NÃO TEM TU, VAI TU MESMO!

» Públicado por em fev 10, 2013 | 113 comentários

 

CRÔ ARRASA NO SAMBÓDROMO!

Desde que Giovanni Improtta (Senhora do Destino) adentrou a Marquês de Sapucaí e fez a multidão unânime gritar seu nome não se via nada igual no sambódromo. Mas ontem Marcelo Serrado e os membros da bateria da Unidos de São Clemente, todos com Crodoaldo Valério incorporado, conseguiram repetir o feito. O sambódromo inteiro gritava “Crô, Crô”, enquanto o próprio, multiplicado por cem desfilava e dava pinta à vontade. Vejam abaixo as fotos de Francisco Patrício tiradas no calor da hora (e bota calor da hora nisso) diretamente do camarote da Grande Rio.

 

__________________________________________________

Como vocês já devem estar mortos de saber, eu sou inteiramente low profile, discretíssimo, detesto aparecer. Mas de vez em quando,  aliás, muitíssimo de vez em quando mermo, abro uma exceção. Aconteceu agora, quando nosso colaborador André Luis Cia me pediu que desse uma entrevista para um jornal de São Paulo. Após relutar muito, concordei, a entrevista foi feita e publicada… E eu a achei tão boa que – contrariando meus rígidos princípios morais segundo os quais não devo ser jamais um sujeito “exibido” ou uma celebridade fácil – resolvi republicá-la aqui, já que Simone Magalhães, nossa entrevistadora oficial e foliã emérita, esta semana resolveu tirar uma folga carnavalesca. É a que se segue. E sua riqueza de detalhes me permite afirmar: sendo eu uma pessoa tão zelosa de sua vida pessoal, tantas informações André Luís Cia conseguiu arrancar de mim que não resta a menor dúvida – ele é um grande entrevistador.

(Aguinaldo Silva)

entrevista de: André Luis Cia

fotos: Fco. Patrício

_______________________

HIGHLIGHTS 

Aguinaldo Silva é o único autor que escreveu somente novelas para a faixa das 21 horas. Ele diz que odeia essa onda de remakes porque cada novela tem sua época. De todas suas obras na TV, “Senhora do Destino”, recordista de audiência do milênio (há 13 anos), foi a que lhe deu mais prazer. Por outro lado, “Suave Veneno” rendeu algumas tristezas, mas garante que saiu feliz pelo dever cumprido. A cena de “Pedra sobre Pedra”, na qual Sérgio Cabeleira (Osmar Prado) se deixa levar pela lua é a sua preferida. Da galeria de personagens especiais, cita a Zenilda, de “A Indomada”, a Nazaré, de Senhora do Destino, e a Heleninha, de “Vale Tudo”. “Gosto de Renata Sorrah, pois foi ela quem deu vida a todas estas mulheres”. Tem desejo de trabalhar com o ator Tony Ramos, pois já trabalhou com todas atrizes que desejou. Foi também autor de dois grandes sucessos na TV: “Tieta” e “Riacho Doce”, que foram adaptados de livros de outros escritores. “Quando você adapta um livro para uma novela, minissérie ou filme de longa metragem, a liberdade de criação é decisiva, assim como deve ser absoluta a fidelidade do adaptador à essencia da obra original. Lembra daquela frase? Quem ama não mata? Eu diria: quem adapta não trai” Aguinaldo diz que só não fez mais cinema porque em comparação com o que se paga na TV é muito pouco. No teatro, já teve várias peças encenadas. A última foi “Isadora & Oswald”. Está em início de produção da peça “A Vida Começa aos Sessenta”. Também está há meses envolvido com uma peça baseada numa história real, que aconteceu em São Paulo e terminou num crime bárbaro. O autor diz que gosta de ir ao teatro, mas que faz questão de pagar ingresso e que concorda com uma frase de Cacilda Becker sobre cortesia: “Não me peçam de graça a única coisa que tenho para vender”.É um dos únicos autores que se preocupa em formar um novo legado de roteiristas. “Quero passar adiante o que eu aprendi, e que não deve ser simplesmente cremado junto comigo. O pouco que eu sei da arte de escrever roteiros é a minha herança. Gosto de pensar que meus alunos e colaboradores são meus herdeiros, e que por causa deles nada vai se perder como lágrimas na chuva. O conselho que dou a quem quer ser roteirista: estude, se aplique full time ou então se mude para Espanha e vá plantar oliveiras”`.

_________________________________________

 Ele teve uma infância muito solitária. Seu único irmão era 11 anos mais velho e saiu de casa para trabalhar quando ele tinha quatro anos. Além disso, sofria de asma, o que fazia com que sua mãe o cercasse de cuidados, tratando-o como filho único. Aos sete anos, descobriu na biblioteca de um vizinho o que faltava para preencher sua infância: os livros. Isso sem nem mesmo imaginar que anos depois se tornaria um dos mais importantes escritores brasileiros. É também jornalista e dramaturgo. Polêmico e irreverente, seus trabalhos, em qualquer uma das áreas em que atua, levam sua marca pessoal. “Viver não é coisa para mariquitas”, confessa. Envolvido em pelo menos três novos projetos: o filme “Super Crô” – personagem interpretado pelo ator Marcelo Serrado na novela “Fina Estampa”(TV Globo), em uma nova série para TV, e já pensando no tema de sua próxima novela das 21 horas, prevista para o segundo semestre de 2014, Aguinaldo nos falou com exclusividade. Ele contou como foi a descoberta e revelação da homossexualidade no final da década de 50, o trabalho como jornalista, sua ligação com Portugal desde 1998, paixões e hobbies. Workaholic assumido, revela que, nos últimos dez anos, nunca deixou de estar envolvido com algum projeto de trabalho em nenhum dia de sua vida.

 

Depois dessa infância solitária, como foi a adolescência? Teve uma grande paixão? Nunca pensou em se casar ou ter filhos?

Aguinaldo Silva (AS): Minha primeira paixão, não correspondida é claro, foi pelo meu professor de português no ginásio. Chamava-se Clodoveu e, por uma dessas coincidências que só acontecem em novelas, morava na mesma rua que eu em Recife. Perdi muito tempo a espioná-lo. Ele acabou percebendo, mas nunca deu a menor bandeira. Devo ter me apaixonado umas quatro vezes ao longo da vida, mas paixão é como sarampo, passa depois de certo tempo e deixa só umas marquinhas. Costumo dizer que minha vida sentimental foi um fracasso, mas aí uma amiga minha responde que toda vida sentimental é um fracasso – “até a de Marilyn Monroe”…

 Quando e como foi que descobriu que era homossexual? Como sua família lidou com essa questão?

AS: Primeiro eu descobri que os homens me perturbavam, e que as mulheres só serviam para ser amigas. Com 13, 14 anos, descobri a causa dessa perturbação, e não perdi muito tempo me lamentando ou tentando esconder minha preferência. Era o final dos anos 50, começo dos 60, uma revolução estava prestes a começar.Fui à vida!

 Seu primeiro romance, “Redenção para job” foi escrito ainda na adolescência. Do que falava essa história? Onde buscou inspiração para criá-la?

AS: Eu escrevia desde os 12 anos, mas fazia isso “de brincadeira”, e já tinha escrito dois romances quando descobri que aquilo não era brinquedo, era vocação mesmo. A inspiração para o livro fui buscar nos cortiços, nas casas de pensão que existiam no bairro da Boa Vista, no Recife, onde eu morava. O livro, sem que eu pretendesse isso, é uma espécie de painel que retrata o ambiente e seus moradores.

 Bem antes de se tornar dramaturgo, você teve uma carreira bem-sucedida como repórter. Você já disse outras vezes que o espírito jornalístico nunca deixou de existir em você. Tem saudades das redações? O que acha do jornalismo atualmente? O que pensa do sensacionalismo que está ganhando cada vez mais espaço na mídia?

AS: Desde “Redenção para Job” só escrevo sobre aquilo que conheço. Quando não sei bastante um assunto sobre o qual quero escrever, saio a campo e pesquiso in loco. Isso é jornalismo. É o que eu faço: minhas novelas são fruto do meu trabalho investigativo, por isso, são tão “realistas”. Digo que não sou novelista, estou novelista, mas sou mesmo é jornalista. Só que tenho consciência de que o jornalismo de hoje é diferente daquele que eu exerci, e namora a irresponsabilidade numa boa.

 Na década de 70, quando o preconceito era ainda maior do que hoje, você foi convidado para editar “O Lampião”, considerado o primeiro jornal gay do país. Como foi essa experiência?

AS: O bom de editar o Lampião foi produzir o mais alternativo de todos os jornais na época mais imprópria: os anos negros da ditadura. Nós brincávamos com o perigo, “dormíamos” com o inimigo e isso era divertido pra caramba. Também era divertido ver a esquerda intelectual dar verdadeiras cambalhotas para nos dar apoio quando éramos processados, mas sem se comprometer com o fato de que o Lampião era um “jornal de viados”. Bons tempos aqueles em que a gente tinha alguma coisa pra combater. 

 Você nunca escondeu sua opção sexual, mas também nunca saiu ostentando bandeira do movimento LGBT. Você acredita que os homossexuais só serão respeitados quando não existirem rótulos ou movimentos como paradas gays e passeatas? Em contrapartida, o que fazer para que a classe não sofra mais ataques covardes? (você chegou a ser ameaçado no início de Fina Estampa, não foi?)

AS: Sim, cheguei a ser ameaçado, mas justamente por um gay ativista, que protestava por considerar a personagem Crodoaldo Valério (Marcelo Serrado), segundo ele, “uma traição à classe”. A bicha era feroz, quase me bateu, eu tive que dar um escândalo, ameacei chamar a polícia. Minha posição é a seguinte: cada pessoa é uma pessoa, e todas são diferentes, sejam heteros ou homos. Querer juntar pessoas numa mesma “classe” só por causa da preferência sexual é a maior bobagem. Os gays são vítimas de ataques covardes? As mulheres também são, assim como certos homens menos predispostos à agressividade. Acho que as pessoas devem passar por cima das classificações por preferências e se unir na luta que é do interesse comum: contra a violência.

 Ironicamente, num país que ainda é muito preconceituoso e conservador, como o Brasil, um dos seus personagens que mais fez sucesso foi o Crô. Como você avalia isso? O Crô virou um longa- metragem, que estreia esse ano. O que você pode adiantar dessa história?

AS: O título provisório do filme é “Super Crô”, porque nele o personagem é uma espécie de super herói. Isso porque as pesquisas comprovaram que os maiores fãs de Crô eram crianças e adolescentes. A explicação pra isso? É que, modéstia à parte, ele era ao mesmo tempo uma grande personagem.

(Nota da redação: enquanto editamos esta matéria a bateria da Unidos de São Clemente se concentra para desfilar nesta segunda-feira de carnaval, no sambódromo, aqui no Rio, vestida de “Crodoaldo Valério”, com o próprio (Marcelo Serrado) à frente)

De todas as suas obras na TV, como novelas, minisséries e seriados, qual delas lhe deu mais prazer de escrever? Por outro lado, qual foi a mais difícil e desgastante? O que pensa da onda de remakes?

AS: Odeio remakes. Acho que cada novela tem sua época e depois já era, por isso, nunca dá certo fazê-las outra vez. Todas as minhas novelas me deram prazer, porque eu adoro escrevê-las, mas “Senhora do Destino”, a recordista de audiência do milênio (até agora, mas já lá se vão 13 anos), foi abençoada pelos deuses. Se eu tivesse que destacar alguma seria ela. Já “Suave Veneno” (título horroso, que não foi da minha lavra) me deu algumas tristezas, mas não me tirou a alegria do dever cumprido.

Entrando na vasta galeria de personagens criados por você e que se tornaram imortais na memória televisiva, quais são aqueles pelos quais mais se apaixonou? Teve algum em relação ao qual você não havia criado tantas expectativas e que o surpreendeu obrigando-o a aumentar as cenas? Por falar nisso, das cenas que escreveu, qual delas mais o emocionou?

AS: A cena de “Pedra sobre Pedra”, na qual Sérgio Cabeleira (Osmar Prado) se deixa levar pela lua. É uma cena que nunca vou esquecer. Personagens? Ah, foram tantos. Gosto da Zenilda, de “A Indomada”, da Nazaré, de Senhora do Destino, da Heleninha, de “Vale Tudo”. Gosto de Renata Sorrah, pois foi ela quem deu vida a todas estas mulheres que o público não esquece nunca.

Como você analisa a transposição de uma obra literária para a TV ou cinema? Você é autor de dois grandes sucessos: “Tieta” e “Riacho Doce”, escritos, respectivamente, por dois grandes autores: Jorge Amado e José Lins do Rego. Neste caso, a liberdade de criação é decisiva para manter um trabalho de qualidade?

AS: Tieta, o livro, não dava mais do que 30 capítulos. Riacho Doce dava menos ainda. “Tenda dos Milagres” também. Quando você adapta um livro para uma novela, uma minissérie, e até para um filme de longa metragem, a liberdade de criação é decisiva, assim como deve ser absoluta a fidelidade do adaptador à essência da obra original. Lembra daquela frase? Quem ama não mata? Eu diria: quem adapta não trai.

Por quê você escreveu pouco para o cinema já que é um cinéfilo de carteirinha?

AS: Fiz os roteiros de “Roda de Fogo”, “República dos Assassinos”, “Como Nascem os Anjos”, “Luzia Homem”, “O Cangaceiro Trapalhão”. Acho que só. Não fiz mais porque, em comparação com o que a televisão paga aos autores de novelas, o cinema paga muito pouco, só por isso. Agora fiz o roteiro de “Super Crô – o Filme), mas só porque é sobre um personagem criado por mim, e também porque quem vai dirigir é Bruno Barreto, nosso cineasta mais conhecido e conceituado internacionalmente.

Fale de sua experiência no teatro. Qual tema gosta de escrever. Gosta de ir ao teatro?

AS: Já tive várias peças encenadas. A última foi “Isadora & Oswald”, e agora mesmo está em início de produção “A Vida Começa aos Sessenta”, outra peça minha. Estou há meses encalacrado no meio de uma peça baseada numa história real que aconteceu em São Paulo e terminou num crime bárbaro, não posso dizer qual. Vou ao teatro, mas sempre pago o ingresso, pois acho que Cacilda Becker tinha razão quando declarou aos que lhe pediam cortesia: “Não me peçam de graça a única coisa que tenho para vender”.

Como e quando surgiu essa forte ligação com Portugal? Você vive parte do ano lá, não é mesmo?

AS: Existe uma tese completamente furada, mas que ganhou força nesses tempos de esquerdismo oportunista, segundo a qual o Brasil é um país afro-descendente. Não é! As raizes do Brasil são européias e estão fortemente plantadas em Portugal. É lá que a gente aprende a se reconhecer como povo, porque foi lá que tudo começou. Amo Portugal porque sinto que lá foi minha primeira casa – a primeira de todos os brasileiros. Vivo parte do ano lá. Tenho casa, negócios e interesses. Tudo isso desde que fui lá a primeira vez,em 1998. 

Com qual ator e atriz você nunca trabalhou por falta de oportunidades, mas sempre desejou ter em uma de suas tramas?

AS: O Tony Ramos. Quanto às atrizes fui muito feliz, pois trabalhei com todas que eu queria.

Fale um pouco sobre os próximos projetos: filme do Crô, seriado “Doctor Pri” e da próxima novela.

AS: Não posso falar da novela. Isso hoje é perigoso. A gente fala de nossas tramas aqui e elas vão ao ar ali. E o ladrão de histórias ainda fica rindo de sua cara. Trabalho em vários projetos simultaneamente porque sou um profissional e não posso me dar ao luxo de ter crises de “ai ai” e “não me toques”. Um profissional trabalha e ponto final.

Você é um dos únicos autores que se preocupa em formar uma nova geração de dramaturgos. Você deu duas Master Classes, lançou o concurso de roteiros, um DVD sobre a arte de escrever telenovelas, mantém o ASD (portal) sempre atualizado. O que o motiva a fazer isso? É preocupação em renovar a categoria com qualidade? Que conselho você daria aos que sonham em ser roteiristas?

AS: O que me motiva é passar adiante o que aprendi, e que não deve ser simplesmente cremado junto comigo. O pouco que eu sei da arte de escrever roteiros é a minha herança. Gosto de pensar que meus alunos e colaboradores são meus herdeiros, e que por causa deles nada vai se perder como “lágrimas na chuva”. O conselho que dou a quem quer ser roteirista: estude, se aplique full time ou então se mude para Espanha e vá plantar oliveiras.

Acredita que a nova lei das TVs pagas vai abrir o mercado televisivo para novos profissionais? O que falta para as outras emissoras de canal aberto concorrerem e fazer frente à Globo na área de dramaturgia?

AS: Vai abrir mercado sim, o que é ótimo; não vejo a hora. O que falta para que as outras emissoras se igualem à Globo é competência e paciência. Nós não fizemos a Globo num dia (e quando eu digo nós, quero dizer isso mesmo, nós, os profissionais todos que trabalhamos nela).

 

AGUINALDO NA INTIMIDADE

 

Morte

 Sem dor. Dormindo.

Religião

Todas.

Um medo

 Perder o tino, ficar cego.

Uma música

 “Sabiá”

Cantor/cantora

Angela Maria, Cauby Peixoto, e não teve mais nada depois dali.

Paixões

Livros, filmes, viagens (desde que não seja pra Machu Pichu), comida, conversa com amigos.

Prato que mais gosta de comer

 O cabrito estofado lá do Solar dos Presuntos, em Lisboa.

Livro / Filme inesquecível

Livros foram muitos. Filme? Vertigo, Hitchcock.

Homem bonito/Mulher bonita

Turcão de Rocha Miranda/Gisele Bundchen

Viagem inesquecível

A travessia do Atlântico num navio que parecia uma nave interestelar.

Sonho ainda não realizado

Viver pra sempre.

Compulsão

Arrumação e limpeza.

Política brasileira

Pra responder vou ter que tapar o nariz.

Ídolos

Fernando Henrique Cardoso.

Frase que move sua vida

“Só mais um pouquinho”.

Mensagem ou filosofia de vida

Viver não é coisa pra mariquitas.

113 comentários

  1. Prezado Sr. Aguinaldo: Há tempos que eu te admiro, nao somente o escritor mas o ser humano que o sr. é incrível. Também sou pernambucana, nasci na Maternidade do Derby mas, estou morando há muitos anos no Rio de Janeiro, uma cidade tão maravilhosa porém, violenta demais (é até bom nem escrever muito sobre isso pois sabemos que as solucões so Deus sabe quando virá). Bem, o motivo desse comentário é o seguinte: Sempre leio seu artigo de domingo do jornal \"EXTRA\" e gostaria imensamente que o SR. (caso lhe interesse) escrevesse um artigo sobre essas \"benditas redes sociais\" que são usadas durante o horário de trabalho e quando nós chegamos numa loja ou escritório ou reparticão publica lá está o funcionário conversando conosco e olhando para a tela do telefone ou computador procurando dar continuidade ao papo tão importante que se desenrola na telinha (evidente que há exceções porém muito pouca). O que o sr. acha disso? Faz um alerta para o povo brasileiro sobre isso, é possível? Como pessoa da mídia que o Sr.é acho que serviria de alerta para os chefes e funcionários. Por favor seria possível escrever sobre isso? Bom, agradeço sua atenção, não esqueça de escrever outra novela.Que Deus te abençõe, saúde e felicidades.Um grande abraço.

  2. Prezado Sr. Aguinaldo: Há tempos que eu te admiro, nao somente o escritor mas o ser humano que o sr. é incrível. Também sou pernambucana, nasci na Maternidade do Derby mas, estou morando há muitos anos no Rio de Janeiro, uma cidade tão maravilhosa porém, violenta demais (é até bom nem escrever muito sobre isso pois sabemos que as solucões so Deus sabe quando virá). Bem, o motivo desse comentário é o seguinte: Sempre leio seu artigo de domingo do jornal “EXTRA” e gostaria imensamente que o SR. (caso lhe interesse) escrevesse um artigo sobre essas “benditas redes sociais” que são usadas durante o horário de trabalho e quando nós chegamos numa loja ou escritório ou reparticão publica lá está o funcionário conversando conosco e olhando para a tela do telefone ou computador procurando dar continuidade ao papo tão importante que se desenrola na telinha (evidente que há exceções porém muito pouca). O que o sr. acha disso? Faz um alerta para o povo brasileiro sobre isso, é possível? Como pessoa da mídia que o Sr.é acho que serviria de alerta para os chefes e funcionários. Por favor seria possível escrever sobre isso? Bom, agradeço sua atenção, não esqueça de escrever outra novela.Que Deus te abençõe, saúde e felicidades.Um grande abraço.

  3. Senhor Aguinaldo…que pena …esperei tanto por um final feliz e olhe o que ficou da novela. Filho matando pai… Achei terrivel o comendador morrer! As vezes é preferivel permanecer na mesmice do que inovar e não agradar. Ainda, qual a razão do senhor aparecer no ultimo capitulo?? Ficarei esperto nas suas proximas novelas…não sei se valerá a pena assisti-las. Poderia ter agradado mais… Não valeu…

  4. PARABÉNS AGUINALDO! VOCÊ NOS FEZ RIR, CHORAR, EXTASIAR PENSAR E REPENSAR EM TODOS OS ASPECTOS DA VIDA!
    SÓ UM PEDIDO: NÃO TERMINA A NOVELA IMPÉRIO NÃO! JÁ ESTOU COM MUITAS SAUDADES! BEIJOS

  5. Aguinaldo silva eu axo que o senhor deveria de deixar o comendador José Alfredo viver em paz ja basta o mundo real ser xeia de tragédia s desgraças fasa que a novela sege boa ou se não vai se tornar a pior novela de todas e muito de nos que assistimos império não iremos mas qurer mas asistir tuas novelas porque vamos pensar qie vai ser uma droga que nem em império o Zé já sofreu tanto já tava mais do que na hora dele ser feliz o principal não morre e se morre a novela vira uma droga fasa noso gosto somos os que asistem foi pra isso que o senhor fes novela nao foi se não fose só o senhor asistiria e o senhor ganha pra escrever não é que que gostamos da novela e ficamos satisfeitos com ela e alembramos dela então fasa o que tenque faser deixe ele viver em pas e se feliz ao lado de marta que sempre esteve ao lado dele e ela o ama de verdade

  6. Boa noite,
    Gostaria de deixar registrado a minha indignação com algumas cenas da novela Império, do núcleo da Magnólia, onde a menina que foi morar na casa da mesma, se torna garota de programa com o uniforme de normalista. O que vcs querem dizer com isso? Não tenho palavras pra descrever o que sinto, pois um dia fui normalista, e com muito orgulho hoje sou professora. Eu deveria processar o autor da novela por fazer tal comparação. Será que professora precisa se prostituir pra alcançar algum objetivo? Talvez o pensamento do autor retrate exatamente o que o nosso país, ou seja, a desvalorização do profissional que ensina, educa! Para expor ainda mais minha tristeza com tal atitude do autor, coloco um pequeno texto onde um país chamado Japão, valoriza e prioriza o profissional de educação, ao contrário do nosso: \\\\"…O imperador japonês só se curva diante de seu mestre. Respeito, reverência. O imperador japonês, filho dos deuses, o deus vivo, se curva diante de um humilde cidadão. Um humilde, mas sábio. É essa sabedoria que se respeita, não apenas ao homem que a possui. O imperador sabe que jamais teria a sabedoria necessária para governar se não fosse aquele humilde cidadão. No Brasil, mais humildes que cidadãos.
    No Japão, essa valorização do mestre foi a responsável por tirar o país do caos em que mergulhou depois da Segunda Guerra Mundial, totalmente destruído pelos americanos.\\\\"
    Espero que tenha uma retratação desta péssima e triste atitude do autor da novela, merecedora até de um processo.

  7. Boa noite,
    Gostaria de deixar registrado a minha indignação com algumas cenas da novela Império, do núcleo da Magnólia, onde a menina que foi morar na casa da mesma, se torna garota de programa com o uniforme de normalista. O que vcs querem dizer com isso? Não tenho palavras pra descrever o que sinto, pois um dia fui normalista, e com muito orgulho hoje sou professora. Eu deveria processar o autor da novela por fazer tal comparação. Será que professora precisa se prostituir pra alcançar algum objetivo? Talvez o pensamento do autor retrate exatamente o que o nosso país, ou seja, a desvalorização do profissional que ensina, educa! Para expor ainda mais minha tristeza com tal atitude do autor, coloco um pequeno texto onde um país chamado Japão, valoriza e prioriza o profissional de educação, ao contrário do nosso: \\"…O imperador japonês só se curva diante de seu mestre. Respeito, reverência. O imperador japonês, filho dos deuses, o deus vivo, se curva diante de um humilde cidadão. Um humilde, mas sábio. É essa sabedoria que se respeita, não apenas ao homem que a possui. O imperador sabe que jamais teria a sabedoria necessária para governar se não fosse aquele humilde cidadão. No Brasil, mais humildes que cidadãos.
    No Japão, essa valorização do mestre foi a responsável por tirar o país do caos em que mergulhou depois da Segunda Guerra Mundial, totalmente destruído pelos americanos.\\"
    Espero que tenha uma retratação desta péssima e triste atitude do autor da novela, merecedora até de um processo.

  8. Boa noite,
    Gostaria de deixar registrado a minha indignação com algumas cenas da novela Império, do núcleo da Magnólia, onde a menina que foi morar na casa da mesma, se torna garota de programa com o uniforme de normalista. O que vcs querem dizer com isso? Não tenho palavras pra descrever o que sinto, pois um dia fui normalista, e com muito orgulho hoje sou professora. Eu deveria processar o autor da novela por fazer tal comparação. Será que professora precisa se prostituir pra alcançar algum objetivo? Talvez o pensamento do autor retrate exatamente o que o nosso país, ou seja, a desvalorização do profissional que ensina, educa! Para expor ainda mais minha tristeza com tal atitude do autor, coloco um pequeno texto onde um país chamado Japão, valoriza e prioriza o profissional de educação, ao contrário do nosso: \"…O imperador japonês só se curva diante de seu mestre. Respeito, reverência. O imperador japonês, filho dos deuses, o deus vivo, se curva diante de um humilde cidadão. Um humilde, mas sábio. É essa sabedoria que se respeita, não apenas ao homem que a possui. O imperador sabe que jamais teria a sabedoria necessária para governar se não fosse aquele humilde cidadão. No Brasil, mais humildes que cidadãos.
    No Japão, essa valorização do mestre foi a responsável por tirar o país do caos em que mergulhou depois da Segunda Guerra Mundial, totalmente destruído pelos americanos.\"
    Espero que tenha uma retratação desta péssima e triste atitude do autor da novela, merecedora até de um processo.

  9. Boa noite,
    Gostaria de deixar registrado a minha indignação com algumas cenas da novela Império, do núcleo da Magnólia, onde a menina que foi morar na casa da mesma, se torna garota de programa com o uniforme de normalista. O que vcs querem dizer com isso? Não tenho palavras pra descrever o que sinto, pois um dia fui normalista, e com muito orgulho hoje sou professora. Eu deveria processar o autor da novela por fazer tal comparação. Será que professora precisa se prostituir pra alcançar algum objetivo? Talvez o pensamento do autor retrate exatamente o que o nosso país, ou seja, a desvalorização do profissional que ensina, educa! Para expor ainda mais minha tristeza com tal atitude do autor, coloco um pequeno texto onde um país chamado Japão, valoriza e prioriza o profissional de educação, ao contrário do nosso: “…O imperador japonês só se curva diante de seu mestre. Respeito, reverência. O imperador japonês, filho dos deuses, o deus vivo, se curva diante de um humilde cidadão. Um humilde, mas sábio. É essa sabedoria que se respeita, não apenas ao homem que a possui. O imperador sabe que jamais teria a sabedoria necessária para governar se não fosse aquele humilde cidadão. No Brasil, mais humildes que cidadãos.
    No Japão, essa valorização do mestre foi a responsável por tirar o país do caos em que mergulhou depois da Segunda Guerra Mundial, totalmente destruído pelos americanos.”
    Espero que tenha uma retratação desta péssima e triste atitude do autor da novela, merecedora até de um processo.

  10. quero ser sua colaboradora, por favor, me mande um mail particular para que avalie meu trabalho.
    não percamos mais tempo.

  11. Olá magnífico Aguinaldo Silva, adoro seus trabalhos, seu talento é extraordinário. Te admiro muito e parabéns pela entrevista, maravilhosa.
    Gostaria de manter contato com vc. Bjs!

  12. “SILÊNCIO: O GÊNIO ESTÁ CRIANDO PARA NOS ENTRETER” SABEMOS QUE A SUBSTITUIÇÃO DE DRICA MORAES POR MARJORIE ESTIANO EXIGIU GRANDE ESFORÇO IMAGINATIVO E CRIATIVO DE AGNALDO SILVA. MAS, PARA UM GÊNIO DA DRAMATÚRGIA É COMO “ENCARAR UM CONHECIDO E VELHO ARQUIVO”. ESTÁ TUDO LÁ NAS MEMÓRIAS FORMADAS PELOS DONS DE DEUS NA CRIAÇÃO DA VIDA.
    “ALEXANDRE NERO FAZ HOMENAGEM A DRICA MORAES” – YAHOO! Notas e NOTÍCIAS DA TV –NOSSA OPINIÃO: SABEMOS QUE A SUBSTITUIÇÃO DE DRICA MORAES POR MARJORIE ESTIANO EXIGIU GRANDE ESFORÇO IMAGINATIVO E CRIATIVO DE AGNALDO SILVA. MAS, PARA UM GÊNIO DA DRAMATÚRGIA É COMO “ENCARAR UM CONHECIDO E VELHO ARQUIVO”. ESTÁ TUDO LÁ NAS MEMÓRIAS FORMADAS PELOS DONS DE DEUS NA CRIAÇÃO DA VIDA. O COMENDADOR DEVERIA NO ATO SUPREMO DE AMOR, DE AMOR VERDADEIRO, COM CORA IMAGINANDO SER ELA A IRMÃ FALECIDA, SE REMOÇAR E VOLTAR A SER O CHAY SUEDI.
    GÉSNER LAS CASAS
    RADIALISTA, ESCRITOR & JORNALISTA

  13. gostaria de saber por que a Eliane da novela Império teve que morrer?

  14. Oi,. Aguinaldo Silva gosto da novela império ,meu nome è Gustavo

  15. Querido Aguinaldo Silva ,estou alfabetizando um aluno com a síndrome do x
    frágil por meio das sua novela. Voltarei a entrar em contato com o aluno pelo
    email.Grata

  16. Como vai sr Agnaldo Silva, amo escrever, e gostaria de saber se eu escrever algo, teria tempo para analizar para mim?

  17. Ola Aguinaldo. Sou da Tropical FM Portugal e gostaríamos de entrevistá-lo. Como podemos proceder?
    Com os melhores cumprimentos.

  18. Querido Agnaldo Silva,
    Amo a novela Império. Sou mineira e estou encantada com seu mais novo lançamento na novela ,que e a personagem Helena. Ainda mais qdo soube que ela é filha de atores mineiros, que tanto admiro.
    Qdo ela apareceu ,vi a grande semelhança com Rita Rayworth.
    Ela e simplesmente LI NDA, e quando aparece ilumina a tela.
    É a atriz mais bonita da novela, e esta atuando muito bem.
    Tomara que a chance que vc deu a ela decole com outros AUTORES.
    Amo suas novelas, vc e o cara. Cida Luz

  19. Ailton Graça é que vai dar a quebrada de mão em Falso Brilhante, ne? Nossa. Já imagino o sucesso. Pois bem meu caro Autor. Estou finalizando meu portfólio, Gostaria muito que analisasse, Será tão difícil assim ter uma oportunidade pra mostrar um trabalho? Se puder, dá um chance à este Sergipano batalhador aqui, Agradeço desde já. Sei que és um ser humano elevado e de bom coração. Sei que vai me responder também, e já aguardo. Forte abraço. _ Maxie Maya- 21- 98063.2225.

  20. Ailton Graça é que vai dar a quebrada de mão em Falso Brilhante, ne? Nossa. Já imagino o sucesso. Pois bem meu caro Autor. Estou finalizando meu portfólio, Gostaria muito que analisasse, Será tão difícil assim ter uma oportunidade pra mostrar um trabalho? Se puder, dá um chance à este Sergipano batalhador aqui, Agradeço desde já. Sei que és um ser humano elevado e de bom coração. Sei que vai me responder também, e já aguardo. Forte abraço. _ Maxie Maya- 21- 98063.2225

  21. Aguinaldo, você é um escritor de mão cheia! Mas me diga o que devo fazer para adquirir livros escritos por você. Até agora só consegui comprar 98 Tiros de Audiência.

  22. por que vcs autores nao convitam a atriz lucélia santos parece algum pessoal? nao gostam do trabalho dela. aguinaldo faça diferente convide a lucélia santos

  23. É bom saber que não são apenas as mulheres que se entregam à vida fácil, homens também. Por mais estranho que isso pareça, informações como essas contidas na entrevista do michê acabam por ajudar a melhorar as imagens das mulheres, das quais se pensa que são apenas interessseiras. Homens também trocam sexo por dinheiro, igual a elas.

  24. Sr. Aguinaldo,
    Li esta entrevista como todas que você concede e que tomo conhecimento.
    Admiro muito sua arte! Se fosse novelista teria o seu estilo por referência.
    O meu sonho é um dia conversar com você pessoalmente! Por isso, não vou falar um monte de coisas aqui por esperar por este dia.
    Valeu,
    GIL

  25. Olá Aguinaldo, sou admirador de sua arte!!, estava aqui vendo o site, e de alguma forma senti vontade de me comunicar e expressar, procurei um link mas atual mas resolvi escrever por aqui, não sei se vai ler, mas algo forte me faz escrever, confesso que sempre achei fascinante suas novelas e de outros autores e a arte da teledramaturgia, atuar deve ser magico, desde muito pequeno é forte esse interesse, mas confesso não ter tido coragem e oportunidade de sequer tentar atuar, nunca tive experiencia alguma nem mesmo que por brincadeira, meu irmão fez teatro quando criança eu ficava morrendo de vontade também, mas a timidez sempre foi mais forte, e nunca sequer tentei, mas é uma vontade que me atormenta e fica no meu inconciente sempre até mesmo em sonhos, é muito forte, não almejo fama, isso é claro para mim, não sei se me entende mas atuar acredito ser um dom magnifico viver vidas diferentes e tornar e fazer ser real isso é muito fascinante, vc como vive intensamente e tem o dom de criar historias deve perceber isso nos seus favoritos, gostaria de quem sabe ter oportunidade de me expressar melhor e ter quem sabe a honra de conversar e entender esse fascinio e quem sabe um desejo que guardo a sete chaves, abraço e sucesso na vida sempre!!

  26. suas novelas são boas adoro tds sim pk vc não resgata atrizes esquecidas,sandra barsoty selma egrey,maria estela

  27. Muito boa essa sua entrevista. Estou trilhando os caminhos que me são possíveis em busca desse sonho de me tornar um roteirista conhecido e respeitado. Sua vida é uma grande lição para todos que almejam essa carreira, e não poderia ser diferente para mim!
    Um forte abraço!

  28. Ler entrevista do Aguinaldo é sempre um prazer e aprendizado, e essa não fica de fora!

    Abraço quereeedo!

  29. ola irmão e chara aguinaldo silva,e com muito praser que procuro entrar em contato com você,eu estou sempre analisando as suas novelas,pois são muito boas e gósto da sua maneira de escrever.eu tenho uma novela espirita para compartilhar com você,se você não gosta de escrever novela espirita, ounão tiver tempo meu irmão,eu vou compriender, mas esta novela que tenho sem duvida deacordo com o meu mentor espiritual,será uma novela do seculo;se você não tiver tempo p/tal me encaminhe para tambem outro grande escritor,nem mais nem menos que você meu ilustre irmão o nósso amigo walter negrão. obrigado meu irmão desculpa-me dos erros e que DEUS elumine todos os seus passos.

  30. sou muito fa de suas novelas e peco que se repita a dobradinha do par romantico com Marjorie Estiano e Dalton Vigh tenho certeza q.seria um sucesso novamente bjs…..

  31. Ola Aguinaldo tudo bem?

  32. Sei como o Brasil inteiro sabe ,que o vc ´e o melhor . Cada novela sua é melhor que a outra. Por isso quero te perguntar uma coisa: Vc aceitaria fazer uma novela com uma historia real? Uma hiostoria de uma personagem conhecida em dois estados: Tocantins e Minas Gerais. Um personagem vivo, uma lenda viva.? com todos os direitos autorais. Se vc tiver interesse em pelo menos conhecer a historia ja sera um grande passo pra mim. vc vai se surpreender. obrigada cara. o telefone meu é

  33. Prezado Aguinaldo Silva, Boa Tarde!

    Meu nome é Helion Marcos Andrade Freire, sou pernambucano, biomédico sanitarista, funcionário público, casado.

    Bom tentarei ser breve….

    Eu antigamente gostava muito de atuar fiz minha primeira peça (auto da compadecida como João grilo) contracenei nesta com hoje ator Irandir Santos que fez o ginasial todo comigo. Como também gostava muito de esportes (futebol) joguei e participei de alguns torneios como pernambucano ( 2 titulos) NE ( 1 tiutlo) e participação em um brasileiro de futsal. Bom com isso como era de estrutura familiar prestar vestibular e fazer faculdade eu fui fazer fiz a UFPE e logo Pós- na Fac. de ciências médicas hoje sou funcionário público da Estatal Hemobrás (primeira empresa de Hemoderivados do Brasil) com tudo sinto uma falta de realizar um grande sonho que é de pelo menos tentar fazer uma novela e não sei por onde começar estou mandando uma foto em anexo para analise e solicitando quem sabe um teste pois sei que tenho potencial sei atur representar sou emotivo quando quero (choro) e tenho habilidades para diversos papeis. Só gostaria de verdade de uma oportunidade!

    Não sei se você me contactará mais deixo aqui minha vontade de tentar e de ser ajudado!

    Desde já agradeço a atenção!

    INTERVENÇÃO DO MODERADOR: PREZADO SENHOR HELION, SEUS DADOS FORAM ANOTADOS E ENTREGUES AO SR. AGUINALDO SILVA. NÓS OS RETIRAMOS DAQUI PARA PROTEGER SUA PRIVACIDADE. OBRIGADO.

  34. Foi um prazer enorme dar de cara com você. Energia Boa… Obrigado pela atenção!

  35. minha mae te adora..ela e uma escritora tambem sera que ela pode te mandar uma snops pra vc ha ela tambem participou do seu concurso beijuuuusssss

  36. nao seria prudente chegar ate um mestre , aguinaldo siva , e lhe pedir simplesmente ajuda .
    ajuda -me pois sou dramaturgo , morro em santa cruz -rio grande do norte . tenho tres peças puplicadas , tenho dois livros , mais o meu maoir sonho é escrever novelas . por favor , aguinaldo siva , preciso de sua ajuda e muito mais dos gestos de amigo , sua infancia se confunde muito com a minha … me chamam de louco , mais eu so preciso de um chance para aperfeisuar minhas histois .
    se quizer posso mandar uma sinopse das tres peças paplicadas , ai voce avalia e ve se eu tenho futuro , por favor de ouvidos a um jovem que quer com sua arte viver .

  37. Li e adorei a entrevista. Cheguei aqui depois que o André postou no grupo Storyboard, no Face. Estava lá procurando um post e comentando o RPG de roteiro em grupo que estamos promovendo e para minha alegria… vim ver a entrevista!!!!

    Quanta riqueza de detalhes!!! Abração!!!!

  38. Aguinaldo, no dia da festa de premiação dos roteiros, nós aqui do Portal poderemos ir ou será apenas para o pessoal especializado? Indaguei-me.

  39. Como sempre sincero e objetivo no que fala, gosto disso mas gosto mais da emoção que sinto sempre que leio uma entrevista sua. Sua vida seu profissionalismo seu posicionamento diante dos fatos e principalmente sua vontade de vida são exemplos a ser seguidos. São poucas as pessoas neste mundo que eu acho que mereciam viver para sempre, você com certeza é uma delas.Mas você vivera é claro quem deixa um legado como o seu não morrera jamais! Bjs Aguinaldo Silva

  40. Grande Aguinaldo,

    Que bela entrevista.

    Fiquei a conhecer um pouquinho mais do amigo.

    Daqui de Lisboa…

    Abraço,

    Leo Cruz

  41. Sou um pouco burro e zé mané,entretanto, eu entendo que um Papa é um Monarca e a Santa Sé-Vaticano uma Monarquia. Portanto, ele Abdica e não Renuncia.Burro as vezes tem momentos de Anta,esse é meu caso.rsrsrs

  42. Grande entrevista do nosso Aguinaldão.
    Pena eu estar tão cansado e com ressaca mental.rsrsrsrsrs.
    http://www.youtube.com/watch?v=r7bOsxpGgXg

    Ps: Melhor versão para o Hino do nosso Rei Galo da Madrugada.

    Ps parte 2: Meu Recife tem o carnaval melhor do meu Brasil… Sorry periferia.

  43. Ma-ra-vi-lho-si-ssi-ma!! A entrevista do André com o aguinaldo.Eu fiquei surpresa quando vi que tinha mais um post novo,quentinho pra eu ler.Eu disse pra mim mesma: “oba, vou ler já!.” Beleza…mais uma entrevista deliciosa do portal; que veio se juntar, a tantas outras daqui.
    imagine,querido aguinaldo, não se avèche, suas apariçoes por aqui,são sempre muito bem vindas.Não nos cansamos nunca, de sua presença.

    Sabe,que eu também, não curto muito não, essa onda de remakes!,Olha, o único acerto espetacular, de remakes que eu gostei mesmoooo… foi o de ivani ribeiro “Mulheres de areia” Esse sim, parou tudo!Gostei muito de suave veneno.E assim,como vc, eu tinha uma implicancia com o título:mas adorava a “Puro veneno” da Maria Regina e como!hahaha.Por isso que é bom frequentar sua página,ficamos sabendo de coisinhas e mais coisinhas. Tieta,como já citei umas bilhões de vezes é meu xodózinho.Aliás, todos os seus outros personagens foram magnamios. Me divirto a beça com eles todos. vivo repassando por ai, os tregeitos de cada um deles,meus amigos adóóóóram!!E já, que estamos relembrando os tempos passado…quero lhe contar que eu o sigo desde que foi lançado,aqueles seriado na globo,obrig,doutor,malú mulher,e plantão de polícia em 79.A sua chegada foi uma verdadeira revolução na tv, no horário nobre da globo.
    Eu lembro que em 82, logo após a reprise(compacta) de Pecado Capital que incomodava até a própria Janete clair, que exibia setimo sentido na época;Pois a comparação entre as 2 histórias. era grande.Até que vc apareceu com o explendoroso texto de LAMPIÂO E MARIA BONITA, pra abalar com tudo.Nossa,que história mais linda!Até, então, pra mim,não tinha aparecido um vilão tão cruel como o leoncio de Escrava isaura,(Esse também,bom demais! Foi a partir desse personagem lampião,que começamos a se interessar por seus trabalho.Depois veio “Roque santeiro” mais um estouro! Eu e minha irmã,em casa nos abraçavamos a cada gancho final da novela;pois era uma novela emocionante demais!
    Nossa,são um mar de histórias pra contar que vc criou que não acaba mais.Eu marco o tempo de minha vida me baseando pelas nov globais.
    minhas amigas adoram quando eu repito os bordõenzinhos deles todos por ai. A ilka de itibiriça é um: ´,–Ah,lindinha da titia… idolatrada salve salve!!! o clo também- um outro personagem magnifico! “Aclamado e adorado”tanto dentro, como fora do país.
    o CLO
    Esse, eu acho muito especial, foi uma alegria muito grande pra mim,assistí-lo na tv.Foi como um divisor de águas,de personagens dessa categoria,digo um atrevimento uma libertação,como nada visto antes na tv.è isso que precisamos inovação.Eu e um amigo meu,sempre(religiosamente) na hora do jantar,lá estava nós numa churrascaria a ver as peripécias do cro com seus tregeitos,nós que já eramos bem tratado pelas madames/dona do restaurante em que frequentávamos,passamos a nos sentir lá no alto de orgulhosos por conta do personagem,pois todos por lá, nos viam com outros olhos.”mais carinho e respeito”
    Em casa também, acontecia o mesmo: nossos pais, irmãos, amigos, vizinhos,malacos nos viam com mais respeito.Isso sim,foi um trabalho social prestado… hum!…deixe me ver…prestado a classe,né!kkkkkkkk Adorei saber que seu primeiro romance escrito de livro foi aos 15,16 anos.
    Gostei,também de saber,sobre sua compulsão por arrumação e limpeza,não sabia!
    Pois é querido… nem me fale!Eu também gostaria de viver pra sempre.
    Mas infelizmente todos nós, um dia vamos partir.Eu também queria que vc vivesse pra sempre È, o tempo e a morte é a coisa mais cruel que existe na vida da gente.como diz a suzana vieira:Eu quero que escrevam a seguinte frase na lápide de meu túmulo:”Queridos morri ! E vcs e vcs me perderam!hahahaha Essa é,muito boa.
    Finalizando: vou indo… que Deus o abenço e lhe de muita saúde.
    Parabéns André, por sua entrevista,promete viu!

  44. Aguinaldo quando é que o remake de “fina estampa” vai ao ar? aproveitando a oportunidade, quero dizer que AMO os textos da Lara. beijos Lara

  45. Nao sei porque as pessoas brigam tanto para defender suas escolas de Samba parece clichê mas nesse caso nao é.Carnaval é uma festa manipulada e com cartas marcadas.Portanto minha gente pulem o carnaval e acompanhem as escolas mas não sofram por elas,apenas as admire ….

  46. Excelente entrevista, André, parabéns!

  47. AGUINALDO, PORTALÃÃOOO,

    CRÔ em pessoa no Sambódromo.
    Mas que MARAVILHA!
    PARABÉNS AGUINALDO, PARABÉNS MARCELO!!!
    F. PATRICIO, PARABÉNS pelas fotos. Lindas!
    Muito merecido. Gravei e vou guardar.
    Uma recordação SUPIMPA!.
    Estou muito feliz pelo acontecimento.

    Beijo, Beijo, Beijo.
    Magdalena

    Magdalena

  48. Se existe piada pronta, é essa: Anel do papa será quebrado.

    Vaticano: Anel do Pescador será destruído

    http://oglobo.globo.com/mundo/vaticano-anel-do-pescador-sera-destruido-7558824

  49. Belíssima entrevista com o Aguinaldo! Muita coisa bacana que não sabia sobre a vida e a carreira dele. Já era fã desse cara e como não gostar tanto dele????
    Irreverente, sincero, o que mata a cobra e mostra o pau, o único que dá oportunidades e se interessa por formar novos roteiristas, o único autor do Brasil que realmente se preocupa com o futuro das novelas e por isso ajuda quem realmente quer se tornar autor! Isso sim é um homem íntegro com o compromisso social de ajudar o próximo, é o cara que não olha só pro próprio umbigo e quer sempre ensinar e ajudar o outro. Se preocupa em passar o que aprendeu e isso só mostra o quanto ele não é individualista e hipócrita!

    Obrigado Aguinaldo Silva por tudo que tem feito por nós que aspiramos nos tornar novelistas! Um grande abraço! Seu fã: Washington!

  50. Em conversa telefônica com a Dona Gansa essa me informa que está fazendo parte de um grupo fechado do ASD no facebook.

    Como assim,Bial?

    (risos)

    Eita pato ciumento!

  51. Aguinaldo,

    Lendo seu twitter e sua menção ao FHC lembrei que já tive a honra de conhecê-lo,de apertar sua mão.E foi quando eu menos ou nunca esperava.

    Certa feita ao sair do elevador,no térreo,no Hospital do Rim-Unifesp,cruzei com o Dr. ( Mago) Medina e esse me puxou pelo braço e me apontou o FHC.

    -Gansolino,conhece esse?

    -Claro que siiimmm!

    (risos)

    Apresentou esse pato que ainda não era ganso ao nosso ex Presidente.

    Foi muito bacana!

    O Dr Medina é o médico pessoal do FHC.

  52. E o Papa hein…teria ele visto os festejos carnavalescos que ocorrem Brasil afora e decidido cair no molejo requebrante? Indaguei-me.

  53. Impressionante o olho clínico do Aguinaldo quando mirou no Marcelo Serrado pra fazer o Crô.

    Resgatou o ator quarentinha de outro emissora,trouxe ele pra Globo e o cara mandou muito bem.

    Marcelo Serrado é um sujeito grato: volta e meia mostra sua gratidão ao Aguinaldo em entrevistas que vejo por aí.

  54. PS: Falha do pessoal que é responsável pela divulgação da São Clemente ou falha do ASD,ou seja, o Patrício teria que ter ficado no palco, ou seja, na avenida junto com a escola. O pessoal do Bruno Barreto errou também em não pensar nisso, super crô vem ai.

  55. Aguinaldo,

    Só se for povão de merda,nunca fui com os córneos dessa estação primeira.

    PS: Veja no seu email,fiz um logo para o ASD,veja se gosta e estou terminando uma capa para o seu twitter e face.

  56. Quem gosta de esquerdistas, infantís ou não, é a Al Qaeda. Gosta… De cortar o pescoço de todos eles. Mas os esquerdistas, infantís ou não, adoram a Al Qaeda. Masoquistas, não? Ou talvez sádicos, pois é preciso ser doentiamente sádico pra achar que Stalin, Mao, Pol Pot e outros monstros sanguinários são heróis da humanidade.

  57. A jovem Catarina Migliorine, que ficou famosa por leiloar a virgindade, experimentou nesta segunda-feira (11) outra experiência . Pela primeira vez, a catarinense ao vivo, pulou na Mangueira.

    Aguinaldo Silva
    Será que, enquanto saracoteava, ela teve um orgasmo? Espero que não tenha pulado demais e inflamado os danos no hímen, que nem deve ainda ter cicatrizado direito…

  58. BOM DIA.

    Comentário na internet.

    “Eu não entendo, uma escola que teve problemas na avenida, ganhar o Estandarte de Ouro, A quanto tempo que a Beija Flor não ganha o Estandarte de Ouro? Eu acho que os Jurados estão cegos, porque o carro fica agarrado, estoura o tempo e ainda ganha o premio. Isto é muita demagogia… ”

    PS: Também não entendi a Mangueira ganhar Estandarte de Ouro. Isso é Brasil !

    Aguinaldo Silva
    Mourão meu caro, nos últimos dez Estandartes de Ouro a Mangueira ganhou pelo menos cinco. E não porque é ou foi a melhor escola, mas por conta de um esquerdismo infantil e fácil segundo o qual “a Mangueira é o povão”. Não é, se tem alguma escola do povão hoje em dia é justamente a Beija Flor, mas a Beija Flor surgiu à sombra da ditadura e os esquerdistas infantís, nem que se passem mil séculos, jamais perdoarão isso. O mais engraçado é que o Estandarte de Ouro é dado por um jornal elitista, que não tem nada a ver com o povão que, aliás, nem o lê…

  59. 07:09 hrs

    Bom diaaaa!

    Já estou na labuta vestido de bombacha,alpargatas e boina negra. ( mentira: estou de jaleco branco e estetoscópio pendurado ao pescoço).

    Não consegui ver o desfile do Crô ontem,corri aqui agora de manhã pra ver se tinha algo e fui brindado pelas fotos do Francisco Patrício.

    Muito legal!!!

    Na capa do globo.com não achei nadica de nada.

    Valeu Patrício!

  60. Aguinaldo, Patrício e amigos do ASD,

    Entrevistar o Aguinaldo para o jornal já foi um grande prazer, mas fiquei muitooo mais feliz em ver a entrevista republicada aqui no ASD, pois muitas outras pessoas puderam vê-la também.
    Recebi muitas mensagens positivas por e-mail e pelo facebook, o que só comprova o quanto o Aguinaldo é respeitado no meio.
    Falem o que quiser dele, mas assino embaixo como defensor do seu trabalho porque realmente é o único que tem se preocupado em repassar conhecimento e, só por isso, já mereceria nosso respeito e admiração.
    Agradeço a todas as mensagens, ao carinho e torcida de vocês pelo meu trabalho, mas quando o entrevistado é alguém como o Aguinaldo, tudo flui mais facilmente. Obrigado, de coração, pela oportunidade única e valiosa.

  61. Aguinaldo,pra você pular mais ainda o carnaval:

    “Depois de conquistar bons índices de audiência em sua exibição no Brasil, “Fina Estampa” vem surpreendendo a todos e se consolidou como a novela mais assistida do Uruguai.

    O folhetim só não é o programa mais assistido por conta do telejornal chamado “Telemundo 12”. Outra novela que vem se destacando no país vizinho é “Cordel Encantado”, que no Uruguai se chama “Cuento Encantado”.

    Mais uma trama que recentemente fez muito sucesso por lá foi a antecessora da trama de Aguinaldo Silva, “Insensato Coração”. O folhetim registrava constantemente altos índices de audiência e tinha uma repercussão muito forte.”

    http://www.teledoce.com/finaestampa

    PS: ArriéguaBrasil, os olhos do portal ASD…hehehe

  62. Aguinaldo,
    Parabéns pela entrevista, sensacional… Adorei!

    André, você foi ótimo como jornalista… Parabéns!

    Saudades de vocês..

    Beijos e abraços.

  63. Lara,

    Adivinha quem assiste e irá assistir a Novela Fina Estampa nas tvs citadas?hehehehe

  64. Existem pessoas que nasceram para serem autores, atores,atrizes. Eu, até que tenho um pouco de imaginação, o que não tenho é a tal disciplina para o meu lado \"autor\". Escolhi como meu caminho profissional, a área de tecnologia,entretanto,garanto que eu seria um ótimo diretor de cena. Achei uma foto do Papa, num olhar coloquei uma palavra na foto que diz tudo na renúncia do Papa. Isso é um olhar de diretor.

    https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/579584_478286708886222_1810364317_n.jpg

  65. Existem pessoas que nasceram para serem autores, atores,atrizes. Eu, até que tenho um pouco de imaginação, o que não tenho é a tal disciplina para o meu lado “autor”. Escolhi como meu caminho profissional, a área de tecnologia,entretanto,garanto que eu seria um ótimo diretor de cena. Achei uma foto do Papa, num olhar coloquei uma palavra na foto que diz tudo na renúncia do Papa. Isso é um olhar de diretor.

    https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/579584_478286708886222_1810364317_n.jpg

  66. “Em carreira internacional, a novela “Fina Estampa” (Globo), de Aguinaldo Silva, estreará em breve na Bolívia e no Chile.

    O folhetim tem registrado boa audiência nos países em que vem sendo exibido. A trama está atualmente no ar no Equador, no canal Ecuavisa, e na Colômbia, na emissora regional TeleAntioquia, de Medellín.”

    http://outrocanal.blogfolha.uol.com.br/

  67. ReYnaldo Boury por aqui, que maravilha! Seria uma boa o pessoal do ASD escrever sobre as novelas dos SBT, Carrossel que tá um sucesso… Abraço!!!!

  68. Katita,essa menina!

    Vai lá,bota pra quebrar e arrasa!

    Já arrasou na telinha…Na telona vai ser um BLAST! (estouro,explosão).

  69. Mayara querida,

    Parabéns pela aprovação no curso de teatro! Ficamos na torcida pelo seu crescimento como atriz e pelo seu sucesso!

    Ah,obrigado pelo inteligente e sensível.Adorei!

    Beijos!

  70. ”Minha posição é a seguinte: cada pessoa é uma pessoa, e todas são diferentes, sejam heteros ou homos. Querer juntar pessoas numa mesma “classe” só por causa da preferência sexual é a maior bobagem. ” by Aguinaldo Silva

    Tá aí uma visão evoluída acerca do ser humano.

    Sem querer ser reduntante mas já sendo: entre o branco e o preto há muitas matizes de cinza e assim é a sexualidade humana.

    Parabéns pela entrevista,Aguinaldo!

    Esse rapaz,o André Cia,é muito talentoso.Parabéns André!

  71. Adorei a entrevista! Parabéns André.
    A entrevista rendeu, nada de perguntas repetitivas.Fiquei feliz pelo elogio do Aguinaldo feito a você, viu só você é um grande entrevistador. Beijão

    Ganso

    Te respondi lá no outro post, é que logo atualizou, talvez você não tenha visto. Beijos

  72. Fantástica a entrevista, André! Só lastimo que não tenha perguntado se, por acaso, há planos de uma nova Master Class (seja ela aqui, em Portugal, ou em qualquer outro lugar) acredito que não sejam poucos os interessados.

  73. Papa Bento XVI renuncia ao cargo

    Pontífice deixará o liderança da Igreja Católica no dia 28 de fevereiro

    O GLOBO
    Com agências internacionais

    11/02/2013

    RIO – Em uma decisão que não era esperada por grande parte da comumidade católica, o Papa Bento XVI, Joseph Ratzinger, anunciou nesta segunda-feira que vai deixar a liderança da Igreja, abandonando o cargo no dia 28 de fevereiro. Em comunicado, o porta-voz do religioso disse que sua força não é mais adequada para continuar no posto devido a sua idade avançada e que tomou a decisão pelo bem da Igreja. O Vaticano não quis comentar o caso até o momento e ainda não divulgou qual será o processo para a substituição do líder.

    Depois de ter examinado repetidamente a minha consciência diante de Deus, cheguei à certeza de que as minhas forças, devido à idade avançada, já não são idóneas para exercer adequadamente o ministério petrino. Estou bem consciente de que este ministério, pela sua essência espiritual, deve ser cumprido não só com as obras e com as palavras, mas também e igualmente sofrendo e rezando, disse o religioso.

    A CNBB recebeu a informação com surpresa. Segundo a assessoria de imprensa da entidade católica, ainda não há uma orientação de como será tratada a renúncia. No entanto, a conferência promete divulgar ainda na manhã desta segunda-feira uma nota oficial sobre a decisão do Pontífice, seguida de entrevista coletiva.

    A liderança de Bento XVI começou no dia 19 de abril de 2005. Ratzinger, de 85 anos, nasceu em Marktl am Inn, diocese de Passau, na Alemanha, no dia 16 de Abril de 1927, e foi baptizado no mesmo dia. O seu pai, comissário da polícia, provinha duma antiga família de agricultores da Baixa Baviera, de modestas condições económicas. A sua mãe era filha de artesãos de Rimsting, no lago de Chiem, e antes de casar trabalhara como cozinheira em vários hotéis.

    Passou a sua infância e adolescência em Traunstein, uma pequena localidade perto da fronteira com a Áustria, a trinta quilómetros de Salisburgo. Foi neste ambiente, por ele próprio definido, que recebeu a sua formação cristã, humana e cultural.

    Ele é o quarto Papa a renunciar ao cargo. Antes dele, o Papa Ponticiano deixou a liderança da Igreja Católica no ano de 235. Depois vieram Celestino V, em 1294; Gregório XII, em 1415.

    Governo da Alemanha lamenta a renúncia

    Logo depois do anúncio da saída de Bento XVI, o governo da Alemanha divulgou nota dizendo que lamenta a decisão de Ratzinger e se sente tocado pelo fato.

  74. Parabens pela entrevista. Sou leitor diário de seu blog, sempre com muita alegria e picardia. Sou seu admirador deste Tieta. Lembra? Se puder, escreva algo sobre Carrossel. Sua opinião seria de muito valor. Saudades do amigo. Abraços. Boury

    Aguinaldo Silva
    Boury querido, que alegria vê-lo por aqui. Claro que vou escrever sobre Carrossel: é um sucesso! Uma braço.

  75. Parabéns…André

    Ótimo trabalho…..adorei conhecer um pouco da história do Aguinaldo….uma carreira brilhante….
    Também não posso deixar de mencionar seu trabalho, sua entrevista ficou excelente….fico muito feliz por você esta conseguindo conquistar seu espaço você vai longe…..

  76. Bom dia a todos!

    Que lindo, Mourão! Você ter postado essa entrevista, nossa, que foi tão linda! (André, pelo amor, tem nada haver com a sua, vc arrasou e está feito, ponto!Saiba disso!) Não me aquentei de rir lembrando que o Aguinaldo chamou minha pergunta de freudiana. É que eu tenho essa mania, pergunta pra Lara, fiz o mesmo com ela. Eu, serei beeeeem sincera, não confio em quem não tem amigo de infância (leia-se adolescência). Mania minha, risos. É que como eu tenho, sei lá, eu sempre acho que a pessoa não sabe manter amizade. E eu tenho mesmo essa característica, minhas amizades duram, mas duram que é uma coisa, risos. E por isso perguntei isso pro Aguinaldo, ele respondeu, tem dois. Um, eu sei que faleceu tragicamente, era um grande amigo dele.

    Lindo, Mourão, obrigada! Nunca esqueci dessa entrevista, foi marcante. Sempre lembrei de cada palavra, mas foi gostoso de rever. Eu perguntando do namorado da Susana Vieira! kakkakakakakakakaka! Disso eu não lembrava, e o Aguinaldo saindo pela tangente? kakakakakakakaka!

    Adoro vcs todos, adoro o Aguinaldo, é acima sabe? Ele é muito singular! Obrigada por estarem na minha vida. beijos. Em todos e na Michela (adorei saber! Isso faz diferença, sim! Não faz diferença pra vc eu ser mulher?Então! Beijos amiga, vamos trocar muito!

  77. Queeereedo muito legal a entrevista, autêntico como sempre.Aliás gosto muito da entrevistas aqui no site.

  78. ENTREVISTA

    Caramba!! Eu adorei a entrevista!! Fazia tempo que eu queria saber mais histórias da vida do Aguinaldo! Nós já sabemos de muitas coisas, mas ter detalhes da vida dele foi muito bacana!!

    Entrevista muitíssimo bem conduzida com bastante profissionalismo!

    Eita, André, parabéns, hein!!!

    Aguinaldo, eu te adoro e ficaria dias e dias escutando as suas histórias!

    Um abraço para todos do portallll!!!

    ;]

  79. kátia querida,deixei um recadinho pra vc lá nos post anterior das bundas leia lá!

  80. Que excelente entrevista!!!!!!!!!

  81. Um dia me sento ao lado desse home pra gente conversar sobre tudo isso. Parabéns, Aguinaldo!

  82. Aguinaldo… Posso trocar essa ‘folga carnavalesca’ supra citada pra outra época, já que esta semana estou assistindo a todas as escolas (sexta, sábado, hoje e amanhã in loco) pra aquela matéria sobre carnaval?? rsrsr Bjs PS. Aproveito para parabenizar o André pela entrevista!!

  83. o engraçado da frase é que a moça da voz estridente era analfabeta e louca de otim(bebida) popo(epofalgina)A graça da frase que nós bibas ria,era o “homossexoal dela.”o correto era “ssexual”kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  84. KÀTIAquerida,Obrigada por vc,ter lido o meu comentário vc é gentil mesmo!
    Eu tenho sim, um amor de mãe! Ela tem quase noventa anos e é,super inteligentissima,daquelas que pula pra cima e manda no pedaço.
    Esses dias cheguei cedo da rua ela ouviu eu cantarolando uma repetição minha e ficou surpreendida ,é que,quando eu acho uma frase engraçada dita por alguém- fica gravado na minha mente e, eu a repito o dia todo. Pois sou como vc, sempre muito bem humoradahahahahaha.
    A frase dita por mim era de uma mina louquinha,de voz estridente,que vinha a todo instante me perguntar se um ficante dela não era gay.E ele não era.Mas eu malvada dizia que sim.hihihihiEla pergunta:.:–O carlinhs não é homossexoaL,Né?
    Eu respondia:– È homossexoalíssimo fia!Dizia,pra ela largar o bofe pra mim né!Pois o bofe era um loiro béeeeeeeeeeeeeeelissimo!.
    Eu disse pra mamãe:-nossa a senhora tem ouvidos bionico hein!?Tá escutando demais!
    Querida pra esclarecer a sua dúvida:”eu sou trans,sim!sou bem feliz, e bem resolvida.”
    A coisa que eu mais não suporto nessa vida é passar por aquilo que não sou entende?quero que as pessoas me queiram bem como eu sou!.Mas sou do bem,tá?
    A entrevista do André com Aguinaldo está fascinante!!

  85. Desde o Blogão que admiro essa lucidez de Aguinaldo. Lucidez digo- pés no chão. Parabéns pela entrevista, André. E parabéns por continuar assim, Aguinaldo: uma pessoa rara de se ver hoje em dia. É sim!! Só precisa vir mais vezes em Recife pra irmos lá no Leite, rsrsrs. Katia, um beijo querida e um bom carnaval pra vc e aos seus.

  86. Excelente a entrevista do Aguinaldo e o portal, nota 10 em todos os quesitos. Parabéns Aguinaldo e estamos torcendo pelo seu sucesso, sempre!

  87. Katia, pedindo licença ao André, posto suas perguntas ao Aguinaldo, naquela reportagem coletiva.

    (VTNT: Aguinaldo, queeeeerido, farei a mesma pergunta que você fez ao Davi Vallerio: Como são suas relações com a sua família? Você assume diante deles? Não diz que sim nem que não, antes, porém pelo contrário? Eles falam alguma coisa sobre a sua sexualidade ou mantêm absoluto silêncio?

    Aguinaldo Silva: não preciso assumir perante minha família, porque me assumi perante o mundo. Todo mundo sabe, até os bichos de estimação dos meus sobrinhos. Claro que eles não falam da minha sexualidade, assim como eu não falo sobre a deles… Mas não se espantam nem um pouco quando eu apareço por lá com algum namorado do lado.

    Qual a pergunta que você gostaria que lhe fizessem?

    Aguinaldo Silva: vocês já fizeram todas, chega!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Você colocou escola de samba em suas duas últimas novelas: “Senhora do Destino” e “Duas Caras”. Você desfilaria ou já desfilou numa escola de samba?

    Aguinaldo Silva: não desfilei, e só fui ao desfile uma vez. Achei muito chato e nem consegui ficar até a metade: fui embora!

    Você namoraria um fã ou um ator?

    Aguinaldo Silva: um fã, não vejo nenhum problema. Já um ator… Nem se fosse o Zé Bob!

    Você já vetou algum ator/atriz em alguma novela? E alguma vez já indicou alguém desconhecido, já apadrinhou?

    Aguinaldo Silva: já vetei, mas só grandes estrelas. Por exemplo: com Murilo Belicio eu não trabalho, porque não entendo uma palavra do que ele fala. Já apadrinhei alguns, mas o problema é que depois a pessoa acha que você é responsável por ela.

    O que você acha da Susana Vieira colocar seu namorado pra fazer programas e testes na TV?

    Aguinaldo Silva: tudo que Susana Vieria fizer terá meu apoio incondicional. Ela é minha eterna deusa.

    O que você acha de modelos sem nenhuma esperiência em teatro, na arte da interpretação, fazerem novelas? Você já questionou isso com os diretores de suas novelas? Você acha que isso é justo com os profissionais dessa arte?

    Aguinaldo Silva: nas minhas novelas só entram atores, inclusive porque Wolf Maya só gosta de trabalhar com eles. Quem não é do ramo não vinga. Acho que um rostinho bonito apenas não basta, pra ser ator é preciso talento e muito estudo. Alguns até conseguem, eu, por exemplo, adoro a Grazi Massafera. Mas isso é raro.

    Por que o Juvenal Antena terminou sozinho, cuidando da Comunidade? Era uma referência à você?

    Aguinaldo Silva: homens como Juvenal Antena não trocam o trabalho deles na Comunidade por nada.

    Você passou seu aniversário sozinho. Você ainda mantêm amizade com algum amigo de infância? ( Katia Fatos) )

    Aguinaldo Silva: pronto, chegamos à pergunta freudiana. Eu passei meu aniversário sozinho porque estava longe de casa, quereeeeda! Mantenho uma imorredoura amizade com dois amigos de infância. Atravessamos estes 65 anos sem jamais nos afastarmos durante muito tempo. Acho que isso me basta.

    PS: Grande momento para todos que amam o Aguinaldo.

  88. PS- Michela, eu vi vc falar comigo! Menina, e outro dia que eu cismei que vc debochou de mim? Porque eu tinha falado que minha mãe teria 90 anos hj e vc entrou falando que sua mãe tem essa idade! Coisas de internet! Mas adorei o que vc me disse, viu? Tb acho vc uma graça! Só que escrever aqui pro site, achei até graça, amiga, já tou feliz e embora adore escrever com vcs , minha praia é outra. Saib ou gay? a que acho vc ótimaaaa! Só uma coisa que não entendi, vc fala no feminino, mas percebi que é homem, vc é trans ou gay? Se eu estiver louca, me perdoe, é carnaval!

    Ganso!!!!!!!!!!! Beijos sempre!!!!!!!!!!!Rodrigo Lima!!!! Beijos!!!!!!!!!!

  89. Parabéns, André, pela entrevista!
    Sucesso e continue brilhando! Grande abraço.

  90. Parabéns, André, pela entrevista!
    Sucesso e continue brilhando. Grande abraço.

  91. Boa noite a todos!!!

    André, vc ar-ra-sou!!!! Só não conseguiu ter a resposta dele, algo que já o perguntei tb, lá no antigo Blogão, numa entrevista que o Mourão organizou. Ele não responde, não imagino porquê, como a família reagiu a homossexualidade dele. Como eu li “LÁBIOS QUE BEIJEI”, que é biográfico, sei que os pais dele vieram pro Rio de Janeiro pra defendê-lo de um marido que não era nada centrado, digamos assim, nem um pouco. O Alemão. Então, o que sei, é que ele foi desde sempre amado e teve apoio dos pais. E creio, pela história dele, a própria perseguição na escola, que os pais dele sempre soubessem, mas isso ele nunca responde. Leio tudo dele e nunca o vi falar sobre isso.

    Independente de qualquer coisa, digo isso por tudo que é mais sagrado na minha vida, o que me fez me apaixonar pela “personalidade” Aguinaldo, independente de suas obras e seu gênio criador, foi a visão que ele tem sobre a vida. Livre, sabe? Eu tb me sinto livre! Não é porque sou baixinha que vou sair por aí pregando que sou a melhor espécie humana, que Napoleão era pequeno ou que os melhores perfumes e blabláblá. Nós não somos iguais! E o Crô traduz tudo isso, tem o gay “afeminado”, sim! Isso não é demérito! Preconceituoso foi o tal que discriminou, repito: DISCRIMINOU o Crô! E agora tem que perceber (espero, sinceramente, que ele peça desculpas) que o Crô foi e é amado pelos brasileiros. Não me canso de contar, e conto quantas vezes foram necessárias, conheci de perto a história de um irmão que não falava com o outro, por mais de dez anos, por o irmão ser gay, e voltou a falar com irmão por causa do Crô! Quer coisa mais linda, pra nós artistas que isso? Eu ouvi isso de um fã.

    O único porém (puxa-saco de verdade- leia-se: ama de verdade; e sempre sincera), não concordo que suas novelas sejam realistas, Aguinaldo. Tudo bem que o realismo está entre aspas, mas eu, Kátia, sempre vejo suas obras como realismo fantástico, está em você! Você tem o lúdico, que, entre nós, é coisa pra poucos, ou para os reis do ibope! kakakakakakakaka!

    Arrasou André, parabéns, fico orgulhosa de vc, por tudo, pelo seu empenho, sua força!!!!

    Beijos pra todossssssssssss!!!

  92. Aguinaldo,
    Ótima entrevista!
    Muito obrigado pela prosa pra lá de boa!
    Forte abraço!

  93. É muito importante para os fãs do Aguinaldo, saber um pouco da sua intimidade e também em relação a politica, trabalho, seus gostos, sua infância, etc…
    O Homem que gera polêmica com suas novelas, mas é popular, por que será?
    Eu adorooo!
    Francamente, só não gostei do final da vilâ, Teresa Cristina.
    Mas goste do final do, Ferraço em Duas Caras, vai entender..
    Mais sempre disse, que voce é ousado.
    Só uma observação:
    Na próxima Novela, tenta colocar profissionais (atores/atrizes) que está de molho e que precisa de uma oportunidade.
    Tem muito profissional bom,
    tem uns artistaS aí que fazem uma novela atrás da outra.
    O Brasileiro não güenta mais ver na telinha, sempre as mesmas cara.
    cansa !
    O telespectador agradece.

    André Luis, valeu a entrevista, Adorei .

  94. Aguinaldo, como sempre chiquérrimo.

  95. Sempre bom se deliciar com as muitas histórias de Aguinaldo Silva…

    Obrigado, André, essa entrevista foi um presente pra nós leitores aqui do portal, uma conversa intimista sem cair na mesmice.

    Abraço!

  96. Sempre bom se deliciar com as muitas histórias de Aguinaldo Silva.

    Obrigado, André, essa entrevista foi um presente pra nós leitores aqui do portal, uma conversa intimista sem cair na mesmice.

    Abraço!
    Aguinaldo Silva
    >Nando quereeeedo, que alegria ver você aqui de novo. Mil beijos!

  97. Homem bonito … “Turcão de Rocha Miranda” ?

  98. Grande entrevista André, sempre acompanho seus post, com assuntos super interessante e pertinentes, mas gostaria de dizer que nesse você realmente foi brilhante. Muito legal saber coisas tão interessantes do Aguinaldo. Parabéns aos dois.

  99. adorei, acho aguinaldo um genio gosto muito dele, sempre entrevistas inteligentes crítico, obrigado

  100. Aguinaldo,gostei demais do seu comentário no meu facebook, realmente eu de bigode me pareço com o Hugo Carvana. Você geminiano, ele tambem e eu. Trio parada dura…hehehe. Valeu,mestre.

  101. Correção, lindo principalmente na segunda foto, sorrindo de leve.

  102. Parabéns André pela excelente entrevista.
    Ah e o Aguinaldo tá lindo, principalmente na primeira, sorrindo de leve.

    Ah e ótimo texto da Fátima, o anterior.

    Apois, estou econômica nas palavras e nos risos, Minha querida avó, faleceu ontem pertinho de completar 93 anos. Sei que ela teve uma vida completa, porém vai fazer falta e fico com muita dó pelo meu avô, vivo e lúcido, seu companheiro por 72 anos.

    Enfim, hoje é carnaval e vamo que vamo.

    Hasta pronto.

  103. Eu gostaria muito, mas muito mesmo de ver o Tony Ramos em uma trama do Aguinaldo. Pra ambos só falta isso, pois como o próprio Aguinaldo disse, já trabalhou com todos intérpretes que quis, e Tony já passou por todos os outros grandes autores. Esse encontro vem sendo aguardado pelo público há muito tempo!

    Aguinaldo Silva na Intimidade
    Frase que move sua vida: “Só mais um pouquinho”.

  104. Soberbo!
    Eu tava preocupado com a ausencia do Andre,ainda bem que o mesmo voltou.Voltou arrasando.

  105. LINDO! LINDO! LINDO!
    AMEI! AMEI! AMEI! “MERMO”…
    Entrevistado com respostas muito elucidativas.
    Entrevistador – Aprovado. Pode continuar…
    Fotógrafo – Ó F. Patricío – Você é o MAXIMO!
    As fotos mais lindas vistas de Aguinaldo Silva! EITA!!!

    Estão todos de P A R A B É N S!
    Beijos
    Magdalena

  106. Querido André,

    Que bom te ver entrevistando o Aguinaldo. Que bom te ver reluzindo!

    Lembro de um momento de sua vida que as coisas estavam paradas. Uma conversa nossa no facebook que me deixou tão preocupada. Te via triste e queria, de alguma forma, te trazer alguma felicidade. Sabe vou confessar uma coisa: organizei o encontro dos Aguinaltas em SP pra te fazer um pouco feliz! Pena que justo você não pode ir!!!!

    Mas é bom ver que a vida dá voltas. E que pessoas sensíveis e competentes sempre terão espaço. Você está no caminho certo, querido. Cada vez mais torço por você! Conte comigo, sempre.

    E Aguinaldo: obrigada, por usa generosidade!

    Um beijo enorme a todos,

  107. E cada resposta do Aguinaldo, nesta bela entrevista, daria um comentário diferente.

    Mas eu lembro muito bem desta cena de “Pedra sobre Pedra”, onde participaram Eva Wilma (Hilda), Osmar Prado (Sérgio Cabeleira) e Tânia Alves (Lola). É inesquecível! A Hilda saiu de trás de um matagal, se não me engano, e foi ajudar a Lola a puxar a corda pra baixo, para que o Sérgio não fosse engolido pela lua. Muito mais do que os aspectos técnicos ali envolvidos, foi uma cena com uma delicadeza impressionante, tamanho os aspectos humanísticos ali intercaldos. Foi uma linda poesia, nas entrelinhas!

    Não, Aguinaldo, acho que tu não deve ficar triste com “Suave Veneno”. Foi uma grande trama! Acho que ficou traumatizado com algo nessa novela, que não conseguiu ainda resolver (Ganso, não sei explicar que nem tu, mas vou tentar), algo que talvez esteja no seu subconsciente. Talvez seja o caso de fazer uma análise. Pronto, falei! A verdade é que o público tem um carinho imenso por essa trama, porque tinha uma característica muito diferente à época em que foi exibida. Sou um defensor nato de “Suave Veneno” não só por ter sido extremamente linear sob o ponto de vista metodológico, mas porque estava muito à frente de seu tempo. Tinha um aspecto de vanguarda impressionante. Tinha a impressão de estar assistindo uma trama de 2020. Até seria muito moderna pros dias atuais!

    Sobre os remakes, eu como público, não me chama muito atenção. Principalmente se já assisti a trama. Acho que eles nunca chegam com a mesma qualidade dramática dos originais, embora sejam tecnicamente mais sofisticados. Acho que isso também serve pra provar que dramaturgia em primeiro lugar é texto/história e atuação.

  108. Bela entrevista, parabens pelo excelente trabalho!

  109. Alo meu povo.

    Ando sumido daqui porque estou de mudança pra Sampa e por isso sem tempo pra net. No entanto, não podia deixar de vir aqui prestigiar esse post.
    Primeiro por ser um trabalho realizado pelo amigo e xará André Cia, mostrando a sua competência como jornalista e o seu potencial como entrevistador.
    E segundo pra conhecer um pouco mais sobre a história do Aguinaldo.

    Parabéns pelo trabalho André. Fico felizem ver você conquistando seu espaço.
    Abraço

    Arabastéia!!

  110. Boa tarde, portal.

    Grande entrevista! Parabéns André Luis: conseguiu extrair a essência do Aguinaldo! Fora perguntas muito pertinentes. Eu só fiquei chateado quando chegou no final; fiquei com gostinho de quero mais. Ouvir sempre o Aguinaldo é entrar em uma outra dimensão, tipo um livro encantado. E tu Andre, tornou-se tão interessente quanto o próprio entrevistado por fazer perguntas tão interessantes.

    Já tive também o prazer de ser entrevistado por ti, o que me deixou muito lisonjeado! Tens o poder de carregar a gente com muita sensibilidade e inteligência, como se utilizasse um lindo tapete colorido! Seus artigos também sempre são muito bons e cheios de informação; sempre tens um olhar muito atento e crítico! Tens aqui um fã!

  111. Parabéns ao senhor André, pela entrevista.

  112. Simplesmente demais!!

    Adorei a entrevista!! Parabéns, André!! É sempre bom ler uma entrevista onde o entrevistado se entrega e o assunto rende. Eu adoro ler as histórias de vida do Aguinaldo, sempre é uma lição.

    Saudações a todos!! 😀

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Security Code: