MURILO ROSA: MAU SÓ NA NOVELA

» Públicado por em nov 12, 2012 | 30 comentários

 

Quase que Artur, segundo filho de Murilo Rosa, 42 anos, nasce no dia da entrevista. Mas ele esperou mais um pouquinho, e chegou ao mundo em 1º de novembro, fazendo, agora, dupla com o irmão Lucas, 5 anos. E por causa deles a gente vê que o intérprete do malvado Capitão Élcio, de Salve Jorge, é bem diferente do personagem. “Ter filhos é a alegria máxima”, define, com emoção, o ator, apaixonadíssimo e romântico à moda antiga com sua bela esposa, Fernanda Tavares, 31 anos. Murilo acredita que existam muitos Élcios por aí, mas ao contrário deste ele preza família, ética e verdade.

entrevista: Simone Magalhães

fotos: Fco. Patrício

_________________

Em comum com seu personagem de “Salve Jorge”, Murilo Rosa só tem a determinação: mergulha fundo no universo de cada tipo que interpreta, mas já se recusou a gravar uma cena de nu gratuito. “Acho que você não precisa se expor desnecessariamente. Há coisas que satisfazem apenas o ego do diretor”, diz ele, que é caseiro, amante dos programas em família e devoto de N.S. de Aparecida.

Como você definiria o Élcio?

Acho que ele quer tudo que é do Theo (Rodrigo Lombardi). É linha dura, e acredita ser ‘o cara’. Faz qualquer coisa para conseguir o que acredita ser dele por direito, sem medir consequências.

Acha que existe muita gente como seu personagem?

Sim, com certeza. Ele é um espelho de muitas pessoas que estão por aí, e de situações, também. Porque, na verdade, ninguém é só bom ou só mau. Como na dramaturgia, não há só bonzinho e vilão. Tento fazê-lo de uma forma normal: simpático, sedutor… Sinto que as pessoas, às vezes, criam muitas expectativas por causa de sua preparação. E Élcio é um cara extremamente preparado, um capitão do exército. O cara mais importante numa guerra. Recebe ordens do coronel, mas é ele é quem vai pra frente da batalha. É fisica e emocionalmente preparado, e cheio de atitude. Diria até que o cavalariano é mais despachado do que os outros, da Infantaria, da Artilharia. O que define um pouco do meu personagem é o lema da Cavalaria: “Enquanto houver a sombra de um cavalariano no horizonte, nunca haverá uma mulher insatisfeita, um copo vazio ou um cavalo indomado”.

Nossa, mas rola um machismo forte aí…

Totalmente! (risos) Ele é mulherengo, bebe, faz farra, e não tem medo. Estou fazendo uma analogia entre o que ele faz e o que ele é. Um cara 100% atitude. E quando recebe um não, tenta tudo pra reverter aquilo, não aceita. Se supervaloriza, e faz o que puder para atingir seus os objetivos.

Então, por que ele se vitimiza, dizendo que o Coronel Nunes (Oscar Magrini) protege o Theo?

Ele se sente tão preparado, mas tão qualificado pra tudo, que, quando recebe um não, ou não acontece uma coisa que ele espera,acha que está sendo injustiçado, que o coronel é baba ovo do Theo. E pensa: ‘Ah, é assim? Deixa que dou meu jeito de resolver a questão’. Aí é que vem a semelhança com as pessoas na vida. O que eu queria dizer é que há pessoas assim.

Isso não é normal… Não acha que alguém assim precisa, no mínimo, de uma boa terapia?

Com certeza: não é nada normal. É claro que precisava trabalhar tudo isso na cabeça dele. E o interessante são as nuances de comportamento. Ele é bem humorado, brinca, é sociável…

Mas ele pode matar pra conseguir o que quer?

Acho que pode, sim, se achar necessário.

Em algum momento da vida os fins justificam os meios?

Para mim, não. Acho bom se arriscar na vida, mas nunca ser mau-caráter, nunca mentir.

Existe a ambição boa?

Claro, sem ambição você não chega a lugar nenhum. Sem ser desmedida, ela impulsiona, faz com que a pessoa tenha metas e melhore no que pode e deve melhorar. Já o Élcio extrapola. E a ambição desmedida pode levar a uma queda terrível.

Qual o limite da ambição?

Você deve ter objetivos para sua vida, como crescer profissionalmente, apenas com seu trabalho, com seu esfoço, apoiado na verdade, na ética. Para tudo deve haver limites. Se você faz concessões, usa as pessoas para conseguir o quer, tem ambição de forma desmedida, acaba se perdendo nisso tudo.

Existem pessoas que quando querem dizer que gostariam de ter algo de outra sem parecerem invejosas usam o termo ‘inveja branca’. Você acredita que isso exista?

Nunca desejei e nunca desejo o que não é meu. E não gosto dessa palavra: inveja. Gosto de conquistar. Valorizo minha família, meu trabalho, meu apartamento… Não quero nada que é do outro.

Mas isso já aconteceu com você?

Entrei na Globo em 1999, na minissérie Chiquinha Gonzaga – fazendo também um vilão -, e tinha um salário legal. Na novela seguinte (O Cravo e a Rosa, em 2000), alguém do elenco ‘brincou’ comigo dizendo que eu poderia trocar de salário com uma pessoa mais velha, que, pelo jeito, ganhava menos. Nunca me preocupei com quanto os outros estão ganhando. Às vezes, existe uma insegurança, mas não o medo do sucesso do outro. Sempre me policiei pra ser generoso.

Por que o vilão é, geralmente, tão atraente para o público?

Ninguém pode ser uma coisa só. Essa é a complexidade da vida. O vilão não é politicamente correto. Não tem compromisso com fazer tudo certinho, se permite incoerências, se desviar do caminho normal.

E como tem sido o assédio. Você sabe que farda sempre provoca um certo frisson nas mulheres…

Estou impressionado com a repercussão, de um modo geral. Rola um fetiche, sim. Farda e atitude são sedutoras. No caso do Élcio, ele fica com a mulher que deseja e tchau. Algumas se interessam por homens assim.

Todo vilão tem que pagar por seus erros?

Acho que nem todos merecem um castigo formal. Achei muito interessante o final da Carminha (Adriana Esteves)em Avenida Brasil.

As pessoas podem mudar ou serem mudadas por alguém?

Tem gente que nunca muda, no sentido de não rever suas posições, mesmo que estejam erradas. Se eu quiser mudar alguma coisa, mudo para o bem, para melhor. Mas um cara que fuma a vida inteira, e não para, dificilmente alguém conseguirá que ele deixe o cigarro. Você pode mudar se quiser, talvez durante um tempo, ou numa situação-limite. Mas dificilmente mudará o outro, se ele não quiser. Como no caso do Élcio – ser um sedutor e nunca se envolver.

Trair, em todos os sentidos, é comum na vida dele.

Sim, ele é capaz. Age por impulso, e também articula, quando o assunto é sério. Mas muitas de suas atitudes não identificam o que ele é.

Você perdoaria uma traição?

Mentir é uma coisa muito séria. Perdoar é difícil. Talvez consiga, mas não 100%. Sempre vai voltar à lembrança o que aconteceu.

Já aconteceu com você?

Alguém te enganar é muito ruim, né? Uma mentira de uma pessoa próxima… Perdoei, mas fiquei pensando: ‘Será que não vai acontecer de novo?’. Não me dou bem com a mentira.

A aparência engana?

A aparência de como você chega, se mostra, é importante, passa confiança. Mas a aparência pode te enganar no dia a dia. Se precisar, você dá uma segunda chance, lembrando que todo mundo pode cometer erros. Até Jesus teve dúvidas na hora da morte. Mas o grande passo é reconhecer o erro, ir lá e pedir desculpas.

A pessoa muito boa pode ser boba?

Acho que sim. Gosto de pessoas puras, simples. Não gosto do tipo metido a malandro, a esperto. O cara está ferrado, duro, mas faz o esperto, e sempre quer se dar bem. O Rio é uma cidade de aparências. Não gosto das pessoas que se aproveitam das outras, as que são boas, puras.

Fiquei aqui pensando… Você entende tanto da hierarquia, das atitudes no quartel. Você serviu o exército?

Não servi (risos). Eu era atleta de tae-kwon-do e fazia faculdade de Educação Física,em Brasília. Passeiaté na prova do NPOR (Núcleos de Preparação de Oficiais da Reserva), fiquei reco, mas… Eu tinha uma namorada firme, e o pai dela era coronel do Exército, e, por causa da faculdade, pedi pra ser dispensado. Mas hoje acho que seria interessante ter feito, pelas noções de hierarquia e disciplina.

 

HERÓI, VILÃO, GALÃ E O QUE VIER

Na TV você fez pouquíssimos malvados…

É interessante isso. No cinema faço vários tipos de papéis. Na TV, quase todos foram heróis românticos, que também são importantes para a carreira do ator, e têm empatia com o público. Mas tenho vontade de ‘brincar’ com muitos outros tipos.

E sempre mergulha de cabeça na composição de todos?

Eu procuro, sim. Aprendi a saltar aqui no Rio, mas fiz vários trabalhos nos quais lidava com cavalos. Aliás, lido com eles há muito tempo: meu pai tem cavalos,em Goiás. Adorome preparar para todos os tipos de trabalho, acho que não vou ser convincente se não souber fazer aquilo que o personagem pede. No filme Orquestra dos Meninos, no qual interpretava um maestro, quis que ele tivesse uma inclinação, mostrar muito sutilmente os trejeitos, o uso da batuta…

Você gravaria nu?

Só não faria se o papel não fosse bacana, interessante, mesmo. Acho que você não precisa se expor desnecessarimente. Há coisas que estão satisfazendo apenas o ego do diretor. Já teve um que queria que eu ficasse nu numa cena de novela, mas me recusei. Não havia necessidade, não aceitei.

Bom, acompanho sua carreira desde o início… Acho que já sei quem foi.

Não, não, você não vai acertar. Nem eu vou dizer (risos).

Você é muito assediado pelo público gay?

Tenho uma relação de respeito muito grande por ele. Fiz um homossexual, o Hugo, no filme Como Esquecer (2010), que me deu o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Festival de Cinema de Los Angeles, ano passado. Mas os gays sabem que sou casado, tenho filhos. É mais uma coisa de eles elogiarem o meu trabalho.

Agora, já as mulheres… Qual foi o caso mais interessante que você se lembra de assédio feminino?

Foi engraçado. Uma vez, quando estava fazendo o Dinho, em América (2005), entrei num avião e, quando reparei, todas as aeromoças estavam usando no lugar da plaquinha com seus nomes no uniforme, uma outra com a inscrição ‘Viúva Neuta’, a personagem da Eliane Giardini, que era meu par romântico na novela.

O rótulo de galã é ruim?

Não é ruim. Gosto de ter uma carreira na qual faça papéis interessantes. E por que não galãs? Agora estou num filme, com título provisório de Aplauso e Solidão, fazendo um cantor que é mistura de Fábio Jr. com Luan Santana…

Jesus!

(risos) Ele tem um pé no interior. É bem bacana. Canto nove músicas, com uma levadinha country, do poeta e diretor do filme, Alberto Araújo. A ideia é a cada pré-estreia fazer um show. E vai ter o CD do filme.

Sua família é de Goiás, você fez vários trabalhos com ‘pé no interior’, mas sei que tem referências diversas. Por exemplo, os atores que mais gosta…

Marlon Brando, Daniel Day Lewis, Cate Blanchett e Marianne Basler.

A força, a intensidade e uma certa rebeldia do Brando jovem o atraem?

Gosto muito dele. Um dos meus filmes preferidos é É Um Bonde Chamado Desejo.

 

SIMPLES, ROMÂNTICO E

A CAMINHO DA ITÁLIA

Você é vaidoso?

Com meus personagens (risos). Nunca fiz tatuagem, não gosto em mim, e não consigo imaginar a sensação de ficar com algo marcado para sempre no meu corpo. Não uso brinco… Eu sei que o ator tem obrigação de se cuidar, não ser desleixado, mas não consigo seguir muito essas necessidades estéticas, como passar cremes. Tento usar sempre protetor solar, e ir à praia antes das 10h ou depois das 15h.

E a sua alimentação? Tem alguma restrição?

Sou um cara com muito apetite, tenho estômago de avestruz (risos). Tenho que tentar diminuir as porções. Em casa não se come carne vermelha – a Fernanda não gosta -, só frango e peixe. Evito gordura e fritura. Mas como pizza, doce, e, às vezes, tomo um refrigerante zero. Não bebo. Bom, de vez em quando, uma taça de vinho.

Como é sua malhação?

Quando tenho tempo dou uma corridinha na orla, mas, duas ou três vezes por semana, faço ginástica na academia do condomínio onde moro. Sempre fiz esportes, atividade física, sinto falta quando isso não acontece. Mas a minha ginástica é mais para estar bem com o meu biotipo. Não gosto de malhar pesado, usar suplementos. Nada de ser fortão. Quero manter o corpo ágil para o meu trabalho.

Você ainda pratica esportes?

Tenho facilidade pra qualquer um, mas, com a falta de tempo, raramente jogo tênis e bato uma bolinha.

O que acha das tão em moda lutas do UFC?

Acho que UFC é um evento, jamais será um esporte olímpico. O MMA é uma mistura de lutas, com defeitos em relação às regras.

Não acha muito violento?

São duas pessoas preparadas para aquilo, que sabem o que pode acontecer.

Você e Fernanda não gostam muito de sair, quase não são vistos na noite…

Temos um esquema mais caseiro. Agora, então, com as crianças… No domingão, adoramos fazer piquenique numa área que tem no condomínio. É diversão certa. E estou alugando uma casa em Angra. É legal ir lá, de vez em quando.

Esse seu lado família é bem acentuado…

Família é a coisa mais importante do mundo!

Foi por isso que você resolveu se casar na mesma igreja que seus avós e seus pais, na cidade de Goiás Velho, em Goiás?

O casamento é um ritual, muito simbólico pra você: é a sua coragem de assumir o que deseja. Estávamos procurando um lugar diferente do Rio, e fui atrás das minhas raízes. A cidade parou. Fomos andando pelas ruas, com o povo nos acompanhando, até a igreja. E a cerimônia foi linda.

Acha que casamento é pra sempre?

A ideia é ficar juntos, sim. Mas acho que, se numa relação, não existir mais amor, ok, as pessoas devem se separar. Muitos casamentos acabam por falta de coragem, às vezes as pessoas se esquecem da grandeza que são os filhos, a companheira, e da responsabilidade que é estar numa união assim. Exige responsabilidade, dedicação, e muito amor, claro.

Você é romântico, né?

Sou (risos).

De fazer o quê? Mandar flores, bilhetes, presentes fora das datas marcadas?

Tudo isso. E de falar as coisas que tenho vontade. Sempre me declaro: é estranho viver na frieza.

Como bom romântico, deve ter muitos sonhos.

Os mais importantes na minha vida já realizei e estou realizando – minha família, meu trabalho -, mas sou louco para conhecer a Itália. Quando terminar a novela vamos pra lá. Quero pegar um carro e rodar por todos aqueles lugares lindos.

Mas com o Artur pequenininho?

É. Ele vai também (risos).

Você não tem medo de nada?

Tenho: de perder as pessoas que amo. E da morte. Mas não fico pensando nela. E é óbvio que não a quero tão cedo.

Sei que você é religioso…

Sou católico, mas não praticante. Mas fui à igreja no domingo, depois que o Artur nasceu, para agradecer a chegada dele, com saúde e muito lindo (risos). Tenho uma ligação muito forte com Nossa Senhora Aparecida – fiz o filme Aparecida, a novela A Padroeira, tinha o santinho dela no chapéu do Dinho, de América. Fiz algumas promessas para ela e fui atendido. Já visitei várias vezes o Santuário, em Aparecida, para agradecer. Inclusive, filmei lá dentro, uma cena difícil. Meu personagem era agnóstico e tinha que xingar a santa. Antes de filmar, pedi desculpas a ela. Mas ele se convertia no final. Foi emocionante.

O que é a fama pra você?

Ela tem um lado negativo – às vezes, parece que você está dentro de um BBB 24 horas, e pode aparecer no twitter, no youtube, no facebook a qualquer hora, sem saber como aconteceu aquilo. Mas também tem o carinho, a admiração das pessoas. Só digo uma coisa: se você tem problema com fama não faça televisão (risos).

 

 

30 comentários

  1. Uma formiguinha me contou que ele,alem de gostoso e bem “avantajado” se é que voces me entendem,quereeeeeeeedos!!!

  2. “NOVELAS EM BAIXA”

    Muito triste por constatar que a matéria abaixo do UOL realmente está correta. Todas as novelas em exibição atualmente estão em franco declínio. São muitos os fatores apontados para essa queda, mas, talvez, o que mais explique isso seja a falta de criatividade dos autores em exibição hoje.
    Salve Jorge repete atores e o estilo da Glória (que já deu certo em outras tramas, mas cansou).
    Guerra dos Sexos quis apostar no velho com roupagem nova e se deu mal. É muito chata essa versão.
    Balacobaco quis pegar a onda classe C (que deu certo em Fina Estampa e Avenida Brasil e não emplacou porque é tudo fake por lá)
    Malhação devia ser extinta, pois a fórmula por mais criatividade que haja dos autores está esgotada
    Lado a Lado peca por passar por muito cedo. Tem perfil de minissérie. É linda, mas ninguém vê às 17h30, 18h…
    Da cor do pecado foi linda, mas repeti-la duas vezes em menos de dez anos é terrível, pois há tanta obra boa que poderia ser reprisada. Mesmo erro de Rei Davi. Repetisse então a excelente Amor e Intrigas (mas daí tb é de Gisele Joras e nao seria legal pq ja está n ar com Balacobaco
    Carrossel já cansou também. Funciona num primeiro momento e depois satura. O SBT não inova mesmo!!!
    Se os próximos autores não apostarem em coisas totalmente diferentes nos próximos trabalhos, as novelas, infelizmente, vão perder mais público para as séries e outros produtos menos cansativos e repetitivos.

    FONTE UOL:
    “Praticamente todas as novelas no ar atualmente vêm sofrendo com números de Ibope abaixo do esperado. Sem dúvida, o Horário Político contribuiu para isso, bem como o horário de verão, que – por exemplo – põe a novela das seis da Globo a ser exibida no meio da tarde.

    Existem outros fatores também. A Globo estreou suas três novelas inéditas em um espaço menor que um mês e meio, com Horário Político e Horário de Verão iniciando. Sempre que uma trama começa, a audiência é menor, e demora um pouco para a novela engrenar. Se não tem uma trama no ar há algum tempo, falta um estímulo – uma escada – para as novas que estão iniciando.

    Veja os números de cada novela.

    Vale a Pena Ver de Novo Da Cor do Pecado:
    A “re-reprise” da novela de João Emanuel Carneiro vem registrando a menor média de audiência do Vale a Pena Ver de Novo dos últimos anos: 11 pontos – quando a meta é 18. Perde até para a reprise de Sete Pecados (em 2010), que, até o capítulo 30, registrou 11,2 pontos.

    O capítulo de De Cor do Pecado com maior audiência até agora foi o da última segunda-feira (05/11): 13 pontos. A menor audiência foi 9, em quatro ocasiões. Realmente não foi uma boa ideia trazer de volta uma novela com menos de dez anos (sua exibição original foi em 2004) que já havia sido reprisada em tão pouco tempo – há cinco anos (em 2007).

    Malhação
    A “novela teen” está bem abaixo do esperado. A meta é 20 pontos e Malhação tem até o momento uma média de 13. O capítulo de maior audiência até agora foi o da estreia, em 13/08: 21 pontos. O menor foi 10, em dois dias. No mesmo período, a temporada anterior marcava 16 pontos.
    Lado a Lado
    A novela das seis da Globo vem registrando a pior média da história para o horário: 18 pontos – quando a meta é 25. Comparando com as tramas anteriores (até o capítulo 48), nunca uma novela das seis chegou a números tão baixos. A Vida da Gente, a novela que estava no ar neste período há um ano, tinha uma média de quase 22 pontos.

    A maior audiência de Lado a Lado foi 23 pontos, no dia 13/10 (um sábado). A menor foi 14, nos dias 25 e 27/10. A novela é excelente, produção de época caprichadíssima, direção e elenco afiados e uma trama folhetinesca. Mas a combinação horário político + horário de verão derrubou a sua audiência.

    Guerra dos Sexos
    Até o capítulo 32, a novela das sete tem uma média de 23 pontos – quando a meta é 30. É a menor média de audiência desde Tempos Modernos, em 2010, que tinha 22 pontos (até o capítulo 32). O capítulo de maior audiência de Guerra dos Sexos foi o da estreia, em 01/10: 28 pontos. O menor registrou 16, no dia 27/10, um sábado.

    A novela ainda não cativou o telespectador. O que pretende ser uma comédia soa sem graça.

    Salve Jorge
    Até o capítulo 14, a novela de Glória Perez registra 31 pontos – quando a meta é 40. É a pior média desde a novela Passione, em 2010, que tinha até o capítulo 14 uma média de 31,17. O capítulo de maior ibope de Salve Jorge, até agora, foi o segundo, 37 pontos, em 23/10. O menor foi o sexto capítulo, em 27/10 (sábado): 25 pontos.

    A trama chama atenção por um dos temas centrais: tráfico de mulheres. Porém, núcleos na Turquia já não despertam tanto o interesse como na época de O Clone (e seu universo árabe). Mas o inimigo maior de Salve Jorge é a novela anterior, Avenida Brasil, que acostumou mal o telespectador com uma trama ágil, deixou muitos “viúvos apaixonados” e tem uma diferença abissal com Salve Jorge: estética e folhetinescamente falando, Salve Jorge segue uma linha mais tradicional que Avenida Brasil. Vale lembrar que a novela anterior de Glória Perez, Caminho das Índias, quando estreou, também demorou um pouco para cativar os telespectadores.

    Rei Davi
    A reprise da minissérie bíblica da Record aproveita a baixa de Salve Jorge (concorre diretamente com a novela da Globo) e registra até bons números: em torno de 7 pontos – principalmente se considerarmos que ela foi apresentada recentemente.

    Carrossel
    A novela do SBT segue firme e forte como um fenômeno: tem até o momento uma média de 13 pontos. Direcionada ao público infantil, Carrossel tem sua audiência cativa e fiel. Nem mesmo a estreia da Fazenda de Verão pela Record abalou a novelinha do SBT. A maior audiência foi 15 pontos, registrada diversas vezes. A menor foi 9, em duas ocasiões. É a única novela em paz com o Ibope até
    o momento.

    07/11/2012 – 13:16
    Novelas passam por um período de crise na audiência 61
    Nilson Xavier

    Carolina Dieckmann em “Salve Jorge” (Foto: TV Globo)

    Praticamente todas as novelas no ar atualmente vêm sofrendo com números de Ibope abaixo do esperado. Sem dúvida, o Horário Político contribuiu para isso, bem como o horário de verão, que – por exemplo – põe a novela das seis da Globo a ser exibida no meio da tarde.

    Existem outros fatores também. A Globo estreou suas três novelas inéditas em um espaço menor que um mês e meio, com Horário Político e Horário de Verão iniciando. Sempre que uma trama começa, a audiência é menor, e demora um pouco para a novela engrenar. Se não tem uma trama no ar há algum tempo, falta um estímulo – uma escada – para as novas que estão iniciando.

    Veja os números de cada novela.

    Vale a Pena Ver de Novo Da Cor do Pecado:
    A “re-reprise” da novela de João Emanuel Carneiro vem registrando a menor média de audiência do Vale a Pena Ver de Novo dos últimos anos: 11 pontos – quando a meta é 18. Perde até para a reprise de Sete Pecados (em 2010), que, até o capítulo 30, registrou 11,2 pontos.

    O capítulo de De Cor do Pecado com maior audiência até agora foi o da última segunda-feira (05/11): 13 pontos. A menor audiência foi 9, em quatro ocasiões. Realmente não foi uma boa ideia trazer de volta uma novela com menos de dez anos (sua exibição original foi em 2004) que já havia sido reprisada em tão pouco tempo – há cinco anos (em 2007).

    Malhação
    A “novela teen” está bem abaixo do esperado. A meta é 20 pontos e Malhação tem até o momento uma média de 13. O capítulo de maior audiência até agora foi o da estreia, em 13/08: 21 pontos. O menor foi 10, em dois dias. No mesmo período, a temporada anterior marcava 16 pontos.

    Camila Pitanga e Lázaro Ramos em “Lado a Lado” (Foto: TV Globo)

    Lado a Lado
    A novela das seis da Globo vem registrando a pior média da história para o horário: 18 pontos – quando a meta é 25. Comparando com as tramas anteriores (até o capítulo 48), nunca uma novela das seis chegou a números tão baixos. A Vida da Gente, a novela que estava no ar neste período há um ano, tinha uma média de quase 22 pontos.

    A maior audiência de Lado a Lado foi 23 pontos, no dia 13/10 (um sábado). A menor foi 14, nos dias 25 e 27/10. A novela é excelente, produção de época caprichadíssima, direção e elenco afiados e uma trama folhetinesca. Mas a combinação horário político + horário de verão derrubou a sua audiência.

    Guerra dos Sexos
    Até o capítulo 32, a novela das sete tem uma média de 23 pontos – quando a meta é 30. É a menor média de audiência desde Tempos Modernos, em 2010, que tinha 22 pontos (até o capítulo 32). O capítulo de maior audiência de Guerra dos Sexos foi o da estreia, em 01/10: 28 pontos. O menor registrou 16, no dia 27/10, um sábado.

    A novela ainda não cativou o telespectador. O que pretende ser uma comédia soa sem graça.

    Salve Jorge
    Até o capítulo 14, a novela de Glória Perez registra 31 pontos – quando a meta é 40. É a pior média desde a novela Passione, em 2010, que tinha até o capítulo 14 uma média de 31,17. O capítulo de maior ibope de Salve Jorge, até agora, foi o segundo, 37 pontos, em 23/10. O menor foi o sexto capítulo, em 27/10 (sábado): 25 pontos.

    A trama chama atenção por um dos temas centrais: tráfico de mulheres. Porém, núcleos na Turquia já não despertam tanto o interesse como na época de O Clone (e seu universo árabe). Mas o inimigo maior de Salve Jorge é a novela anterior, Avenida Brasil, que acostumou mal o telespectador com uma trama ágil, deixou muitos “viúvos apaixonados” e tem uma diferença abissal com Salve Jorge: estética e folhetinescamente falando, Salve Jorge segue uma linha mais tradicional que Avenida Brasil. Vale lembrar que a novela anterior de Glória Perez, Caminho das Índias, quando estreou, também demorou um pouco para cativar os telespectadores.

    Rei Davi
    A reprise da minissérie bíblica da Record aproveita a baixa de Salve Jorge (concorre diretamente com a novela da Globo) e registra até bons números: em torno de 7 pontos – principalmente se considerarmos que ela foi apresentada recentemente.

    Bárbara Borges e Roberta Gualda em “Balacobaco” (Foto: TV Record)

    Balacobaco
    A novela da Record está em seu 24º capítulo e tem até o momento uma média de 6 pontos, quando o esperado é em torno de 12. É o pior número entre as novelas da emissora. Perde até para Máscaras, que no mesmo período registrou 8 pontos. O capítulo de maior audiência foi o da estreia, em 04/10: 8 pontos. A menor audiência é 3, registrado em duas sextas-feiras: 12 e 19/10.

    A novela tem uma pegada de comédia, é colorida, repleta de personagens caricatos e tem uma trilha sonora popularíssima. Une elementos de novelas das sete horas da Globo com trilha semelhante à de Avenida Brasil. Mas falta a Balacobaco personagens e histórias cativantes”

  3. AH e antes que eu me esqueca, me alembrei de
    um belo poema ao escrever meu último comentário.

    É o meu poema preferido de FLORBELA a
    portuguesa arretada. Gosto que quase tudo
    dela, porém esse aqui é especial, in my opinion:

    Vaidade

    Florbela Espanca

    Sonho que sou a poetisa eleita,
    Aquela que diz tudo e tudo sabe,
    Que tem a inspiração pura e perfeita,
    Que reúne num verso a imensidade!

    Sonho que um verso meu tem claridade
    Para encher todo o mundo! E que deleita
    Mesmo aqueles que morrem de saudade!
    Mesmo os de alma profunda e insatisfeita!

    Sonho que sou Alguém cá neste mundo…
    Aquela de saber vasto e profundo,
    Aos pés de quem a Terra anda curvada!

    E quando mais no céu eu vou sonhando,
    E quando mais no alto ando voando,
    Acordo do meu sonho… E não sou nada!…

    Eu gosto tanto desse poema e por mil motivos.
    Talvez o motivo principal seja o fato de que o
    citado poema coloca-me no meu devido lugar,
    esse poema me ajuda a controlar possíveis
    exageros na minha vaidade ou no escambau,
    pois firmemente acredito que nem eu, nem
    minha vizinha chataaaaaa, nem meu querido
    Aguinaldo, nem minha melhor amiga e nem
    ninguém sabemos nada, somos tudo e somos nada ao mesmo tempo e etc.

    Ah e no meu facebook eu cheguei a postar
    alguém declamando esse poema. Já postei a
    declamacao desse poema, salvo engano, duas
    ou tres vezes lá no feicibuqui.

    Será que alguém percebeu de quem é a voz? Indaguei-me

  4. PARA O MODERADOR E DEMAIS CURIOSOS, RISOS

    Moderador, algumas vezes lá no Blogão cheguei
    a “explicar” o motivo de “in my opinion”,
    “Oxente my God” e etc, nos meus comentários.

    Recapitulando os motivos básicos:

    1) A INDOMADA é minha novela preferida do
    Aguinaldo, ALTIVA foi e é maravilhosa, é uma
    homenagem de minha parte e etc. Também já
    expliquei em outras ocasioes essa minha
    preferencia (vai sem acento pois teclado aqui em
    espanhol e com bloqueio, exige-me um
    vai-e-vem desgracado para a cedilha, o til e o
    circunflexo), expliquei a coincidencia entre o
    inesquecível jeito de falar da tambem
    inesquecível ALTIVA com o meu jeito de falar
    parecido (eu desde a adolescencia tinha essa
    mania besta de misturar ingles com portugues e
    nao explico em detalhes aqui porque ia ficar
    longo demais, nada a ver com pedantismo ou falta de amor ao Portugues, apenas a ver com a
    forma que eu encontrei de me defender de um
    certo tipo de bullying que sofri na
    pre-adolescencia, Do you understand?, risos).

    2) a parte de “in my opinion” também tem a
    ver com uma piada interna, ou melhor, com uma
    confusao antiga em que eu escrevi uma coisa e
    uma pessoa amiga do blogao entendeu outra
    coisa. Na altura percebi que, eventualmente, a
    palavra escrita pode gerar mal entendidos, a
    escrita nao deixa claro o tom de piada, a
    brincadeira e etc, e dependendo do humor (ou a
    falta deste) da pessoa que está te lendo, tua
    palavra escrita pode ser interpretada de forma
    ofensiva ou arrogante. Por esse motivo adicional
    o “in my opinion”, pois nao é uma certeza
    absoluta, é tao somente a minha opiniao e
    portanto a minha verdade, respeitando as
    outras verdades e as opinioes distintas.

    3) Ainda tem um terceiro motivo (que também
    jamé de la vida tem a ver com desapego ou falta
    de amor a língua portuguesa, risos piauiense-
    burra-adora-misturar-nordestines-
    com-espanhol), mas esse é
    mistéeeeeeeeeeeeeeeerio: o Aguinaldo já sabe
    pois já expliquei por email.

    Well, é isso, ou quase isso.

    Saludos cordiales desde Pargauay,

  5. Elton John vai ser pai pela segunda vez

  6. DAVIIIIIIIIIIIIIIII!

    Voce se topou com a loira?
    Vais ao show?

    risos curiosos

    Lady Gaga engana seguranças e circula sozinha por São Paulo

    http://entretenimento.br.msn.com/famosos/giro-famosidades-221#image=6

  7. Leio a notícia e penso três coisas:

    1) eu avisei, risos
    2) eita povo da Sony criativo (debochar é forte demais, eles zoaram, não precisa exagerar)

    a terceira coisa que eu pensei não conto nem que a vaca tussa e pegue pneumonia!

    “Sony debocha de Avenida Brasil para promover Revenge”

    ” Por FAMOSIDADES

    RIO DE JANEIRO – Os fãs de “Avenida Brasil” que
    assistem ao seriado “Revenge”, ou vice-versa,
    sabem que há muitas semelhanças em seus
    roteiros. A Sony aproveitou essas coincidências
    para promover a segunda temporada do projeto.

    A emissora colocou no ar uma chamada de 30
    segundos em que debocha do talento de Nina
    (Débora Falabella) em se vingar da ex-madrasta
    Carminha (Adriana Esteves), responsável pela
    morte de seu pai.

    “Emily também é uma garota que cresceu com sede
    de vingança e se infiltrou numa família para
    derrubar os inimigos, mas com a diferença de que
    ela realmente sabe se vingar. História de novela,
    mas com pegada de série”, diz a narração.

    O vídeo encerra com a protagonista Emily
    congelada, tal qual o fim de cada capítulo da novela
    global. A segunda temporada da série estreia no
    Brasil nesta terça-feira (13).”

    http://entretenimento.br.msn.com/famosos/giro-famosidades-221#image=10

  8. Espero que minha msg falando da bela entrevista tenha ido, risos.

  9. Acho que o Eike tá muito preocupad não!

    “Brasil tem 13 entre os mais ricos do mundo; fortuna de Eike cai”

    http://dinheiro.br.msn.com/fotos/brasil-tem-13-das-maiores-fortunas-do-mundo-veja-lista#image=1

  10. Alô meu povo

    Bacana a entrevista com o Murilão. Conheci ele rapidamente quando veio até Paulo de Faria, cidade onde Tião Procópio (famoso no mundo dos rodeios) tem fazenda, para fazer laboratório para a novela América.
    Como ator acho que ele faz seu trabalho direitinho.
    Não estou acompanhando Salve Jorge. Comecei mas parei. Achei tudo muito embaraçoso ainda.
    Muitas histórias pra serem contadas, muitas informações pra serem absorvidas…em uma semana de novela eu sabia malemá o nome da vilã (já revelei aqui meu favoritismo a elas).

    Enfim, quando o negócio pegar fogo eu volto a assistir.
    E voltando a falar de Murilo, acredito que esse vilão possa ser um grande personagem pra ele e pra gente.

    Aguinaldo, vou deixar aqui uma ideia para o site.

    Você já demonstrou que se preocupa com o que há de bom no Brasil, mas não tem espaço para aparecer. Proporcionou o concurso de roteiros para que muitos talentos pudessem ter pelo menos, uma chance na vida.

    Mas sabemos que em nosso país existem talentos em todas as áreas e por isso gostaria de sugerir que fosse criado aqui no site um espaço fixo para a apresentação desses novos talentos.

    Assim como Simone nos prestigia cada semana com uma grande entrevista, poderíamos ter alguém responsável em nos apresentar pessoas da música, da dança, da pintura, da literatura, do artesanato…enfim, pessoas que tem o seu talento, mas não tem espaço para apresentá-lo.

    Um cantor que há anos busca uma oportunidade, mas que engasga a falta de espaço em uma boa gravadora; um escritor que é obrigado a ver suas histórias empoeirando nas gavetas, por causa da burocracia das grandes editoras; um pintor que seus quadros na parede, junto a dor de não pode expô-los com dignidade; e por aí vai, afinal, são tantos…

    Acredito que além de ser algo interessante para todos que aqui passam, pode se tornar ago grandioso para aqueles que tiverem a oportunidade de aparecer no seu site.

    E é isso!
    Um abraço a todos.

    Arabastéia

  11. Murilo Rosa é um ótimo ator, in my opinion.

    E minha amiga Myrian diz que ele “tine cara de macho, de hombre y etc.”

    Bela entrevista.

    INTERVENÇÃO DO MODERADOR:
    Sra. Lara Simeão,
    Tem – porventura – a nobre Confreira algo que considere desmerecedor na Língua Portuguesa?
    Porque não o uso da expressão: “em minha opinião…” (sic)?
    Fernando Pessoa, um dos poetas mais universais em qualquer idioma, afirmava orgulhoso: “A minha pátria é a língua portuguesa”.
    Afinal de contas, não somos ingleses, pertencemos à comunidade dos Países de expressão portuguesa.

  12. Boa tarde, portal.

    Ótima entrevista esta do Murilo Rosa! Gostei de saber um pouquinho de como o ator vê a vida. Deu pra perceber que é uma pessoa com pés no chão, com valores muito bem alicersados. E agora vive este personagem antagônico, um pouco diferente dos outros que já vivenciou. É um ator disciplinado e muito talentoso. Eu lembro quando ele estreou em “Xica da Silva” na extinta TV Manchete. Teve momentos muito bons na televisão em novelas como “América”, “Desejo Proibido” e “Araguaia”. É um ator em grande ascensão, e só engrandece com suas atuações marcantes os elencos dos quais participa!

    Bye bye!

  13. Bom dia!! 😀

    Adorei a entrevista, Simone!! Gosto do Murilo Rosa como ator. Merece destaque!!

  14. Aguinaldo, nossa música! MINHA! A minha preferida! E foi vc que me explicou o que é vil metal. Lembra? Eu já amava essa música, mas agora ela minha!!!!!!!!

    http://www.youtube.com/watch?v=2qqN4cEpPCw&playnext=1&list=PLA3ADCC7EBA6ADF08&feature=results_main

    É de todos nós! Essa música é linda, é da gente!!!!!!!!!!!!!!!!!É MINHA!!!!!!!!! É NOSSA!!!!! Beijos pra todos!!!

  15. E claro que eu não seria indelicada assim de entrar aqui e não falar do Murilo Rosa. E eu o vi no teatro numa peça chamada ” SE CORRER O BICHO PEGA. SE FICAR O BICHO COME” e ele arrasou! Ele arrasa, gente! E se eu digo, podem ter certeza, porque sou franca, e disso ninguém tem dúvidas (risos).

    Beijos , tudo de bom!!!!!!!!

  16. Aguinaldo, querido

    Vc viu a matéria do tal do Guzzo, da VEJA? Foi um bafo danado, eu tenho pra mim que ele fez de propósito, lógico que ele sabia que a gente ia ia ficar revoltado. Ele fala as maiores atrocidades sobre a homossexualidade, que ele faz questão de chamar de ismo, mas eu acho que isso no conjunto é só um detalhe. Ele ataca mesmo, muito cruel. Se ele queria aparecer, conseguiu! É isso que acho.

    O Jean Willys respondeu, foi um bafo só! Pra quê, né? Pleno século 21, SUPER CRÔ vem ai e vai dar um tapa na cara dele! kakakakakakak! Ai, ai!

    Estranhei vc não falar nada, mas não fale mesmo. Deixe esse ser que precisa de análise pra lá! Beijos!

  17. Acabo de chegar do Rio e de uma missão deliciosa… em breve conto detalhes.

    tenho muito que ler por aqui, mas tudo aos poucos.

    Querido Aguinaldo, mandei um email procê, juro que não to pedindo emprego, é importante! Creio que vai ser bem legal… Se puder me responder, super agradeço.

    E bj grande a todos…

    Janaina

  18. O BRASIL perdeu um dos melhores Actores e

    Directores. MARCOS PAULO (r.i.p.)

    Sinto muito e apresento minhas condolências às suas

    filhas e à sua esposa.

    Magdalena

  19. SIMONE:
    Linda entrevista com Murilo.
    Eu acho que um dos papéis melhores dele foi “América” fazendo par com Eliane Giardini.
    Eles iam muito bem!
    Murilo esteve em Lisboa nos Globos de Ouro da SIC.
    Nota-se que é uma pessoa humilde. Gosto dele!

    F. PATRICIO: Óptimas fotos, como sempre.

    Magdalena

  20. Muito bacana a entrevista com o Murilo! Essas entrevistas são o que mais gosto aqui no portal.

  21. Esse sábado foi ao cinema, para variar, e fiquei encantado com o filme sobre Luiz Gonzaga e seu DELUMBRANTE filho Gonzaguinha!!! Eita que história linda, forte e emocionante. Amei a parte em que o Gonzaguinha estava a beira do lago a tocar a DESLUMBRANTE “SANGRANDO” e o Gonzagão chega. Eita que coisaaaaaaaaaaaaaaa lindddddddddddddaaaaaaaaaaaaaaa.
    Nossa o ator que faz o SEU JANUÁRIO é muito bom. Ia do drama a comédia com grande maestria. O mesmo ator também fez um personagem na DESLUMBRANTE MINISSÉRIE QUERIDOS AMIGOS, ele também fazia um personagem nordestino.
    O senhor Aguinaldo Silva tem que vê isso ai, esse ator bem que poderia entrar em uma de suas tramas, cairia com uma luva.
    Eita!!!! Que terra boa esse meu nordeste. Eitaaaaaaaaaaa que povo encantador. Também achei muito boa a interpretação da Nanda Costa, eitaaaaaaaaaaaa atriz para transbordar sensualidade. A Silvia Buarque estava muito bem. Nunca consegui imaginar o Gonzaguinha com uma vida tão pulsante.
    Também tenho que resaltar o encanto que tive a ver a bela interpretação do Caio Blat no capitulo de sábado na MARAVILHOSA LADO A LADO. Um excelente texto e um banho de interpretação na cena em que ele briga e dá um soco em seu pai. Eitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa que cena boaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!
    Fico a imaginar como uma novela tão boa como é a LADO A LADO não faz sucesso?
    Mas, enfimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm.

    Boa semana para todos.

  22. Adorei o trabalho do Murilo na novela Xica da Silva, como Dom Martin!! Inesquecível.

    É incrível como ele se doa a um personagem!!!!

    Parabéns, Murilo!!

  23. Verdade. Nossos sentimentos, Bolivar!
    Pelo falecimento do ator e diretor Marcos Paulo

  24. Estou gostando de vê-lo no papel de vilão.
    O Murilo é um ator carismático, muito bonito e já provou que tem talento de sobra. Há muito tempo merecia uma personagem à altura do seu talento.
    Não gostei dele em Araguaia, mas não foi culpa de sua atuação, mas sim, da novela como um todo, na minha opinião, fraca e insossa. Particularmente, achei muito chata e monótona.
    De todas suas atuações, a que mais gostei foi em América. Seu peão Dinho era muito cativante e bem melhor que o protagonista de Murilo Benício, que era chato! Sua dobradinha com Eliane Guardini funcionou porque eles tinham muita química e fizeram lindas cenas juntos.
    Espero que Glória Perez explore o trabalho dele e que tenhamos um bom vilão porque o Téo (Rodrigo Lombardi) já está ficando chato. Os mocinhos da Glória, infelizmente, sempre se tornam enfadonhos. Arrisco a dizer que ela se sai melhor com os antagonistas e com as mulheres, pois sempre são fortes, mas os protagonistas….

  25. Lindo, lindo, lindo. Tem a cara e o porte daqueles galãs de seriado americano.

  26. Boa tarde, portal

    É com tristeza que se anuncia o falecimento do ator e diretor Marcos Paulo, um dos ícones da televisão brasileira. Destacou-se como ator, principalmente nos anos 80, em trabalhos como “Tieta”, “O Primo Basílio”, “Brega e Chique” e “Sinha Moça”.

    Nos anos 90, vinculou-se mais com diretor, onde foi o diretor geral de novelas de grande sucesso como “Fera Ferida”, “A Indomada”, “Porto dos Milagres”, “Meu Bem Querer”, “Força de um Desejo”. Nos anos 2000 dirigiu “O Beijo do Vampiro”, “Começar de Novo” e “Desejo Proibido”.

    Perda lastimável e muito precoce. Marcos Paulo fará muita falta a cultura nacional.

  27. Cadê uma Entrevista com a Carolina Dieckmann, já tá na hora né?!

  28. Amei a entrevista com o Murilo!! Além de gato é um maravilhoso Ator. Essa nova novela da Gloria ele realmente está sendo um vilao e tanto, fico até com raiva,rsrsrs. Nessa entrevista percebi como ele é uma pessoa simples e bom carater… Adorei seu comentário Murilo: ( ” Se vc tem problema com a fama nao faca televisao” ). Tanta gente famosa que vira a cara para os fas. Beijos Aguinaldo e parabéns por essa entrevista com o super Ator e gato Murilo!!! 😉

  29. Ótima entrevista.Gostei muito.

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Security Code: