esposa, ora de namorada. E em vez de alianças, vocês tatuaram  nos quatro dedos da mão esquerda as letras da palavra “idem” (significando que se amam com a mesma intensidade). E aí, é namoro ou casamento?

É casamento, já moramos juntos há algum tempo. Mas queremos que seja um eterno namoro. É o amor de verdade, que estou me permitindo viver agora. Antes, eu não me dedicava por inteiro, mas desde que conheci a Cleo foi diferente. A gente evolui muito junto, se entende perfeitamente em tudo.

 

E pretendem ter filhos logo?

Não há nada planejado, mas quero atingir alguns objetivos profissionais primeiro. Adoro criança. Tenho muita vontade de ter filhos.

Você sabe bem quanto é importante a presença da figura paterna…

Fiz terapia durante dois anos, e Bioenergética há quase três. Conheço os meus conflitos internos. A gente vai ter sempre coisas com que se questionar, mas aprendi a me respeitar, a parar de me boicotar. Antigamente, usava a beleza como bengala. Era mais vaidoso. Depois que passei a me conhecer melhor, quero ser respeitado pela minha essência, muito mais do que pela aparência.

Você tem várias tatuagens. Algumas são autoexplicáveis, como um enorme coração vermelho escrito “Mãe” no bíceps esquerdo. Mas e o que significam os outros?

O punhal no pulso é símbolo do guerreiro, em constante processo de evolução. Os dois raios no antebraço significam energia, força. Eles já me trouxeram problemas. Uma vez, fui para Los Angeles fazer um teste, e o diretor era judeu. Ele perguntou: “Por que você tem isso no braço? Sabe o significado?”. Aí, percebi que ele estava falando da polícia de Hitler. Não rolou o trabalho, e, ao chegar ao Brasil, fiz terceiro raio ao lado dos outros. Raiso também têm uma energia rock´n´roll!

É seu estilo de música preferido?

Sou muito eclético. Gosto de rock, curto muito Cazuza. Tenho algumas músicas escritas (canta um trecho de uma canção dele, numa mescla de Cazuza e Renato Russo). Também compus uma para meu pai, só que é em inglês (fala da tristeza da perda, da sensação de estar sozinho, do escuro).

Nossa, fiquei emocionada… E me lembrei que seu pai também gostava de cantar.

Isso! Ele, o Kadu Moliterno e o Marcelo Serrado tinham um grupo, o Piloto Automático.(risos)

 

OPINIÕES

PAI –  “Um exemplo de batalhador, me ensinou:  como tratar as pessoas de igual para igual, independentemente do status; os valores do esporte; a nunca desistir; e ter objetivos na vida. Perdi o meu melhor amigo.”

AMBIÇÃO –  “Pode te levar para o lado negativo ou para o positivo. A ambição desmedida chega a destruir uma pessoa. Já a positiva pode impulsioná-la. Tenho ambição de conquistar meus objetivos, minhas metas, que são muitas.”

INVASÃO NA INTERNET –  “Já fui vítima disso. Ela dá poder à gente sem ética, que não mostra o rosto, e explora a integridade de pessoas públicas. Muitos ainda vão cair nessa cilada – tendo prazer, trocando uma mensagem mais íntima com a namorada. E era uma ferramenta para ser usada de forma positiva… Mas infelizmente não é apenas isso que acontece.”

DROGAS – “A válvula de escape do ser humano em várias situações. Muitas são legais, e outras, ilegais. Já tive uma experiência que me levou a não querer mais qualquer tipo de muleta. A sobriedade é a melhor forma de se mostrar quem você realmente é, do que gosta, e não se deixar levar por esse caminho.”

LIBERDADE – “É tudo na vida. A gente tem que poder falar sem magoar o outro. Ter liberdade consciente.”

LIMITES“Tive pouquíssimos. Meu pai era um grande amigo, essas duas coisas se misturavam, e ele confiava muito em mim. Na verdade, fazia muitas cobranças e dava poucos limites. Agora entendo que limite é um valor que pode agregar muito à sua vida, e no respeito ao outro.”

CIÚMES – “Sou supercomedido. Mas quando tem uma cena ‘quente’ prefiro não ver”. (risos) 

MATURIDADE – Em 2007, Romulo e dois colegas chamaram para sair uma garota de programa, que convidou duas travestis, sem dizer aos rapazes que as ‘amigas’ eram gays. Ao chegaram ao motel foi desfeito o engano, e entregue dinheiro do táxi às travestis para que voltassem à orla. Eles tentaram uma aproximação da garota, que não quis. Ao darem uma carona a ela, houve um pedido de R$ 150 pelo programa que não aconteceu. Após recusarem, a deixaram na rua, o que gerou o maior bafafá nos programas de fofocas.

Depois daquela confusão com a garota de programa e os travestis entendi que tenho que escolher bem os caras com quem ando. Se você é uma pessoa pública aprenda a dar bons exemplos. E saiba que, depois da meia-noite, os egos mais maléficos estão soltos: quer sair à noite, saia com consciência. Fui muito julgado pelo que aconteceu, mas eu era bem jovem. Depois me ressenti por estar mal acompanhado, não ter puxado pra mim a responsabilidade de pagar a garota de programa e dar a carona como combinado. Faltou maturidade.”

13 comentários

  1. Prezado Aguinaldo,
    Bom dia!!
    Sabe que eu tava pensando ontem que bacana é o senhor ter um espaço aberto para o público, ter o seu blog para compartilhar entrevistas, conhecimento. É mto legal saber desse carinho com as pessoas Show de bola, Aguinaldo Um abraço

  2. Ainda bem que chegou a SEXta-feira, mais um dia para celebrar a vida, respirar fundo, analisar como foi a semana e fazer com que os próximos dias sejam melhores ainda. Dito isso, levanto meu copo de requeijão cheio de café com leite e mergulho o pão nele, dando aquele ‘tibum’ característico de cada manhã. Vamos que vamos gente, mexam-se !

  3. http://youtu.be/Np7ZkC8vW3U

    Bom dia!
    A novela está ótima, na sua próxima novela faz umas cenas nessa serra maravilhosa em SC SERRA DO RIO DO RASTRO. Olha esse comercial da Davidoff que foi gravado na serra . Os gringos valorizando nossas belezas.

  4. Olá Aguinaldo, Parabéns pelo novelão! Império é o próprio Império dentre as novelas. Drica Moraes e minha amada Lília Cabral estão afiadíssimas! Que deleite ouvir a Lília dizer todo esse seu texto…palavra por palavra,trabalhada… Eu acho que Zé alfredo e Cristina vão apaixonar-se e ao descobrir que ela poderá possívelmente ser sua filha, ele cogitará deixar ela, a bastarda como sua sucessora e então, Maria Clara até então sua preferida, ficará P* da vida até porque, a essa altura, ela já estará apixonada pelo cozinheiro, que ama a Cristina, e como Cora disse outro dia que Cristina é nome de Rainha, e você disse que seu texto tem algo a revelar, sempre lá na frente, Zé alfredo com certeza ficará perdidamente apaixonado por ela, que a fará sua rainha… com Isso Maria Marta tirará todos os seus trunfos de sua manga… talvez até alie-se com Maria Clara, a filha que ela não gosta muito, para separar ,Cristina de Zé alfredo… é…a teia por enquanto está bem enroscada, tem muito chão pela frente! estou amando a sua novela. Por favor, não mate Maria Marta no final, eu adoraria vê-la tripudiar e triunfar sobre eles. Hahahahaha! (pareci cruel, mas não sou…tanto assim) Que maravilha é ver Paulo Betti em cena! Grande ator.
    Abraço. Sucesso, sempre.

  5. … vendo no canal da Globo aqui em Lisboa a reprise de Pedra Sobre Pedra… que novela boa, mas destaque total para a actuação do saudoso Armando Bógus! Que Actor!!!

  6. ESSA NOVELA E A CONTINUAÇÃO DE AMOR A VIDA, TEM TUDO HAVER, SÓ TEM BRIGA POR CAUSA DE HERANÇA, IGUAL A CEZAR E SEUS FILHINHOS. TEM QUE TER CRIATIVIDADE.

  7. O Rômulo Neto lembra muito o pai dele, que trabalhou em grandes novelas, como “Sassaricando’ e “Perigosas Peruas”. Tem um grande personagem em mãos pra mostrar o seu talento! Boa entrevista!

    Imagino o que a tal de Cora de “Império” vai aprontar até o final da trama! Pelo jeito vai ser a pior das piores! Mas a Drica Moraes está arrasando neste papel! Estou adorando a tama: muito ágil, bons diálogos, excelentes atuações! Muita emoção todos os dias!

    Bye bye.

  8. – Quanto?
    – O suficiente pra você pagar um dentista..

    Comentei no trabalho e estamos rindo muito até agora..

  9. Novela cheia de gente jovem e alguns desconhecidos.
    Outro talento de Aguinaldo em os ir buscar.
    Alguns desconhecidos em Portugal mas, espero que a escolha seja SUPIMPA!
    Já não falta tanto assim para a novela chegar aqui à “terrinha”.
    Abraços e saudades desde Lisboa.
    Magdalena

  10. Uma pena não utilizar o nome do pai, já que é maduro o bastante para honrá-lo. Enfim, vamos que vamos.

  11. bela entrevista com o Rômulo,acho ele um fofo amava o pai dele.Parabéns pelo personagem. Novela linda estou gostando.

  12. bom, seguindo a campanha de que uma atriz tao talentosa não pode ficar fora da novela, posto agora alguns comentários do twitter a respeito da participaçao de Regina Duarte.
    talltweets.com/trends/topic/regina-duarte/
    Ela esteve nos trending topics do twitter durante os 4 capítulos no ar.
    E o que ganho com a volta de Regina à novela? Nada de pessoal, apenas mta qualidade na arte de atuar. É o que eu e todos que assinaram a petiçao compartinhamos! Abco, Aguinaldo!!

  13. Linda entrevista Lembro que fiquei triste quando o pai dele morreu..

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Security Code: