NÃO HÁ COMO FUGIR DA RAIA!

» Públicado por em dez 4, 2012 | 71 comentários

 

Ela diz que não é “a mulher maravilha”

e nós perguntamos: “e tem outra?…”

entrevista de Simone Magalhães

fotos: Fco. Patrício

______________________________

As seis horas no Projac esperando Claudia Raia gravar as cenas da maléfica Lívia, de Salve Jorge,valeram cada um dos 35 minutos que durou esta entrevista. Como sempre, a atriz, de 45 anos, estava animadíssima – mesmo depois de um dia longo de trabalho, duas aulas de balé e sapateado -, e louca para chegar em casa e se exercitar pulando corda com o filho Enzo, 15 anos, fruto do casamento com Edson Celulari, assim como Sophia, de 9 anos. Sucesso com o musical Cabaret, em São Paulo, Claudia interpreta a decadente Sally Bowles, um tipo “pesado, heavy”: ” Não me deprime porque não sou adepta de levar personagem pra casa, não sou doentinha a esse ponto de falar: ‘Ai, e agora o que faço com essa emoção?'”, garante a atriz que, desde fevereiro passado, assumiu o namoro com o coreógrafo e bailarino Jarbas Homem de Mello, 43 anos, com quem divide o palco. Uma paixão tão grande que Claudia, dona de personalidade forte, afirma que adora ser mandada pelo amado: “Sou intensa em todos os sentidos. É amar demais, tratar o homem como se ele fosse um rei, ser mulherzinha… Adoro ser mulherzinha! De fazer comidinha, cuidar, fazer massagem”. Mas La Raia, que está sempre no salto 15, tem horas que se cansa da expectativa em torno de seu estilo glamoroso: “Não sou a Mulher Maravilha. Não sou sempre incrível. Sou igual a todo mundo, gente!”. Embora esteja sempre na correria para gravar no Rio, se apresentar em São Paulo e cuidar dos filhos, ela encontra tempo para cuidar do corpo e da mente: “Hoje, aos 45, acho que sou melhor do que quando tinha 20”.

Você veio como vilã, depois da Carminha (Adriana Esteves), de Avenida Brasil. As pessoas criaram a expectativa de que Lívia surgisse com um fuzil AR-15. Acredita que ela vai colocar a ‘mão na massa’ ou será sempre uma estrategista?

Acredito que sim. É claro que são dois temperamentos e duas temperaturas. Na verdade, a gente fala de uma vilã que, no começo, nem sempre foi daquele jeito: a Carminha pegou fogo nos dois últimos meses. As pessoas são engraçadas… A gente tem uma novela com algumas semanas no ar: é claro que a Lívia tem que começar devagar, com uma estratégia. Não posso chegar com um AR-15 na mão, por que aí para onde eu vou no final? Temos oito meses de novela. Ela é uma vilã de estrutura racional, e não passional. Claro que, com essa frieza toda e o poder ardiloso de ser uma estrategista da pior qualidade, ela vai ser pega na curva. Milhões de coisas vão acontecer para que ela seja desmascarada, para que se depare com o lado passional dela quando for surpreendida por uma paixão, no meio da novela.

E o Haroldo (Otaviano Costa)?

O Haroldo foi só um aperitivo. Na verdade, ela estava usando-o.

Bom, a paixão é o Theo (Rodrigo Lombardi)…

(risos) Só posso dizer que é uma paixão arrasadora!

Muitos personagens em novelas se redimem por amor. Você acha que Lívia pode ser uma delas?

Ela, não. Porque é má por natureza. Não é má porque é psicopata, ou porque foi rejeitada pelos pais, como a Carminha.  Acho que a Lívia é má mesmo, de alma ruim, sabe? É até capaz de fazer uma boa ação se for algo que se reverta para ela. Pode fazer carinho num cachorrinho, porque precisa que ele esteja louco por ela, apaixonado, precisa daquele laço.

Uma mulher extremamente carente, não?

Muito! Precisa das pessoa todas em volta, pagando ou não, não interessa como.

Você acha que há uma maldade latente nas pessoas pronta pra vir à tona numa situação-limite?

O ser humano é bem complexo, coitado de quem achar: ‘Essa pessoa não é capaz disso’. Acho que o ser humano é capaz de tudo! E é uma delicia trabalhar com isso como atriz. Na verdade, você pode tudo. É claro que existem estruturas diferentes, bases diferentes, educação diferente. Mas você cria a personalidade e o caráter de uma criança até os 3 anos de idade, isso está completamente comprovado. Um menino que teve uma vida difícil, dura, vindo da Febem… É possivel ele se regenerar 100%? Talvez não. Mas não porque ele nasceu aqui ou ali. É porque ele não foi estruturado para isso nos primeiros 3 anos de vida. Então, não há milagre. Não há como você mexer daqui e dali: o cerne do problema continua mal feito. 

Acredita que existam pessoas eternamente boazinhas?

Às vezes, você está casada há 20 anos, e pode se pegar dizendo: ‘Eu não conheço essa pessoa com quem estou casada, nunca a vi tomar essa atitude!’. Não viu porque aquela atitude nunca esteve em sua vida ou porque a pessoa nunca passou por aquela situação. Nem ela saberia que a reação seria aquela. São situações nas quais você não tem ideia do que é capaz de fazer.

 O que você seria capaz de fazer para proteger os seus filhos?

Tudo! Qualquer coisa, qualquer coisa!

Matar, morrer?

Acho que sim. Não é possível tocar nos meus filhos de jeito nenhum! Acho que seria capaz de qualquer coisa, até de uma insanidade para protegê-los. Não interessa pelo que é: o ser humano vem com tudo quando se trata de proteger seus filhos. É o instinto animal.

O que faz de uma vilã uma personagem tão atraente ao público?

A ação está na mão da vilã, e a mocinha é a vitima. São personagens ardilosos, diferentes, com movimento.

Acha que o público fica interessado em situações que fogem do politicamente correto?

Acho. Porque ele até tem vontade de fazer, e não tem coragem. Então, ele se vê no outro, vive aquele prazer de fazer o que não é de bom tom através do outro, não na sua própria vida. Por isso as novelas tem tanta força.

Você está fazendo um drama, mas adora uma boa comédia. Qual dos dois prefere?

Eu adoro bons personagens. Mas que dá bem vontade de fazer umas palhaçadas de vez em quando, isso dá (risos).

Você se segura?

Eu me seguro completamente (risos). Claro que o que a gente está vendo no ar agora é o início de tudo. O público está começando a entender o que é a novela, a conhecer os personagens. Quando você vê a trama como um todo, o lugar que tem dentro desse todo, e o que isso significa na obra em geral, fala: ‘Ah, tá bom! A minha personagem é isso’. Daí começam a abrir as vertentes, porque numa obra aberta pode tudo. É cedo ainda pra falar, embora a gente já esteja gravando há muito tempo. Gravei um pouco na Turquia, aí paramos por um tempão; gravamos aqui mais um pouco, paramos de novo. A novela é muito grande, tem muitos núcleos. Agora, a gente consegue vê-la como realmente é.

Vilã sempre merece castigo?

Acho que essa vilã, sim.

Mas tem que ser exemplar, ou seja, para que o público acredite que a justiça foi feita?

Acho que é a própria lei divina. O castigo divino que não depende de um outro ser humano. É a lei de causa e efeito. Não é só pra mostrar ao público: ‘Não faça isso porque você será castigado’. Acho que seria muito primária essa linguagem. A própria vida faz com que o castigo venha a cavalo.

Você fez mil tipos diferentes. Um dos mais interessantes em termos de composição foi a transex Ramona, de As Filhas da Mãe (2001). Como foi interpretá-la? E numa época em que você era uma das grandes musas dos gays…

Até antes já era, vamos combinar… (risos). Eu adoro os gays! É um povo alegríssimo. Meus maiores amigos são gays, é uma gente muito especial.

E a Ramona lhe dava um prazer especial? Nem precisou de laboratório, não é?

Era só da convivência com os amigos. São tantos anos… Já estava encarnado!

Você é a favor do casamento entre homossexuais? Não só a união estável, mas com muita festa, vestido de noiva, glamour…

Claro que sim. Imagina? Sou a favor de as pessoas serem felizes. E se dois homens são felizes, são duas almas que se encontraram. O mesmo com duas mulheres. Já estamos em 2012, né? Tem acabar esse preconceito.

E esse beijo entre homossexuais masculinos que não sai na TV…

É bem machista o país que a gente vive.

Outro dia, você deu um depoimento ao Programa do Jô sobre uma cena sensual, na banheira, com a Louise Cardoso, no filme Matou a Família e Foi ao Cinema (1991). É complicado fazer uma cena homo?

A Louise é muito minha amiga. Foi mais fácil por isso. Eu gosto dela, tenho muito carinho por ela. Não houve qualquer problema.

Você também gravou cenas sensuais com a Maria Luisa Mendonça na minissérie Engraçadinha – Seus amores, Seus pecados (1995)…

Isso. Mas você está ali concentrada na personagem, não está pensando em nada além de fazer uma bela cena.

E cenas de nu? A personagem tem que pedir ou você pode abrir uma exceção?

Tanto o pedido do autor quanto o do diretor têm o mesmo peso. Se o diretor pede que você faça uma coisa dessas, que não seja gratuita. Na hora em que você vê que está ali, exposta, que o diretor está querendo tomar partido de uma coisa extra… e você exposta à toa? Não precisa. Agora se a personagem pede ou se realmente a situação pede, tudo bem!

Você posou nua para a Playboy, com 18, 19 e 20 anos. Foi difícil?

Sofri muito. Nossa, foi horrível!  Teve um dia em que desisti de tudo, parei e disse: ‘Não quero mais fotografar’. Botei minha roupa e fui embora, chorando que nem criança. Sofria também quando a revista saía (nas bancas).

Mas valeu a pena no final?

Achei que na época, sim. Mas não faria de novo.

Vamos falar de Cabaret. Money, money, money (trecho da música cantada no espetáculo) é muito importante na vida de uma pessoa?

É, mas não é tudo. Acho que o money, money, money tem que estar a seu serviço, e não o contrário. O dinheiro é uma energia que corre de você, tanto o dinheiro quanto a fama. São duas energias complexas e traidoras. Acho que quem estiver a serviço do dinheiro está fadado ao fracasso. Você precisa, sim, faz alguns trabalhos por causa dele, só que sua relação com o dinheiro deve ser saudável. A mesma coisa com a fama.

A Sally, sua personagem em Cabaret, sofre muito…

Você viu a peça?

Não, só vi o filme, com Liza Minelli.

Ih, mas a peça é muito pior. É mais angustiante. Foi tudo atenuado no filme porque foi o Bob Fosse quem dirigiu, e pela própria indústria cinematográfica. No cinema, Sally não é uma prostituta da pior qualidade, e sim uma cantora de cabaré; não é alcoólatra, enquanto na peça é totalmente viciada em gim. Na verdade, o cabaré é um buraco negro, junto com o Nazismo, que é muito forte naquele momento. Eles vão todos se afundando. E Sally acaba o espetáculo descabelada, toda borrada. Não tem glamour nenhum, como no filme.

E como é que você fica depois?

Exausta. Porque é uma personagem puxada, heavy.

Fica deprimida?

Não me deprime porque não sou uma pessoa adepta de levar a personagem pra casa, não sou doentinha a esse ponto de falar: ‘Ai, e agora o que faço com essa emoção?’. Chego em casa, tomo um banho de sal grosso – que a gente dorme e acorda diferente – e já foi! (risos). Outro dia, na gravação, estávamos comentando sobre o tráfico de bebês, que é uma coisa horrorosa. Eu não posso pensar com a cabeça da Claudia, tenho que pensar com a da Lívia pra poder sobreviver. Porque eu sou mãezona, amo bebês. A Lívia trata bebê como maçã, empurra com o pé a cesta onde ele está, coloca numa saca…  

É horrível como ela trata as pessoas. Bem diferente de você.

E a Wanda (Totia Meirelles)? A Wanda, na verdade, é a escrava da Lívia. Ela é tratada como lixo.

Aliás todo mundo, não?

É, mas a Wanda é o braço direito dela. Que, na verdade, ninguém é. Ela não confia em ninguém.

Deve ser terrível viver assim?

Eu nem me imagino. Quanto mais eu, que falo e brinco com todo mundo, me disponibilizo para as pessoas. Procurando manter sempre a energia positiva.

O que você acha que levou talentos como Judy Garland, a própria Liza, Elvis, Michael Jackson e tantos outros astros do showbiz à depressão, envolvimentos com drogas, destruição de suas carreiras?

Judy vem de uma criação horrorosa. Liza presenciou muita coisa ruim e acabou sendo afetada. Acho que tem a ver com o sucesso. Muitas vezes, a busca incansável por ele, sem limites.

E o medo do ostracismo?

Também, claro. Uma insegurança… Muitos se cobram demais. Começa aquela coisa de ‘tem que ter sempre energia’. Aí,toma um energético, um remédio pra dormir, um remédio pra acordar… ‘Tenho que ficar speed’ (ágil, com ânimo) e toma mais energético, e remédio, e bebidas. Uma pessoa que já é desequilibrada, que tem tendência à dependência química, vai embora… E acabam se perdendo grandes talentos.

Você acha que a carreira é datada? Em musicais, por exemplo, como dizia Marlene Dietrich, ‘chega a hora em que não dá mais para colocar pernas de fora’…

É datada, sim. E tem que dar uma reciclada. Quem fez isso lindamente foi Tony Ramos. Que é meu amigo e sempre foi galã. Ele nunca foi um homem deslumbrante de lindo, mas a gente falava: “Ai, meu Deus, como é lindinho!’. Era um lindo diferente. E de um talento à toda prova. Foi o galã da vez durante anos. Quando chegou aos 50, parou e pensou: ‘Pera aí, tenho que partir para novos personagens. Ou vou para personagens histriônicos e tipos, ou vou me ferrar’. Porque galã ele não seria mais. E se reciclou, se reinventou, de uma maneira tão profunda, original e verdadeira, que ficou ainda mais maravilhoso. A gente tem que pensar muito sobre isso. Porque tem um declínio, sim. Depois de uma certa idade, ninguém lhe chama mais pra fazer capa de revista, comercial… Se tiver sorte será chamada para ser a mãe, a avó.

E tem alternativa, além de se reciclar?

A gente que produz teatro, que produz suas próprias coisas, consolida uma carreira fora daqui, da televisão. Por exemplo, eu não fiz Guerra dos Sexos por causa do sucesso do Cabaret, e a Globo aceitou isso, porque pra ela também é bacana que eu esteja fazendo um projeto de tanta expressão. Entrei aqui (na Globo) aos 17 anos, praticamente um bebê. E adoro, não nego mesmo. Mas tenho que pensar que existe a minha vida fora daqui, no teatro, nos musicais.

Às vezes, cansa ser Claudia Raia?

Cansa! Nossa! Estar sempre incrível, magra, colocada, simpática, carismática, inteligente, cantando bem, dançando bem… Tem essa coisa de cansar, mas como sou muito alegre, muito positiva, fica mais fácil lidar com isso. E quando a nota não sai, penso: ‘Ah, que pena, ela quis compartilhar hoje’. E vamos em frente. Aí, entra a maturidade: ‘Não sou a Mulher Maravilha’. Não sou sempre incrível. Sou igual a todo mundo, gente!

É difícil manter a beleza e a forma?

Dá trabalho, mas a gente já percebe no HP uma ruga aqui (aponta para o rosto). Mas você acha que eu fico naquela preocupação louca? Nada… Olho no espelho e digo: “Ok! É isso que temos para oferecer hoje”. (risos). Hoje, aos 45, acho que sou melhor do que quando tinha 20.

E dá aquela vontade de colocar uma sandália rasteirinha, sair sem maquiagem, cabelo preso…

Na vida, geralmente, ando sem maquiagem, boto óculos, um gloss na boca, rabo de cavalo e vou. Mas estou sempre bem arrumada porque gosto. Não é para estar incrível para as pessoas. Eu gosto de estar assim! Mesmo que de rasteirinha. Agora as rasteirinhas e as sapatilhas têm estado muito na minha vida, porque que tenho um namorado que não é tão alto. Tenho que abaixar o tamanho do salto (risos).

Os amores da sua vida têm que acompanhar sua personalidade forte ou ficar um tom abaixo, serem mais tranquilos?

Não gosto de homem sem personalidade, não.

Você gosta de ser mandada?

Gosto, claro! Eu tenho um gaúcho do meu lado agora. Ele manda em mim. E manda muito bem.(risos) Sabe mandar: leonino e gaúcho…

E você faz a linha fofa?

Faço (risos).

Ninguém imagina você assim…

Sou mega mulherzinha! Meu maquiador do Cabaret diz: ‘Eu não acredito que você vai levar um cafezinho pro gaúcho! Você? A diva!’. Aí, eu falo: ‘Para com isso, Everton. Larga de ser bobo!’ (risos).

Já teve momento de querer deixar a carreira, parar com tudo?

Eu? Nunca! Parar? Essa palavra pra mim não existe. Já tive isso com a dança. Também, né? Já danço há 42 anos. Foi a época em que fui só bailarina, e comecei a trabalhar como atriz. Achei que poderia só atuar, mas parei durante dois meses, e tive a sensação de que me faltava o ar, meu corpo doía de não dançar. Outro dia, fazendo um aquecimento para o Cabaret, eu estava no meio, e disse; “Ah, não quero mais dançar. Não quero!’. Aí, o Jarbas falou: ‘Amor, vai pro camarim, toma um copinho d´água que daqui a pouco passa.’ Claro que não vou parar de dançar.

Você pensa em casar-se com Jarbas?

Ai… Não faz pergunta difícil! Fazemos a peça juntos, e onde um está, o outro também está. A gente já vive uma relação meio de casado. Estou amadurecendo a minha relação com ele. E as crianças gostam do Jarbas: ele é muito divertido.

E seu relacionamento com o Edson (Celulari) continua ótimo?

Continua. Foi uma trajetória linda, que cumpriu sua função lindamente. Um casamento de quase 17 anos! Agora somos amigos.

O que você faz para manter essa ótima forma?

Como horrores! Não paro, não consigo.(risos)

E a malhação?

Vamos lá: três vezes por semana ou quatro, uma no Rio, e as outras em São Paulo, porque o meu personal, Tonhão, mora lá. No meio disso entram o balé e o sapateado, Pelo menos duas vezes por semana. Antes de começar o espetáculo também. Hoje, por exemplo, vim gravar, hoje, já fiz duas aulas. E quando chegar em casa vou pular corda com o Enzo.

E a alimentação?

Estou com uma nutricionista, Alessandra Luglio. Com a dieta dela como sem parar. Carne vermelha não como muito pouco, porque me dá enxaqueca. Só por isso. Mas como de tudo, só que de três em três horas.

E doces, bebida alcoólica?

Não gosto de doces. Antes do Jarbas, eu não bebia nada, hoje tomo uma taça de champanhe de vez em quando. Aliás, o Jarbas é assim: se você der esse celular (mostra o aparelho dela), e alguém disser vai fazer bem, ele come. Não está nem aí. Não tem aquele prazer em comer. Eu tenho muito. (risos).

E a alcachofra da sua mãe? Sua perdição…

Como, claro! Adoro! Hoje comi um bacalhau feito por ela…

Você continua adepta do budismo?

Continuo. E com a minha guru, Cristina Fadul, que me introduziu no Budismo. É uma paranormal maravilhosa, me indica direções, o eixo… Ah, e a minha terapeuta. Mas não tomo ansiolíticos. Não gosto disso: remédio pra emagrecer, pra dormir… Sou muito ligada à vida saudável, à malhação, às boas energias.

Tudo isso fez de você esse mulherão, mas com uma alegria e energia de criança. Aliás, isso me faz lembrar da história da chupeta… Conta!

Você gosta, né?(risos). Bom, com 13 anos, fui fazer uma audição no Ballet Stagium e ganhei uma bolsa para estudar em Nova York. Depois de infernizar tanto a minha mãe, ela acabou me deixando ir. E lá fui eu, pegar o avião, de tailleur e com a minha chupeta.

Mas sua mãe não tentava tirá-la?

Tentava de todos os modos, mas não conseguia.

Poderia ter passado pimenta, como muita gente faz…

Ai,que horror! Isso é tortura! Cruzes! Mas, aí, quando apagou a luz do avião, eu comecei chupar a chupeta, que ficava escondida embaixo da gola do meu tailleur. Quando chegamos a Nova York, na pressa, saí do avião, achando que a chupeta estava na bolsa. Mas, depois, vi que tinha perdido. E nos Estados Unidos só tem aquelas ortodônticas, achatadinhas… Comprei uma, mas não gostei, e larguei. Imagina, em Nova York, sozinha, pensei: ‘Perdi tudo: minha mãe, minha família, minha chupeta… Agora tenho que crescer de qualquer maneira!’. E cresci! (risos).

______________________________________

 

MUDAR PARA CRESCER

 

Como vocês devem ter notado, ocorreram algumas mudanças aqui no blog, site, portal, ou como quer que se chame este espaço – o nome ainda – depende do meu estado de espírito e meu bom humor. Estamos tentando sair das franjas virtuais nas quais se abriga a maioria dos espaços que disputam o mesmo lugar que o nosso, e sabemos que o caminho para isso é abandonarmos cada vez mais o lado canhestro e amadorístico e nos tornarmos mais profissionais. É difícil, não só porque manter – e ampliar – a qualidade custa caro, mas também porque, mesmo sem falar dos financeiros, contamos com poucos recursos. Por enquanto, as modificações mais notáveis foram: a mudança de endereço – agora somos o www.asdigital.tv.br (mas tambem podemos ser encontrados no endereço antigo); a retirada de minha foto, com a consequente diminuição do espaço destinado ao meu nome; e a troca de cores, agora mais vivas e vibrantes. Só isso, perguntarão vocês? Não, ainda tem o mais importante. Vamos nos tornar cada vez mais ágeis, as postagens, desde que valha a pena, poderão ser trocadas a qualquer momento, e para agilizar ainda mais essa preocupação com a novidade e a notícia, teremos em breve uma sessão chamada “Último Segundo”, na qual um resumo das notícias que acabaram de sair do forno entrarão em forma de twitter. Tudo isso sem que percamos o nosso foco principal, que é a televisão e a família à qual ela pertence (ainda que como prima pobre): a da cultura. Se eu vou continuar escrevendo? Claro que sim, pois escrever é a única coisa que sei fazer, já faço muito bem e, em homenagem a vocês que nos prestigiam com vossa leitura, prometo fazer melhor ainda.

Aguinaldo Silva

editor-chefe

 

71 comentários

  1. Uma égua potranca que nem cumu essa mesmo ai do cláudias de raias, imaginem só não é , ora pois, todo macho que se preza, ou seja, que goste de mulher pra valer!, quer pegá-la de jeito, pra come-la inteirinha, dos pézinhos á cabeça. Sendo como é uma fruta das muito deliciosa, tipo assim, uma melancia bem doce, depois de devorar essa mesma dita-cuja todinha, é só cuspir o caroço.

  2. ESSA MULHER HEIN, JÁ PENSARAM BEM SELA TIVESSE ASSIM PELADONA DOS PÉS Á CABEÇA EM UMA PRAIA DE NATURALISMO, NÃO IA PRESTAR MESMO. SIM CLARO, CLÁUDIA RAIA EM PRAIA DE NUDISMO INTEIRAMENTE PELADA, ORA SÓ, VEJAM BEM, É CLARO QUE TODOS MACHOS IAM QUERER AGARRA-LA NAS MARRA!. VAI TOMA NOS OIO DE CUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!

  3. ESSA MULHER HEIN, JÁ PENSARAM BEM SELA TIVESSE ASSIM PELADONA DOS PÉS Á CABEÇA EM UMA PRAIA DE NATURALISMO, NÃO IA PRESTAR MESMO. SIM CLARO, CLÁUDIA RAIA EM PRAIA DE NUDISMO INTEIRAMENTE PELADA, ORA SÓ, VEJAM BEM, É CLARO QUE TODOS MACHOS IAM QUERER AGARRA-LA NAS MARRA!.

  4. Nossa gente!, essa mulher não existe, ela é um disbúndio fenomenal do grosso e comprido bilau!. Uma fruta das + deliciosas!, tipo assim, uma melância bem doce, irresistível pra valer mesmo!, daquelas que você come, come, come, não consiguindo tão cedo, parar de come-la, ela sim, a cláudia puta-raia!.

  5. Bom dia! Nivia Marine a Wanda foi presa.

  6. É isso aí, Aguinaldo! Evoluindo sempre!!! Parabéns! Ficou muito legal o novo site!

  7. Bobagens certas discursões, a novela não esta pegando , o público tem o direito de ver o que quer, e os criticos de respeitar todas as opiniões sem preconceito e nem ironia, assim como nós respeitarmos as opinioes deles sem baixos caloes,e com isso viva a diversidade do pensar e agir. Agora,o fato é mais que evidente, a história da maioria dos núcleos da novela até o momento é desiteressante assim como a interpretações de alguns do elenco principal,não passa verecidade com uma interpretaçoes artificial e over ,(desculpe – me a Cládia Rai que acho uma diva,mais os colegas acima que a critica tem razão, ela não nasceu pra fazer vilãn, pois esta é a 3 vilãn que a mesma faz e não empolga… mas encontra ponta partida se serve de consolo, você no humor Claudinha, e umas das melhores de sua geração.

  8. Bobagens certas discursões, que a novela não esta pegando o público isso é verdade, o público está ficando mais inteligente e classificando melhor o que quer ver, os criticos devem respeitar todas as opiniões sem acusações e menos prezo, assim como nós respeitarmos as opinioes deles sem baixarias nas palavras,e com isso,viva a diversidade. Agora,o fato é, está mais que evidente que estamos com uma novela até o momento com pocos recursos em sua história e nas atuações dos quem a fazem, está desiteressante o seu elenco principal, não passa verecidade em suas interpretaçoes e fica tudo artificial, muito over, (desculpe-me a Cládia Rai que acho uma diva mais parece que os colegunihas que a critica acima tem razão, ela não nasceu pra fazer vilãn, pois esta é a 3 vilãn que a mesma faz e não empolga… mas encontra partida se serve de consolação Claudinha, você no humor são como poucas de sua geração.Beijos a todos!!!

  9. Bobagens certas discursões, a novela não esta pecando e daí ? O povo tem o direito de ver o que quer, e os criticos de respeitar todas as opiniões assim como nós respeitarmos as opinioes deles,e viva a diversidade de pensar e agir. Agora,o fato é mais que evidente a novela até o momento é desiteressante assim como o seu elenco principal não passa verecidade com uma interpretaçoes artificias e over (desculpe-me a Cládia Rai que acho uma diva mais parece que as pessoinhas que a critica acima tem razão ela não nasceu pra fazer vilãn, pois esta é a 3 vilãn que a mesma faz e não empolga… mas encontra ponta Claudinha você no humor são como poucas de sua geração.

  10. O seu último comentário mim parece de revolta Lara, é fato de uma opinião da mairia a sua e da meia duzia (incluindo da a sua prima lá do Piauí, é menoria mesmo!) É criticos com uma rara exeção que é a sua, e o público em geral que clama em uma só voz a novela esta chata sem rumo perdida e que dita isso como a maior verdade é aquilo que seu patrão Aguinalso Silva sempre diz: a audiencia diz tudo, lebra quando criticavam a última novela dele e ele respodia: o que importa é que o povo está gostando e está dando audiencia e isso é que mostra se uma novela é boa ou não, assina Aguinaldo Silva. Elenco perdidinho e história djavú essa é agrande verdade de Salve ….

  11. Todo mundo, quase todos, que acham a novela chata e ruim demais e tem tempo de comentar aqui, no FB e no raio que o parta, escrevem detalhes, explicam pq eh chata ou ruim, quem devia sair e etc.

    Eh chata e ruim demais e continuam assistindo para saber dos detalhes e honestamente comentarem?
    Lemm o que as pessoas dizem de ruim e concordam, repetem, copiam, seguem?
    Era moda falar bem de AB, qdo a novela tinha momentos otimos, qdo a novela era mais ou menos e qdo era chata?
    Agora eh moda falar mal de SJ todo o tempo, independente do que passou?

    Minha prima do Piaui, of course, diria assim: eu me abro com essas coisas, ou seja, traduzindo

    Kakakakakakakaka

    Enfim, se sao felizes assim, que continuem.
    Opiniao serve pra tudo e pra nada, a minha, a dele, a dela e a de todos.

  12. Esta novela e chata e pronto!!! Cláudia Raia, Vera Ficher,Dira Paes,MAriana Rios,Neusa Borges, zezé estão simplismente péssima e isso é fato, quanto aos atores Antonio callone, o rapaz que faz seu filho,Dalto alguma coisa,Rodrigo Lobarde, Murilo Rosa entre outros estão igualmete péssimos, os demais alguns medianos.Elenco com alguns bons atores e atrizes mas em papéis erados e outros atores e atrizes são ruizinhso por natureza mesmo.

  13. A Cládia Raia é engraçada e disso ninguém pode duvidar agora de fato como vilãn acho ela bastante artificial que chega até ser engraçado, ela não consegue passar veracidade é uma atriz mediana nesta interpretaçao, acho a Totia bem mais convencente mais que também tem suas falahas conveniamos a novela toda tá errada é preciso rever muita coisa por lá.

  14. Lara, descupa mas ela como vilãn não convence nem uma cirança de 5 anos. Você ler outros blogs, saites ,revistas etc ? Pois lendo, veria que esta é a opinião da grande mairia com reijeiçao ao seu personagem e a sua interpretaçao, é tanto que nas pesquisa encomendada pela globo ela nem se quer foi citada e a Totia foi elogiada isto mostra que para nós ela tanto faz e não vai fazer a menor diferença se sair da novela, agora como falei fã e fã e defende seu com unhas e dentes que é o que você está fazendo e respeito, agora que ela como vilan nunca foi boa isso é fato querida…abraços.

  15. Flavia eh bom dizer a nossa verdade, ne nao?

    Voce nao aplaude a Raia de malvada e a considera boa na comedia. Normal.

    Eu tambem tenho a minha verdade.

    Por exemplo, gostei de quase todos os papeis comicosda Raia. Nao gostei dela como malvada em, afff se eu nao tiver trocando o nome da novela, nao gostei da malvada de Torre de Babel (e muita gente que admiro gostou).

    Gosto dela em SJ. Pra mim a Livia dh uma malvada oteema, a Claudia ta bem e, se eh correto o que fiquei sabendo, vai ficar ainda melhor pois vai ficar mais ruim zinsa em um crescente crivel e tb nao crivel (ainda bem, pois novelabnao eh documentario).

    Gloria Perez ne besta nao!
    Well, concordo que Gloria eh teimosa e poderia desde a esctita da novela ter eliminado alguns personagens chatuuuuuuus.
    Porem eu falar mal ou criticar quem eh teimosa (tendo talento, the litt.e big difference)? Na na nina nao!

    Quem nao for teimoso que atira as pedras. Tambem acharei normal.

    Eu que sou teimosa e meia e infelizmente nao tenho o talento e disciplina de dona Gloria, a criticaria por a e por b (proximo post, ou nao? Misteeeeeerio) mas nao por sua eventual teimosia – nem que a vaca sagrada indiana tussa e morra de pneumonia!

  16. Oi querida Simone,

    É verdade, “quando se balança a roseira o cheiro sobe”, e isso quando acontece, mais do que ninguém, você sabe que dá ibope. Para mim sacodem as roseiras aquelas pessoas que em alguns momentos de suas vidas não querem ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.

    Mas foi só uma opinião despretensiosa, longe de querer, ser eu o dono da verdade. Quando emprestamos a determinadas expressões um sentido figurado seu significado pode sugerir idéias que tomem vários sentidos a depender de quem ouve.

    Pode ser por exemplo, que eu veja em Joaquim Barbosa com sua implacável determinação, ou nas declarações de Pedro Cardoso sobre paparazzos, ou no conservadorismo intelectual de Luiz Pondé, ou na ironia de Arnaldo Jabor, ou na opção pelo socialismo de Thelma Guedes, “roseiras sacudidas”, e muitas pessoas não vejam. Em todo caso, sempre quem é capaz de nos surpreender (independente da sua ideollogia) do ponto de vista midiático é interessante. Algo tipo: “me diga algo que eu ainda não sei” (claro, essa frase, não é ao pé da letra, é no sentido de ‘sacudir a roseira’, mesmo, rsrs). Bjooo

  17. Descupa aos fãns da Cláudia Raia, mas ele foi e continua sendo péssima como vilãn, a vedrdade seja dita e que possamos separar as coisas, no humor ela arasa no drama e vilãn ela e horrivel.

  18. Gabriela, não tenho o menor problema em esperar: faz parte do meu trabalho. Inclusive, depois de horas e horas, o artista “esquecer” que tem uma repórter esperando por ele, e ir embora ou sair correndo para outro compromisso. Já esperei 12 horas (das 8h às 20h), nos estúdios da Cinédia, a pedido de uma atriz, que, no final das gravações, disse que só daria a entrevista pq eu havia esperado (ela contava que eu tivesse ido embora…rsrs). E como esse houve vários casos. Não tenho nenhum problema em relação a isso, contanto que, em algum momento, aconteça a entrevista. São ossos do ofício. Não sei o que vc faz, se for jornalismo, aí vai uma dica: nessa profissão, sem perseverança é muito difícil chegar aonde se quer e precisa. Bjs!!

  19. Lula, fiquei curiosa quando vc falou que o público quer ver gente que “sacode a roseira”. Até então eu só sabia da expressão com a denotação de usar as mãos pra balançar o pé de rosas, claro, e uma conotação, vinda do tempo da minha mãe, usada quando alguém soltava gases. Tentando ser discreta (rsrsrs), ela dizia: ‘Fulano balançou a roseira’. Na sua opinião, qual é a roseira que o público que ver sacodir??? Bjs

  20. aff Maria (2)
    aff maria, com código errado não foi. Com código certo também não foi (porém outros comentários com o código certo foram).

    Antes desse comentário, enviei dois (ou três?, kakakaak, tou com sonooooooo) comentários.

    Eita esqueci que esse troço sempre dá problema com outro esplorador que não seja o explorer!

    Moderador, per favore, libera meus comentários do Spam (se for o caso, eu já não sei mais nada, risos sonolentos) e desculpem as repetições involuntárias.

  21. aff maria, com código errado não foi. Com código certo também não foi (porém outros comentários com o código certo foram).

    Antes desse comentário, enviei dois (ou três?, kakakaak, tou com sonooooooo) comentários.

    Eita esqueci que esse troço sempre dá problema com outro esplorador que não seja o explorer!

    Moderador, per favore, libera meus comentários do Spam (se for o caso, eu já não sei mais nada, risos sonolentos) e desculpem as repetições involuntárias.

  22. Ache melhor escrever aqui, também, prumodeque é o post mais atual.

    Quero agradecer a todos que leram e gostaram do meu último texto sobre “Os miseráveis” e, em especial, aos que além de lerem e gostarem também tiveram tempo e oportunidade para escrever comentários positivos.

    Ahff tinha de dizer mais duas coisas e esqueci … de lembrar!

  23. Ah, apareceu. rsrsrssr. É a ansiedade….

  24. O site está lindo mesmo, mas o erro quanto à postagem de comentários continua.
    Mesmo digitando o código validador corretamente, aparece uma mensagem dizendo ser inválido e ao reenviar, dá que a mensagem já foi postada. a minha de hoje, nem apareceu lá no alto, tão logo a enviei, como antes acontecia. Tem que passar pela moderação antes?

  25. Faz alguns dias que não entro neste site, por falta de tempo; mas que grata surpresa tive hoje ao visualizá-lo de cara totalmente nova. Sumiu aquela cor escura que o deixava com ar pesado. Esta mestá muito melhor, mais bonita, mais atraente, mais tudo.
    Parabéns aos idealizadores e construtores de de tudo isso que nos deixa mais … felizes?

  26. Esperar 6 horas só mesmo com muitos e bons encontros, né Simone? Mas o resultado é bom, logo, missão cumprida outra vez.
    Uma coisa que acho admirável na Claudia Raia é a disciplina. Mais do que beleza ou um talento extraordinário, penso que ela seja vocacionada e dedicada ao seu ofício, buscando um aprimoramento nas várias possibilidades de expressão como atriz.
    Lembro de tê-la visto flanando pelos corredores da Bloch Editores. Ela usava um vestido rosa, do tipo super pink. Não era curto, mas de um tecido que aderia bem ao corpo e ela tinha (e tem) um corpão, distribuído generosamente pelos seus muitos centímetros de altura. As redações eram todas de vidro, como se fossem aquários sucessivos e, enquanto ela passava pelo corredor, a homarada babava. E ela só no salto 15, poderosérrima.
    Acho que ela soube tirar bom proveito do tempo. Ficou mais bonita e se cercou de profissionais que souberam ressaltar o que ela tinha de melhor, como se pode ver nas fotos do Sr. Patrício.
    Outra coisa boa é ler que ela está usando mais rasteirinha, para não ficar mais alta que o namorado. A coisa em si pode não fazer diferença, pois ninguém vai se importar com o fato dela ser mais alta ou mais baixa. O que acho interessante é a postura de uma mulher segura e amorosa. Se fosse para fazer um contraponto, citaria a Luciana Gimenez, que acentua sua altura usando um saltos altíssimos , que deixam o marido e patrão parecendo um gnomo.
    Não sei se a minha leitura é certa ou se vejo muitas entrelinhas nas coisas, mas noto nesse detalhe a diferença entre alguém que trabalhou e estudou para ocupar o lugar que ocupa e quem não fez sequer a lição de casa.

  27. Aguinaldo, passa no meu blog e veja o que a Mona Lisa tá segunrando. Aproveita e responda a pergunta.hehehe

    Espero que goste da brincadeira das fotos montagens.

    http://arrieguabrasil.blogspot.com.br/2012/12/como-seria.html

    Abraços.

  28. Morreu Niemeyer.

  29. Votação-relâmpago na Câmara aprova teto de R$ 28 mil para funcionalismo público

    Casa aprovou nove projetos que garantem reajustes de 5% em 2013 aos ministros do STF, aos procuradores do Ministério Público da União e a servidores do Executivo e do Judiciário

  30. Acessei o portal e levei um susto, pensei – esses computadores de lan house são todos “bichados” até mudou as cores do portal. Ficou bem legal, vai ser mais profissional, isso é muito bom, mas não abandona a gente não Aguinaldo.
    Ah, agora vou voltar a comentar assiduamente, é que graças a Deus, e ao meu grande esforço acabei meu curso já apresentei TCC e vou ficar um pouco mais livre, hoje foi minha colação de grau do programa de bolsistas, ainda terei outra. Agora também comecei a correr atrás de um sonho antigo, me inscrevi num curso de teatro, é concorridíssimo, ainda vou participar da seleção é de uma escola técnica na capital aqui do ES. Estou com ótimas expectativas para 2013, espero que seja um ano maravilhosos para todos nós.

    Beijos da comentarista “sumida” que adora esse portal.

  31. Eita!!!!!
    Eita!!!!!
    Eita!!!!!

    Hoje deu para matar um pouco da Saudade de uma certa qualidade que a Tv já não tem mais, masssssssss.
    Hoje a Diva Maria Altiva Pedreira de Mendonça e Albuquerque deu o ar de sua graça hoje no VIDEO SHOW. Ai!!!!!!! Meu Deus que maravilha.
    Eitaaaaaaaaaa!!!!!!!!!! A Eva Wilma como ela é Diva.
    Ela a nossa VIVINHA esta a fazer um comercial de fim de ano de uma famosa rede de fármacias, não sei se ela é nacional ou só aqui do Nordeste, o comercial é sobre brinquedos e fala sobre a fantasia das crianças. É lindo mesmo o comercial, ela em cena brincando depois aparece na idade atual em cena sendo aplaudida.
    A Eva Wilma também falou de suas cenas inesqueciveis na trama. Gostei bastante da cena em que ela esta a durmir na praça e começa a brigar com o cachorro e na cena MAESTRAL em que ela morre vira fumaça e diz que irá volta…
    … E voltou na pele da não menos Diva Tia Iris!!!
    Saudades eternas de FINA DESLUMBRANTE ESTAMPA.
    SAUDADES ETERNAS DE TEREZA DIVONICA CRISTINA.
    SAUDADES ETERNAS DA MÃE DE TODAS AS BICHAS NAZARÉ TEDESCO!!!
    Eu era bem criança quando A INDOMADA passou pela primeira vez e infelizmente eu lembro pouca coisa da trama é uma pena.
    Ah!!!! O realismo fantástico que tudooooooooo.
    Perfeita a ideia da trama a MULHER INDOMADA que vençe tudooooo, passa por cima de tudo.
    E o que falar da nossa Scarleth Williames Mackienzy Pitiguary???????
    Que maravilha!!!!!!!!!!!!
    Perfeitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!
    E a mania obscessiva de fazer sexo ou NHÃ NHÃ como ela mesma dizia???
    Esse NHÃ NHÃ fez tanto sucesso que virou até tema de forró e foi um MEGA SUCESSO aqui no Nordeste.
    Eita!!!!!!! Uma pena mesmo a Luiza Tomé ter saido da DONA GLOBO e nunca mais ter feito uma trama de nosso Aguinaldão.
    Nem vou falar de ROSA PALMEIRÃOOOOOOOOOO!!!!!!!!
    Eitaaaaaaaaaaa!!!!!!!!! Que DIVONICA!!!
    Eitaaaaaaaaaaaa!!!!!!!! Que saudades!!!

  32. Aguinaldão eu gostaria de fazer uma pergunta.

    Estou assistindo a novela que é considerada um grande sucesso. A novela é Renascer. Esse foi o melhor folhetim do Benedito.

    A trama gira em torno de um pacto com o mítico Diabo. Eu já havia esquecido as tramas mas revendo eu percebo o conteúdo pesado que circula toda história. É filho desprezado por pai, pai que rouba a mulher do filho, prostitutas, hermafroditas, drogas… Sem dúvida é a novela que mais utilizou de temas pesados.

    O que eu quero perguntar é o seguinte:

    Por quê todos os atores que fizeram essa novela não conseguiram mais sucesso em sua jornada como atores? Alguns fizeram uma ou duas novelas mas personagens marcantes nenhum. Será que tem a ver com o pacto do coisa ruim?

    E outra pergunta, o Bendito junto com a Glória participaram de uma reunião com a Unicef onde a organização pedia para os autores colocaram temas para ajudar a população. Você não participou dessa reunião na época?

    Se puder responder ficarei agradecida.

    Seu espaço esta ótimo.

  33. O nosso espaço ficou ainda mais atraente… AZUL é minha cor predileta… tdo de mais belo é azul: o céu, o mar… não nasci com o “sangue azul”… se bem que o vermelho sangue é também muito atraente!!! Mas nada é mais bonito do que o AZUL… azul da cor do mar. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Abraços!

  34. E o portal mudou de tonalidades. Ficou azul clarinho! Quando abri achei que a minha máquina tinha estragado, mas logo li a mensagem do Aguinaldo sobre as mudanças.

    Mas eu acho que o portal está muito bom mesmo! As entrevistas, assim como as fotos dos artistas, estão MA-RA-VI-LHO-SAS. Adoro saber o quê o entrevistado pensa, como ele vê a vida, como é seu dia a dia. E o legal é que não são apenas pessoas da mídia que são entrevistadas. Mas adoraria ler uma entrevista como, por exemplo, Joana Fom (por onde anda?), Nathália Timberg, Ary Fontoura, Eva Wilma. Ficam aí algumas sugestões de pauta.

    Sem falar que os colaboradores, Lara, Virgílio, Davi, André, e agora o Silvestre trazem assuntos os mais variados possíveis, tornando o espaço algo sempre de vanguarda!

    Bye bye.

  35. Boa tarde, portal.

    Nossa, adoro a Cláudia Raia, e vi tudo que ela fez desde que estreou lá em “Roque Santeiro”, trama do Aguinaldo Silva, ao lado da Isis de Oliveira.

    É uma atriz sem comentários. Faz drama, comédia, musical, enfim, é multifacetada. Está arrasando em “Salve Jorge”.

    Gostei das personagens dela especialmente em “A Favorita”, “Sassaricando”, “Ti ti ti”, “Torre de Babel” e “Deus nos Acuda”

    E esta entrevista da Simone me passou muita verdade. A Cláudia não é só uma das nossas maiores atrizes, é uma pessoa com opiniões muito conscientes. Sempre acho ela nas entrevistas muito consistente, muito real, muito equilibrada, muito preocupada com seu público.

    A atriz pode ser quem ela quiser na televisão e nos palcos, mas nunca deixa de ser sempre, na vida real, a mesma menina meiga, filha da D. Odete. É uma criança grande e amada pelo Brasil inteiro!

    E Que linda amizade da Cláudia pelo Gianecchini, que o Brasil inteiro conheceu no último Domingo através do “Fantástico”. Ela acompanhou ele nos momentos mais difíceis. Amizade assim é uma em 1000. É algo que toca mesmo!

    E a Cláudia é uma das atrizes que está roubando a cena nesta novela maravilhosa da Glória Perez!

  36. Aguinaldo,

    Parabéns palas mudanças. Tenho certeza que o ASD será mais sucesso ainda do que já o é.

    Assim como você, \"não vai pensar besteira\",hehehehe, estou falando em termo de evoluir na forma de mídia.

    Estou concluindo um site fora do padrão blogger. Logo,logo te passo o link, de antemão te peço autorização para colocar um banner do ASD.Valeu.

    Simone: gostei da entrevista. Tudo bem, a Cláudia Raia é um espetáculo,inteligente,apetitosa,etc,etc.

    Entretanto, a entrevista só terá sucesso se o entrevistador for de alta qualidade, esse é seu caso.

    Parabéns.

  37. Aguinaldo,

    Parabéns palas mudanças. Tenho certeza que o ASD será mais sucesso ainda do que já o é.

    Assim como você, “não vai pensar besteira”,hehehehe, estou falando em termo de evoluir na forma de mídia.

    Estou concluindo um site fora do padrão blogger. Logo,logo te passo o link, de antemão te peço autorização para colocar um banner do ASD.Valeu.

    Simone: gostei da entrevista. Tudo bem, a Cláudia Raia é um espetáculo,inteligente,apetitosa,etc,etc.

    Entretanto, a entrevista só terá sucesso se o entrevistador for de alta qualidade, esse é seu caso.

    Parabéns.

  38. Conhecer o processo criativo e o pensamento artístico de atrizes e atores para mim é sempre uma delícia!! Adoro este aspecto das entrevistas da Simone! Eu venho pra ler só um pouquinho,mas é impossível não ir até o fim!!!

    Na entrevista da Cláudia Raia, o grande destaque, a grande lição para mim é a necessidade/obrigatoriedade que o ator tem de estar em constante preparação, alimentando, fortalecendo, reformulando seu instrumento de trabalho, que é ele próprio!!! Tenho muita vontade de assistir Cláudia Raia em cena!!! Ela tem um preparo de atriz completa, sabendo dançar, cantar e interpretar! Esta visão do ator como um artista que precisa estar preparado nas três áreas é algo recente no Brasil. Mas felizmente esta consciência está se fortalecendo!!!

    Bom,não vou ser muito prolixo hoje!rs. A entrevista boa leva a uma questão que leva a outra e outra e outra!! Mais um belo trabalho, Simone e Patrício!!!

    E gostei muito da nova cara do site!!!! Traz uma modernidade e um aspecto mais clean que conseguiu deixar tudo ainda mais expressivo!!! Aposto que a tendência é de fato o site crescer cada vez mais!!!

    Desculpe o abuso de palpiteiro, Aguinaldo, mas aproveitando a fase de mudanças e novas apostas e esta entrevista da Cláudia Raia, tomo a liberdade de sugerir aqui neste espaço uma “área” para que se fale também de teatro, aumentando ainda mais o alcance cultural do site!Você tem uma ferramenta incrível, um público fiel e postagens de repercussão…que tal estimular, aguçar essa curiosidade em relação ao teatro, casa primeira (mas não necessariamente melhor deixo claro) de muitos dos grandes atores de nossa TV e dos entrevistados deste espaço: que tal uma matéria sobre Cabaret ou maria do Caritó, com a Lilia Cabral? Acompanhamento de bastidores ou críticas no estilo das de Lara, sem despeito e protencionismos!

    Enfim, só um palpite!

    Ah, algo que ficou bem bacana também foi a alternância das cores dos comentários…fica mais fácil pra ler, dando destaque maior a todos (devido a alternância de cores)!!

  39. Gostei muito do azul,a minha cor preferida.

    Nao gostei do amarelo la em cima.Problema meu,ne’ nao? (risos)

    Depende,pode ser ou nao.

  40. Nao morro de amores por Claudia Raia,mas reconheco seu talento.

    O’tima entrevista,feita ”in locus”,no olho do furacao,mostrando o profissionalismo gabaritado da jornalista.

    Parabens a Simone e ao Patricio!

  41. E’ isso ai Aguinaldao! PARABENS!

    Tive o privilegio de estar presente no lancamento do ASD ha dois anos e isso me enche de honra e orgulho.

    E’ muito bacana tambem acompanhar a manifestacao de seu espirito empreendedor produzindo simultaneamente em varias frentes: portal,restaurantes,roteiros,concursos,etcs.

    Vc e’ um exemplo e tanto para todos nos!

    Vida longa a vc meu querido!

  42. Aguinaldo, qual é o toque do seu celular ?

  43. Simone Magalhães, vou ser curto (grosso eu nunca sou): gosto muito do modo que você entrevista, suas entrevistas estão para este portal, como o espaço nobre da revista Veja – as páginas amarelas – . Não vejo problema no tamanho das entrevistas, como algumas pessoas andaram reclamando. Como todo programa de entrevista, o sucesso depende muito de quem é entrevistado, do momento que ele vive, e muitas vezes do que ele tem a nos dizer. Acho apenas que vez ou outra, o público quer vê, gente que “sacode a roseira”.

  44. Mesmo comprometido com a entrega de vários roteiros para a tv e o cinema, Aguinaldo Silva ainda acha tempo para comandar uma empreitada como webwriter e produtor de conteúdo online. Como ele faz o “milagre do tempo” funcionar, sinceramente não sei. Organizar um portal não é fácil.

    Fazê-lo crescer então, requer o desenvolvimento de estratégias de comunicação virtual e projetos especiais de cross media, que demandam tempo e feeling empresarial. Isso é pegar no batente todo dia.

    Não tenho uma opinião formada sobre a readequação do layout deste portal. Mas gosto quando o Editor-chefe aponta que o foco principal do portal , é a televisão e a família à qual ela pertence, a cultura. E gosto mais ainda quando ele diz, que em breve vai passar atualizá-lo diariamente com notas curtas e quentes. Dois pontos muito importantes para o crescimento deste portal.

    Hoje o ASD contempla algumas frentes de universos não muito bem definidas. Com entrevistas (esta sim, tem um linha editorial clara), e abordagens de temas como moda, eventos, política, literatura, cinema, tv (muito pouco), etc. Acho que se faz necessário uma reestruturação nos chamados “conteúdos verticais. São eles as ferramentas que constroem um real relacionamento com quem quer consumir informação específica e também ‘conosco’. ‘Conosco’ sou eu, Kátia, André, Lara, Petrucelli, Mourão, Gabriela, Guto, Kbção, Ganso, Rodrigo, Ludilene, e tantos outros. Só que formamos um clube de amantes. Amamos não apenas o dono do portal, amamos os colaboradores, amamos os comentaristas. Amamos este portal.

    Se este portal tiver como finalidade elevar a sua média de visitantes únicos por mês (não ser apenas um clube de apaixonados), ele terá que rever seu projeto editorial. Não se trata de mudar o time de colaboradores (não é isso que estou dizendo, peloamordedeus), mas de se trabalhar mais estrategicamente, focado para um publico internauta de interesse específico.

    No portal ASD não há box editoriais tematizados (ex: moda, tv, literatura, gastronomia, cinema, etc ), sua estratégia editorial é personificada. Muitos colaboradores escrevem de modo transversal sobre temas diversos. E aí me perdoem todos, mas só Aguinaldo Silva é uma “marca ” capaz de passear por várias áreas e atrair o interesse de quem busca informação. De toda forma, é arriscado afirmar aqui qual seria a melhor estratégia para posicionar os artigos dos colaboradores, melhor seria debater com uma boa consultoria. Gostaria de exemplificar aqui alguns ‘cases’ – de conhecimento público – de sites que saltaram da média de míseros 40 acessos únicos por mês para 70 mil visitantes únicos por mês em 6 meses, mas é uma linguagem técnica e extensiva demais, imprópria para este espaço.

    Pra finalizar, já disse aqui uma vez e reitero: Aguinaldo Silva é uma ‘marca’ muito forte e carismática. Não sei qual a empresa que desenvolveu o seu site, nem a que dá a este portal consultoria em estratégias de comunicação virtual (pageviews por mês). Sei que existem ótimas, atuando no mercado na estratégia de marketing do cliente para aumentar a presença da marca por meio de conteúdo/ações personalizadas e com isso trazer “hotsites” específicos, que nada mais são do que lançamento de produtos pontuais, ou seja: dinheiro, patrocínio, financiamento.

    Fazendo coro: longa vida ao Aguinaldo Silva Digital!

  45. Alo meu povo!

    Mudanças no portal…
    Já tava na hora né Aguinalds! Aquela cor de burro quando gorfa de fundo não vai fazer falta nenhuma.
    Ainda que poucas, as mudanças ficaram muito boas e o site/blog/portal/sejaláoquefor muito mais alegre.
    Mas que não pare por aí…

    Cláudia Raia…
    Ahhhh Simone que é isso heim!!!! Qué mata papai????
    Cláudia pra mim é musa, mito, folclore. Habita meus pensamentos desde quando muleque, eu me trancava no banheiro com a sua playboy.
    Crescendo, fui vendo além de um belo corpo. Conheci seu talento, sua capacidade de interpretar, sua grandeza como atriz.
    Ela é uma daquelas mulheres que tenho vontade de sentar do lado e bater um papo, olhar no olho, cheirar o cangote….
    E com essa entrevista, me senti realizando o primeiro ato citado acima!!
    Obrigado Simone e Patrício pelo presente!

    Arabastéia!

  46. Aguinaldo, ficou bom e bonito sim, e profissional também. Parabéns e vida longa.

  47. Parabéns!!!!!

  48. LA RAIA é incrivel. Uma atriz que tem visão e não se limitou aos personagens da TV.lINDA!!!
    Parabéns Simone!

  49. Vida longa ao novo site!
    Muito bom!!!

  50. PS inacreditavel

    Hoje eu acordei as 5 e meia da madrugada, horario paraguaio. E de bom humor!
    Cruzes!
    Sera que o mundo vai mesmo acabar como disseram os maias?

  51. By the way, falando em autores, autores novos e coisa e tal, lembrei que o seriado novo vem ai em 2013, ne?

    Entonces, se for possivel (visto que Dona Globo tem la seus regulamentos e regras), uma entrevista coma Megg e o Brunno, que estao escrevendo o seriado com o Aguinaldo, tambem seria very demasiado mucho interessante.

  52. Primeiro minhas desculpas pela intromissao, mesmo porque ninguem fica sugerindo sobre o que eu poderia escrever, ne nao?

    APOIS, desculpas pedidas por antecipacao e ja posso passar para a fase 2, Lara a intrometida.

    Que tal um presente de Natal? Uma entrevista com o Aguinaldissimo? Well, se o homi continuar nas Zoropa, risos rabugentos, a Simone podia entrevistar por Skype ou por email, ou alguem filmava o homi em Lisboa (ou onde diacho essa criatura viajadona estiver) e nesse caso teriamos uma videoentrevista.

    Ah e bem que o povo do portal, comentaristas (eu incluida, OF COURSE) poderiamos enviar perguntinhas, perguntonas e perguntas para o lindao de Carpina, ne nao?

    Outros que adoraria ver entrevistados (desculpas nro 2 Simone pela intromissao) seria a talentosa dupla de autores de CHEIAS DE CHARME.

  53. Adorei o novo visual (fui pego de surpresa!), as cores ficaram mais agradáveis. A pegada que o site vai ter, ainda mais voltada para o jornalismo, é muito atraente. Estou animado com o novo AS Digital!

    Simone, parabéns: é chover no molhado, mas suas entrevistas são fantásticas! E Patrício, como sempre, garante fotos maravilhosas!

    Agora… a Claudia Raia. Como é linda essa mulher! Além de ser uma atriz talentosíssima e cheia de recursos, tem uma beleza pra lá de sofisticada, que exala inteligência, exuberância, maturidade, segurança. Tem ar de doutora e beleza de modelo. E, como se diz no popular, “naonde” ela aparenta ter 45 anos?! Não parece nem que chegou aos 40! Já falei que ela é linda?

    Parabéns a todos por esse post! 🙂

  54. No Brasil, existem atrizes e atores que dão conta de qualquer papel que estiverem fazendo. Claudia Raia, é sem dúvida, uma delas.
    No teatro, é impressionante o ritmo que ela tem e o timing certeiro da comédia.
    Após a sofrida Donatela, de A Favorita e sua atual vilã, seria magistral vê-la fazendo comédia.

    Patrício e Simone, sempre com um trabalho digno de repetidos parabéns!!

    E que as mudanças do asdigital, tornem esse espaço ainda mais agradável.
    Uma sugestão- mesmo sabendo que vc está lotado de tanto trabalho mas, se puder passar uns 5 minutos por aqui, Aguinaldo, interagindo mais, respondendo mais, será muito positivo.
    Vc é uma Figura que faz diferença e entende pá karamba do riscado da televisão. Sem falar nas tiradas sensacionais que vc sempre tem em suas respostas. Sentimos sua falta, seu cabra da peste!

  55. SIMONE E PATRÍCIO

    A sensibilidade com que escreve, sem perder a apuração digna (gravador, caderno e caneta em punho) além do olhar atento, que dispensa o “tiete” e o vislumbre, me faz pensar numa profissional pé no chão, que entende a realidade do outro com a pureza e a sensibilidade que enriquece, sem a realidade e a clareza necessária. As fotos nos tornam próximos do entrevistado, revelado em detalhes. São mãos, pés, olhos e boca que traduzem parte do todo no qual se materializa o personagem. Tenho orgulho em saber que faço um curso [jornalismo] que ainda não perdeu sua razão de ser e caiu na mesmice e na cri-crítica. Parabéns ao Patrício pelas fotos. Estão ótimas e muito bem casadas com o conteúdo. Forte abraço e sucesso nos próximos trabalhos.

    Léo

  56. Quanto à Cláudia Raia, ainda não li a entrevista. Vou lê-la com a devida calma, depois. Mas de antemão, ao ver as fotos do Moderador, deu para confirmar que ela é aquele tipo de mulher que só fica mais bonita com o passar dos anos. Quer porte, que elegância! Aliás, vendo ela me lembro , com todo respeito, de uma frase que a Sigourney Weaver disse uma vez:”Se eu não fosse famosa, todo mundo acharia que eu sou travesti!”. Cláudia Raia é um mulherão, deve chamar muita atenção ao vivo. Esse tipo de mulher, no mais das vezes, costuma ser feio, tanto é que eu o apelido de “Transamazônica” (pois é grande é mal acabado, como a famosa rodovia). Porém, é claro, esse não é o caso de Cláudia Raia, que é alta, elegante, bonita e, apesar do trocadilho batido, uma “grande atriz” (do tipo que tem os que os americanos chamam de “star quality”, ou seja, que dança, canta e atua bem, qualidades raras de se achar num artista brasileiro).

  57. Que bacana ver mais essa mudança de layout do Blogão, Portalão, ou seja lá o nome que ele tem agora. Lembro-me ainda do primeiro visual, nos tempos do Bloglog. O blog, àquela época, já tinha um estilo bem diferente dos demais. O Aguinaldo sempre deu muita atenção ao espaço, ao contrário de outros blogueiros famosos que praticamente não atualizavam seus sites, e jamais conversavam com os comentaristas. Não é à toa que a sede da nossa confraria, cada vez mais, está se tornando um referencial virtual quando o assunto é televisão e cultura. Que o Portalão continue sempre mudando, crescendo, e se tornando cada vez melhor — sem nunca perder a sua essência, que é justamente a interação colaboradores/comentaristas!

  58. Lara, esperar no Projac (onde foi realizada a entrevista), pra mim, é diversão. Revejo amigos, colegas de profissão… Tive um reencontro lindo com Fátima Bernardes, colega de início de carreira, no jornal O Globo. Colocamos – um pouquinho – a conversa em dia, além de contatar outros artistas importantes para o meu trabalho. Em resumo: AMO MUITO TUDO ISSO!!!rsrsrs

  59. Simone,

    Gostei bastante da entrevista. A Claudia é uma das grandes atrizes brasileiras que temos em atividade. Ela é completa: canta, dança, interpreta e, melhor que isso: convence.
    Gostei da grande maioria de suas personagens, mas, em especial da Jaqueline, de Ti Ti Ti. Não vejo essa novela sem a participação dela. Nela, Claudia fez de tudo e ela mesmo declarou que foi um papel importantíssimo e essencial porque estava atravessando uma fase difícil: o fim do casamento com o ator Edson Celulari, por isso, ela se rendeu às loucuras de Maria Adelaide Amaral e Vicenti Villari e à direção do Jorge Fernando.
    Outra atuação que merece destaque foi em Engraçadinha. Ela interpretou magistralmente a protagonista rodriguiana. Infelizmente, ainda não tive o prazer de vê-la em cena no teatro, mas queri muito. Deve ser emocionante!!
    Sua Lívia tem tudo para crescer e acho que tem lógica a declaração dela que a personagem está numa linha ascendente. As vilãs assim acabam ficando mais críveis.
    Vida longa, Claudia!!! O Brasil se rende ao seu talento.

  60. Nossa, que entrevista gostosa. A Cláudia é mesmo um mulherão na total acepção da palavra. Adoro ela.

    Parabéns, Simone e Patrício.

  61. Já volto para comentar a entrevista da Simone, pois amo a Claudia Raia, mas, agora, quero parabenizar ao Aguinaldo pelas mudanças constantes no ASD. Está ficando cada dia melhor. Bem, sou suspeito para falar desse espaço porque ele faz parte do meu vício diário.
    Ameiiii o azul de fundo (porque é minha cor preferida). Só não gostei muito do amarelo no topo da página, mas isso é uma questão pessoal e talvez falta de costume com as novas cores, mas o azul deu um toque especial ao portal. Ficou bem mais leve!!

  62. Nossa,tomei um susto tão forte, que até sai e entrei no site novamente, pra ver se estava no lugar certo………kakakak………

    Gostei, tava na hora de dar uma mudada mesmo no visual. Aquele já estava meio monótono.

  63. Ps falando baixinho
    Eutambemadorosermandadaadoroomaridocomcarademalvadoemandandoemmim, risos.
    Mesmo que depois eu termine fazendo o contrario, mais risos.

  64. Agora sobre a entrevista.

    Simone, 6 horas esperando?
    Eita ferro!
    Mas faz parte dessa tua profissao que tu ama, ne nao?
    Mas igual, haja paciencia!
    Tu ja leu 50 tons de cinza? Nesses momentos de espera, leva um livrinho pra animar e passar o tempo

    E a entrevista esta otima. Certamente sera comentada no mundo virtual.

  65. Eu, que normalmente adoro mudancas, novidades, amei as mudancas do Portal Silva. Achei bonito o azul de fundo e coisa e tal.

    Sobre a foto do Aguinaldo, entendo a ideia de alavancar o profissionalismo e blablabla. Entendi mas se o Aguinaldissimo mudar de ideia, risos, tem meu total apoio para recolocar a foto. Melhor, as fotos, mudaria a foto tipo toda semana.

    Ah e o nome do Brasileirissimo la em cima me deu fome e uma vontade danada de conhece Portugal. Well, quem sabe em 2014, ou antes.

  66. Gente… to impressionado com a qualidade da nova identidade visual deste espaço.

    Aguinaldo.. ficou lindo!
    parabéns a todos os envolvidos.
    Estou voltando agora com força total para comentar (e muito) todos os posts.

    Que bacana… Dá aquele tom de orgulho como se, de uma forma ou de outra, a gente se sentisse parte do processo de construção deste espaço.

    Vida longa ao blog e cada vez mais sucesso Aguinaldo.

    Ps: Aguinaldo querido, em breve vou precisar de mais uma forcinha. È que estou em processo inicial do meu TCC (trabalho de conclusão de curso). E, é claro, escolhi como tema a televisão. Mais especificamente a novela “Senhora do Destino”, com base na sua relação com o jornalismo. Posso passar um e-mail depois sobre?

    Beijão em todos!!

    volto pra comentar logo!

  67. Uma vez eu li uma entrevista do Aguinaldo na qual ele dizia que, quando viu a Cláudia Raia a primeira vez, pensou que ela era um travesti. Mas eu acho ela muito feminina, só é grandona, mulher brasileira em geral é mais mignon. Ela está muito bem nessa novela, já vi que ela vai aprontar muito com a coitadinha da Morena. Mas por favor, depois do Festival de Sangue que foi Avenida Brasil, espero que a Glória Perez seja mais sutil.

  68. Achei o ambiente da entrevista muito pobre: foi na casa da Cláudia? Ela tem um cabeleireiro 24 horas por dia, é isso? Estrela é estrela, eu adoro ela. E ela não tem papas na língua, fala tudo e que se dane. Adorei.

  69. Mudança mesmo não teve, só lá em cima e na cor. Mas ficou mais bonito sem dúvida, cores mais alegres, e sem aquela foto do Aguinaldo, que ninguém aguentava mais. Quanto à entrevista, vou ter que tirar o chapéu: essa eu li com o maior interesse, estava senscional.

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Security Code: